Possível saída de Inácio


A continuidade de Inácio é um enigma. A três jornadas do fim da Liga, o técnico não tem qualquer proposta de renovação.

“Não tenho, até este momento, qualquer proposta de trabalho, nem da Naval nem de outro clube para a próxima temporada”.

Foi desta forma que ontem Augusto Inácio respondeu ao DIÁRIO AS BEIRAS, quando abordado sobre a sua eventual continuidade ao serviço dos navalistas. Há algum tempo que Inácio vem sendo questionado sobre o seu eventual futuro na Naval, mas a resposta tem sido constantemente adiada. Entretanto, fonte próxima da Naval esclareceu ao DIÁRIO AS BEIRAS que o “dossiê treinador” é da exclusiva competência do presidente, Aprígio Santos.

Apesar das várias tentativas para contactar o dirigente – todas elas infrutíferas –, o DIÁRIO AS BEIRAS apurou que o presidente da Naval ainda não recuperou do afastamento da Taça de Portugal e não tem andado nas melhores condições de saúde, sendo aconselhado pelo médico a afastar-se alguns dias do stresse do futebol.

Hoje, a Naval dá hoje inicio à preparação do encontro com o Sp. Braga, agendado para domingo, às 18H00, realizando o primeiro treino da semana às 10H00, no Estádio Municipal José Bento Pessoa.

Naval pode abreviar

luta pelo título

A partida com os arsenalistas pode abreviar a luta pelo título de campeão da Liga, caso o Benfica vença a Olhanense na véspera e os bracarenses não levem da Figueira da Foz a totalidade dos pontos em disputa. De momento, Tandia, Daniel Cruz e Alex Hauw estão entregues ao departamento clínico, desconhecendo-se ainda as possibilidades de recuperação.

Renovações em marcha


Entre os jogadores que terminam contrato, o DIÁRIO AS BEIRAS apurou que estão já definidos quais os que são prioridade para renovar.
 
Depois de estabelecido um acordo, a Naval entregou propostas de renovação e prolongamento de vínculo na passada sexta-feira, obtendo dos jogadores a promessa de uma resposta ou contra-proposta até final da presente semana. Jorge Baptista, Peiser, Diego, Lazaroni, Godemèche, Davide, Ouattará, Bellagra e Kerrouche acabam contrato no final da temporada, mas foi definida como primeira prioridade as continuidades de Peiser, Godemèche e Lazaroni. Já Jorge Baptista e Davide parecem estar liberados para, eventualmente, poderem negociar outras propostas que tenham ou venham a receber, sabendo-se que o guarda-redes tem alguns clubes do Norte (Liga e Liga de Honra) interessados nos seus serviços, enquanto Davide já foi sondado pela U. Leiria. No caso dos jogadores franceses em fim de contrato, alguns têm consignada cláusula de opção, mas só se exercida pelo clube, já que da parte dos gauleses parece não haver essa disponibilidade.
 
Fonte: Diário as Beiras

1 comentários:

Anónimo disse...

Comentando a noticia:

- Espero que o Inácio fique na Naval;
- A Naval vai fazer a vida muito cara ao Braga,podem ter a certeza;
- Renovar com Peiser,Lazaroni,Godeméche e Kerrouche;
- Vender Diego (se é que já não está vendido);
- Libertar ou vender (no caso de quem tem contracto) Jorge Baptista,Davide,Outtará,Bellagra,Tandia e Lúpede;
- Comprar jogadores da qualidade de Fábio Júnior (servindo de exemplo),que foi uma agradével surpresa e estar atentos ao mercado,jogadores que expiram contractos ou que podem ingressar por empréstimo.