2a Eliminatória da Taça de Portugal

O sorteio para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal ditou um Atlético - Naval.
O jogo será disputado a 16 de Setembro.

Carlitos: «Quero voltar a ser feliz no Restelo»

CAPITÃO NUNCA PERDEU NA CASA DO BELENENSES


Carlitos é um verdadeiro símbolo da Naval, já ultrapassou a barreira dos 250 jogos oficiais pelos figueirenses e entre as muitas proezas que assinou há mais uma: nunca perdeu no Restelo.O médio foi titular nas vitórias de 2005/06 (2-3), 2008/09 (1-2) e 2011/12 (0-1), suplente utilizado no empate (0-0) de 2006/07 e falhou os desaires de 2009/10 (2-0) e 2007/08 (2-1), este o do célebre caso Meyong. E assim pretende continuar.

“Desconhecia esse dado, mas é evidente que quero continuar a ser feliz no Restelo”, declarou o médio, de 30 anos, a Record, na antevisão ao importante jogo com o Belenenses.

Fonte: Record


Próximo sábado, Naval - Académico de Viseu (Juniores)


Aos Navalistas, Aos Amantes do Futebol, Aos Figueirenses,



No próximo sábado dia 01/09/12, pelas 17h, no Estádio Municipal José Bento Pessoa, o Futebol de Formação da «A.NAVAL1ºMaio», através da sua categoria de Juniores, dará início à nova temporada, com a disputa da 1.ª Jornada do Campeonato Nacional da II Divisão (Série_C).



O Futebol de Formação parte para presente época, 2012-2013, sustentada numa organização baseada na chamada «prata da casa», reunindo nas diversas equipas técnicas e dirigentes, variadíssimos ex-jogadores (Bispo, Hilário Vieira, Paulo Moço, Jorge Batista, Pedro Nogueira, Chico, Carlos Alves, Luís Pinto, Paganini, Zé Armando, João Camarão, João Belo, Cláudio Parracho, Hélder Prata, Mário Couceiro, Telmo, Marito e Rui Jesus) da terra, que ajudaram a fazer a história da velhíssima coletividade (fundada em 1893_119 anos).

A equipa de Juniores tem a sua génese nos jovens oriundos das freguesias do Concelho, João Mota e Mika, de Buarcos, Patrick, de Vila Verde, Ivo Palhais, das Regalheiras (Lavos), Paulo China, Zé Pedro Pata e Pedro Borges, da Praia da Leirosa (Marinha das Ondas), João Carlos e João Pedro Camarão, da Cova-Gala (São Pedro), João Paulo, de Caceira (Tavarede), Nelson Fernandes, de Carvalhais (Lavos), Jeremias e Júnior, de Brenha, Tommy Gravato, Afonso e Dany Alves, da Figueira da Foz (S.Julião), encontrando-se representados os Concelhos limítrofes com, Gonçalo Xeta, de Pombal, Rodrigo Tomé, de Cantanhede, João André e Diogo Cavaleiro, de Montemor-o-Velho.

Através dos anos a «A.NAVAL1ºMaio» tem sido um baluarte do desporto jovem na Região Centro, contribuindo para uma formação de homens e futebolistas, num crescimento harmonioso e saudável! Assim pretendemos continuar a trilhar esse destino, promovendo as boas práticas desportivas, conduzindo os nossos jovens ao socialmente correto, envergando a seriedade, o respeito e o espirito de conquista, como bandeira do Futebol de Formação.

- Sozinhos nada conseguimos, juntos temos o Mundo na mão!

- Contamos consigo, ajude o Futebol de Formação da «A.NAVAL1ºMaio», aparece, apoia e contribue para os jovens da terra, os verdadeiros homens de amanhã que pretendem, hoje jogar à bola na terra (relvado) e amanhã vencer na vida, levando na ambição, o espirito da NAVAL e no coração a Figueira da Foz, das finas areias, berços de sereias,…

Saudações Navalistas!

O Futebol de Formação da Associação NAVAL 1ºMaio

Bwin Cup: próximo adversário será Gil Vicente


A segunda fase da Taça da liga 2012-2013 já tem os oito emparelhamentos definidos.

Os jogos estão marcados para 26 de Setembro (primeira mão) e 31 de Outubro (segunda mão), podendo existir alterações que serão divulgadas através de Comunicado Oficial.

A segunda fase é disputada num sistema de eliminatória a duas mãos, entre os oito clubes apurados na primeira fase e os seis clubes participantes na Liga Zon Sagres classificados na época transacta do nono ao 14º lugar e os dois clubes que foram promovidos à Liga Zon Sagres.

Fonte: LPFP

Feirense 0 Naval 0

Mais fotos no Facebook Oficial d´O Navalista

O Feirense conquistou o primeiro ponto na 2.ª Liga, ao empatar, este domingo, a zero com a Naval 1.º de Maio, na estreia de Bruno Moura no comando técnico da equipa fogaceira, em jogo da quarta jornada.


A jogar em casa, o Feirense mostrou-se aguerrido, mas não esteve inspirado ofensivamente, frente a uma Naval mais organizada, mas que não conseguiu repetir o triunfo da última jornada frente ao Benfica B.


O nulo no marcador traduziu a falta de eficácia no ataque de ambas as formações, num encontro com escassas situações flagrantes de golo, que apareceram sobretudo no segundo tempo. Aos 61 minutos, o Feirense ameaçou a baliza navalista na conversão de um livre indireto, apontado do lado direito por Diogo Cunha, mas a defesa dos visitantes conseguiu cortar a jogada a tempo.

A formação da Figueira da Foz desperdiçou a melhor oportunidade da partida para chegar ao golo ao minuto 86, com Tozé Marreco, diante do guardião Marco, a falhar o remate que podia ter valido os três pontos para os visitantes.


Na resposta, dois minutos depois, foi a vez de Ludovic falhar, numa jogada de contra-ataque individual, valendo a intervenção da defesa visitante, que conseguiu recuperar o lance e impedir o golo da equipa da casa.


Com este resultado, o Feirense deixa o último lugar da classificação, somando o primeiro ponto na prova, enquanto a Naval 1.º de Maio tem agora cinco pontos.



Jogo no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira



Feirense - Naval, 0-0.



Ao intervalo: 0-0.



Equipas:



Feirense: Marco, André Santos, Luciano, Oliveira, Serginho, Sténio, João Ricardo (Rafa, 79), Jorge Gonçalves (Clayton, 68), Diogo Cunha, Fonseca (Ludovic, 60) e Pires. (Suplentes: Sea, William, Carvalho, Ludovic, Clayton, Rafa e Jacob). 

Treinador: Bruno Moura.



Naval: Ricardo Neves, Vítor Alves, Diogo Villa, Tikito, Tinoco, Filipe Melo, André Fontes, Paulo Regula (Leandrinho, 62), André Carvalhas (Roberto, 82), João Pedro (Carlitos, 39) e Tozé Marreco. (Suplentes: Guilherme, Tiago Mesquita, Diogo Silva, Bruno Di Paula, Leandrinho, Carlitos e Roberto). 

Treinador: Filó



Árbitro: Duarte Gomes (Lisboa). 



Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luciano (20), Vitor Alves (38), André Fontes (61) e Luís Tinoco (89). 



Assistência: cerca de 800 espetadores.

Fonte: Record

Próximo jogo, Feirense - Naval


CD Feirense - Naval 1º Maio
(4ª Jornada Liga Orangina)

Domingo, 26 de Agosto

18H

Cartaz Feirense - Naval

Fonte: Site Oficial CDFeirense


Naval-Benfica B, 2-1



A Naval venceu esta quinta-feira o Benfica B, por 2-1, e conseguiu a sua primeira vitória na 2.ª Liga, impondo aos encarnados a primeira derrota à passagem da terceira jornada.

Golos de Tozé Marreco e João Pedro, nos primeiros 21 minutos da partida disputada na Figueira da Foz, foram o garante do triunfo da Naval sobre o Benfica B, que reagiu tarde e veio a apontar o ponto de honra por Ivan Cavaleiro ao minuto 77.

Numa primeira parte de superioridade inequívoca dos figueirenses, a Naval marcou dois golos e ainda conseguiu dois remates perigosos, aos 10 e 24 minutos, por Tozé Marreco, que durante este período foi um quebra-cabeças para a defensiva encarnada.

A Naval inaugurou o marcador no seu primeiro ataque, aos 3 minutos, com João Pedro a cruzar e Tozé Marreco a bater Mika. O tento madrugador espevitou a turma da casa, que de imediato assumiu o jogo e dilatou a vantagem por João Pedro.

O avançado navalista recebeu a bola de costas para a baliza, rodopiou e com remate bem colocado bateu Mika pela segunda vez. Em cima do minuto 45, a formação da Figueira da Foz teve tudo à mercê para o 3-0, contudo, João Pedro acabou por desperdiçar a melhor ocasião de golo até então conseguida por qualquer das equipas.

No regresso dos balneários, o Benfica mostrou-se mais rápido procurando jogar mais perto da baliza da Naval. Sinal de inconformismo foi dado por Ivan Cavaleiro obrigando o guardião local a defesa apertada.

A partida entrou numa toada de parada e resposta. Tikito, ao minuto 63, cabeceou ao poste da baliza defendida por Mika e, quatro minutos depois, Ricardo Neves, com grande estirada, negou o golo a Duarte Duarte.

O Benfica acabou mesmo por chegar ao golo, ao minuto 77, apontado por Ivan Cavaleiro, mas foi insuficiente para mudar o rumo dos acontecimentos.

Jogo no Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz.

Naval 1º de Maio - Benfica B, 2-1.
Ao intervalo: 2-0.
Marcadores: 1-0, Tozé Marreco, 03 minutos. 2-0, João Pedro, 21. 1-2, Ivan Cavaleiro, 77.


Naval 1º de Maio: Ricardo Neves, Vítor Alves, Diogo Vila, Tikito, Luís Tinoco, Filipe Melo, Leandrinho (Regula, 83), André Fontes, Carlitos, Tozé Marreco (Roberto, 75) e João Pedro (André Carvalhas, 81).

Suplentes: Guilherme, Tiago Mesquita, Roberto, Diogo Silva, André Carvalhas, Regula e Bruno Di Paula.

Treinador: Filipe Rocha.

Benfica B: Mika, João Cancelo, Lionel Carolle, André Almeida, Daniel Martins, Luciano Teixeira (André Gomes, 44), Miguel Rosa, Ivan Cavaleiro, Hélder Costa (Duarte Duarte, 46) e Cláudio Correia (João Mário, 83)

Suplentes: Copetti, Leandro Pimenta, Duarte Duarte, Élvis Araújo, João Mário, André Gomes e Victor Lindelof).

Treinador: Norton Matos.

Árbitro: Hugo Pacheco (Porto). Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luciano Teixeira (30), Filipe Melo (45), André Almeida (50), Miguel Rosa (62), João Pedro (64), Tinoco (69), João Faria (84), Regula (89).

Assistência: 500 espectadores.

Fonte: Record

Leomar cedido pela Naval

DEFESA EMPRESTADO ATÉ AO FIM DA ÉPOCA


O defesa central Leomar é o novo reforço do Penafiel, ao qual foi emprestado até final da época pela Naval. O brasileiro, com contrato até 2013 com o emblema figueirense, já trabalhou ao serviço do treinador Miguel Leal.

Leomar, de 26 anos, chegou à Naval na época 2011/12 oriundo do clube brasileiro Mogi Mirim. Em 2009 fez uma breve passagem pelo Uzbequistão representando o Bunyodkor.

Fonte: Record

Próximo Jogo, Naval - Benfica B


Naval recebe Benfica B, em jogo sem transmissão televisiva.

A equipa B do Benfica, desloca-se à Figueira da Foz, para defrontar a Naval em jogo a contar para a 3ª jornada da Liga Orangina 2012/2013, na próxima quinta-feira, dia 23 de Agosto pelas 20:15h no Estádio José Bento Pessoa.

O jogo não tem transmissão televisiva anunciada, e para esse efeito já estão há venda na secretaria do clube, no Estádio Municipal, os bilhetes para o jogo. No dia do jogo os bilhetes apenas serão vendidos nas bilheteiras.

Preços dos bilhetes:

Sócio Descoberta: 3,00€
Sócio Coberta: 5,00€

Não Sócio Descoberta: 7,50€
Não Sócio Coberta: 10,00€

Lugares VIP (Sócio e Não sócio):
Coberta VIP Reservada: 12,00€
Tribuna Privilégio 10 Lugares: 250,00€
Camarate 4 Lugares: 60,00€

Sp. Braga B-Naval, 0-0

Nulo justo no 1.º de Maio


Sp. Braga B e Naval não foram além de um nulo, no regresso do futebol profissional ao estádio 1º de Maio, em jogo da segunda jornada da Segunda Liga.

A equipa da casa conseguiu alguma superioridade, principalmente no segundo tempo, mas foi a Naval que dispôs dos melhores lances de golo, já perto do final do jogo. Nenhuma das equipas dominou a partida de forma esclarecida, no primeiro tempo, e a bola esteve quase sempre longe das balizas, pelo que não existiram lances de verdadeiro perigo.

A Naval teve mais tempo com a bola em sua posse, mas nunca conseguiu imprimir intensidade e velocidade para se acercar da área bracarense. Já o Sp. Braga B usou o corredor central e o flanco esquerdo para atacar a baliza do clube visitante.

Logo aos dois minutos, Guilherme arrancou pelo meio e ganhou espaço para um remate que saiu à figura de Ricardo Neves. Os arsenalistas ainda tiveram, já perto do intervalo, dois bons remates de Edson Rivera e Manoel, que foram desviados para canto.

Do outro lado, a equipa da Figueira da Foz não conseguiu melhor do que um remate fraco de Carlitos para as mãos de Cristiano, quando se encontrava em boa posição para fazer golo, aos 43 minutos.

O Sp. Braga B entrou mais forte na etapa complementar, com Tomás Dabó em destaque no lado direito do ataque. Chegou muitas vezes à linha de fundo, mas os cruzamentos não originaram lances de perigo.

A Naval respondeu aos 53 minutos, através de um remate cruzado de João Pedro, que passou perto da baliza minhota. O Sp. Braga B continuou a mostrar alguma superioridade e esteve perto de marcar, por intermédio de um livre de Guilherme, que rasou a barra.

Mas, nos últimos dez minutos foi a Naval que dispôs das melhores oportunidades para decidir o jogo a seu favor. Aos 83 minutos, Tozé Marreco, junto à pequena área, rematou muito por cima. No minuto seguinte, foi Vitor Alves que, com um cabeceamento de cima para baixo, provocou defesa difícil de Cristiano

Sp. Braga B-Naval, 0-0
Jogo no Estádio 1º de Maio, em Braga
Assistência: cerca de 2.000 espectadores
Árbitro: João Ferreira (Setúbal)


Equipas:
Sp. Braga B: Cristiano; Florent (Afonso Figueiredo 85'), Gonçalo Silva, Aníbal Capela e Guilherme; Victor Nikiema (Tiago Ribeiro 73'), Mauro, Tomás Dabó e Edson Rivera; Zé Manuel (Diogo Ribeiro 56') e Manoel
(Suplentes: Pedro Cavadas, Palmeira, Afonso Figueiredo, Tiago Ribeiro, Nuno Valente, Diogo Ribeiro e Xavier)
Treinador: Artur Jorge


Naval: Ricardo Neves; Vitor Alves, Diogo Vila, Tikito e Luís Tinoco; Felipe Melo, Leandrinho (Regula 65'), André Fontes e Carlitos (André Carvalhas 86'); João Pedro e Roberto (Tozé Marreco 71')
(Suplentes: Guilherme, Diogo da Silva, João Martins, Regula, Bruno Di Paula, André Carvalhas, Tozé Marreco)
Treinador: João Almeida


Ação disciplinar: Cartão amarelo para Victor Nikiema (10), João Pedro (47), Felipe Melo (49) e Guilherme (60)

Fonte: Record

Empate (1-1) frente ao Tocha


A Naval empatou, esta quinta-feira, com a União Desportiva da Tocha a um golo, em jogo particular de preparação disputado no Complexo Desportivo da Tocha.

Depois de uma primeira parte sem golos, a turma da Figueira da Foz adiantou-se no marcador aos 60 minutos, com um golo de Tozé Marreco [na foto], mas os donos da casa estabeleceram a igualdade ao minuto 80, por Tiago.

Entretanto, a equipa da Figueira da Foz vai enviar à Liga Portuguesa Futebol Profissional e o Conselho de Disciplina da Federação uma exposição acompanhada de vídeo sobre as incidências ocorridas na partida com o Santa Clara, da jornada inaugural da II Liga.

O encontro entre figueirenses e açorianos foi dirigido pelo árbitro Artur Soares Dias, com o Santa Clara a vencer por 3-1, com todos os golos a serem obtidos da marca de grande penalidade, tendo ainda a Naval visto dois dirigentes e um jogador expulsos.

No próximo domingo, a equipa da Figueira da Foz visita a equipa B do Sporting de Braga.

Fonte: Record

Diretor geral da SAD da Naval suspenso um mês


Além da suspensão, Armando Guindeira terá ainda de pagar uma multa de 510 euros, o mesmo valor que terá de despender o diretor desportivo dos figueirenses, Rui Amaro, que foi suspenso por 10 dias.
O diretor geral da SAD da Naval, Armando Guindeira, foi suspenso por um mês, após o encontro com o Santa Clara, da primeira jornada da II Liga, informou esta terça-feira o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

Os dois dirigentes foram castigados por "lesão da honra e da reputação", previsto no artigo 136º do regulamento disciplinar.

No mesmo comunicado, o CD da FPF anunciou o castigo de um jogo de suspensão para sete jogadores, com destaque para o chileno Diego Rubio, expulso no encontro do Sporting B com a Oliveirense.

Fonte: O Jogo

Próximo Jogo, Sp. Braga B - Naval

Sp. Braga B - Naval

Domingo, 19 de Agosto
18H
Estádio Municipal de Braga

Santa Clara vence Naval (3-1) com três penalties

Mais fotos no Facebook oficial d´O Navalista

Um jogo eletrizante, com muitos nervos à flor da pele. Foi assim a estreia de Naval e Santa Clara na 2.ª Liga, que terminou com um triunfo para a equipa açoriana por 3-1.
O conjunto da Figueira da Foz, a jogar em casa, ainda se colocou em vantagem por Picito, aos 13 minutos, porém, tudo se alterou com uma reviravolta no marcador após três... grandes penalidades apitadas pelo juiz Artur Soares Dias e que motivou muitos protestos por parte dos figueirenses.
Reguila empatou aos 26 minutos, e na segunda parte Porcellis bisou (85 e 90+2), através de grandes penalidades que levaram á expulsão do lateral-direito Mesquita.
Este último golo de penalty dos açorianos colocou em estado de nervos o banco dos figueirenses, que, por sua vez levou também à expulsão de dois elementos: o delegado ao jogo Armando Guindeira e o secretário técnico Rui Amaro. 

Fonte: A Bola

Lugares cativos

A Associação tem já à disposição os lugares CATIVOS para sócios. As opções são:

  • Lugar Cativo na Bancada Coberta (1 lugar): 45,00 Euros (acresce a quota mensal de sócio)
  • Camarote (4 lugares)*
  • Tribuna (10 lugares)*

*Peça cotações para os Camarotes e Tribuna. 


Caso deseje adquirir o seu lugar para a época 2012/2013, no Municipal José Bento Pessoa, contacte através do email: geral.naval.sad@gmail.com,  do telefone:  233 422 809 ou Fax: 233 411 065 / 233 429 84.

Esta época, devido ao aumento do número de equipas, são mais os jogos em casa, pelo que os preços são muito convidativos.


Tozé Marreco entre a universidade e os golos

AVANÇADO ESTUDA PSICOLOGIA


O avançado da Naval, Tozé Marreco, vai conciliar a frequência do Curso de Psicologia da Universidade de Coimbra à disputa da 2.ª Liga. "Obter uma licenciatura numa Universidade de referência é um sonho antigo que sempre quis concretizar", enfatizou o jogador, de 25 anos, que obteve deferimento no processo de candidatura à licenciatura e que considera possível ser profissional de futebol e estudante, desde que exista essa vontade.

Depois de cinco anos a jogar em clubes de Espanha, Holanda, Alemanha e Suíça, Tozé Marreco regressou a Portugal para jogar no Desportivo das Aves, primeiro, alinhando depois no U. Madeira, mas só esta época conseguiu, na Figueira da Foz, a proximidade para concretizar um segundo objetivo de carreira.

"Ao longo da minha vida estabeleci dois planos, A e B. O primeiro fazer carreira e ser profissional de futebol, o segundo obter uma licenciatura em psicologia", referiu o internacional sub-21 português, natural de Miranda do Corvo.

Esta época, a possibilidade de jogar na Naval, "à beira de casa" e a "cerca de 40 quilómetros da universidade", promoveu uma rápida decisão por parte de Tozé Marreco: "Não me mereceu nenhuma hesitação e é uma forma de eu poder concretizar esta minha aspiração".

Com mãe e irmão professores, Tozé Marreco cedo ouviu dizer que "os estudos são importantes" e, agora, mesmo sem pensar no final da carreira futebolística, justifica a escolha de um curso de psicologia com a vontade de se manter no mundo do futebol. "Sou um defensor da presença dos psicólogos na estrutura do futebol e do papel importante que podem ter. Estive cinco anos praticamente sozinho no estrangeiro, passei por bons e maus momentos, por isso sei a falta que por vezes fazem", sublinhou.

No entanto, Tozé Marreco aponta como "prioridade" a defesa da Naval e a sua carreira futebolística, sem esquecer o outro sonho: "Quero também demonstrar que quando existe vontade e disposição podemos aspirar a todos os sonhos, por mais difíceis ou longínquos que eles estejam".

Fonte: Record

Próximo Domingo, 12, Naval - Santa Clara


Arouca 0 Naval 0

Mais fotos no Facebook oficial d´O Navalista

Naval passa à 2ª Fase da Taça da Liga


Arouca e Naval empataram este domingo 0-0, em jogo da terceira e última jornada do Grupo B da Taça de Liga, que ditou o afastamento da formação arouquense.

Com este nulo, a equipa da Figueira da Foz venceu a "poule", com cinco pontos, mais um que Sporting da Covilhã, segundo classificado, e Arouca, enquanto o Atlético ficou no quarto posto, com três.

Em Arouca, a Naval fez uma primeira parte mais conseguida, apesar de os anfitriões terem procurado sempre a vitória, sem conseguirem "furar" a forte defesa dos forasteiros.

Aos 15 minutos, Diogo Vila, sem marcação, a escassos centímetros da baliza, desperdiçou a oportunidade para a Naval se adiantar no marcador.

Uma jogada de entendimento entre Amessan e Luís Pinto, aos 20 minutos, colocou os avançados do Arouca na área adversária, mas Amessan não conseguiu concluir o lance da melhor forma.

Aos 25, foi João Pedro que surgiu desmarcado na área arouquense, mas o remate acabou por sair por cima.

Na segunda parte, o Arouca entrou decidido a conquistar a vitória para garantir a permanência nesta competição, com várias jogadas de ataque, invariavelmente conduzidas por Joeano e Luis Pinto.

Ainda assim, o ataque local era travado pela defensiva da Figueira da Foz, com um bom desempenho essencialmente de Tikito e do capitão Carlitos.

Aos 87, Joeano, de livre, obrigou Ricardo a voar para defender para canto e, já nos descontos, o "suplente" André Claro, com uma oportunidade soberana junto à marca de grande penalidade, rematou à figura de Ricardo Neves.

Jogo no Estádio Municipal de Arouca, em Arouca.

Arouca - Naval, 0-0.

Equipas:

- Arouca: Serginho, Luís Dias, Mika, Miguel Ângelo, João Vicente, Bijou (Idris, 46), Laurindo (André Claro, 75), Kovacevic, Luís Pinto, Amessan (Clemente, 60) e Joeano.

(Suplentes: Ricardo, Miguel Oliveira, André Claro, Clemente, Hugo Monteiro, Idris e Gabi).

- Naval 1.º de Maio: Ricardo Neves, Mesquita, Tikito, Diogo Vila, Carlitos, André Fontes (Bruno Di Paula, 70'), Leandrinho, Filipe Melo, João Pedro, Roberto (Tozé Marreco, 69'), André Carvalhas (João Martins, 78) e Tikito (87).

(Suplentes: Guilherme, João Diogo, Pereira, João Martins, Bruno Di Paula, Leo Bonfim e Tozé Marreco).

Árbitro: Olegário Benquerença (Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Diogo Vila (15), Bijou (26), Laurindo (31), Roberto (42), Luís Pinto (45), André Carvalhas (60) e Carlitos (73).

Assistência: cerca de 200 espectadores.

Fonte: Record

Vitor Nogueira e Paulo Regula são reforços

Vitor Nogueira

Vitor Nogueira (ex-Sourense) assinou um compromisso válido com a Naval com a duração de uma temporada. O guardião de 24 anos fecha o quadro de guarda-redes. Foi formado na Académica e  representou ainda Mirandense, Tocha e Sporting de Pombal.

Paulo Regula

Paulo Regula foi cedido por empréstimo pelo Olhanense. O médio, de 23 anos, dividiu o período da sua formação entre Sporting e V. Setúbal, transferindo-se em 2011/2012 para o Olhanense. 

Naval 1 Sp. Covilhã 1

Mais fotos no Facebook Oficial d´O Navalista
Taça da Liga: Naval e Covilhã empatam e deixam decisão para última jornada


A Naval 1º de Maio e o Sporting da Covilhã emparam hoje 1-1, em jogo da segunda jornada do Grupo B da Taça da Liga de futebol, disputado na Figueira da Foz, adiando a decisão de quem passa para a última ronda.
Pimenta, em lance infeliz, colocou os da Figueira da Foz em vantagem, logo aos sete minutos, mas, ao fechar a meia hora inicial, Fabrício empatou, dando justiça ao marcador.
A etapa complementar esteve muito aquém das expetativas, tendo as duas equipas praticamente só dado mostras de querer ganhar no último quarto de hora.
Face a este resultado, Covilhã e Naval lideram o Grupo B com quatro pontos, seguindo-se o Arouca com três e o Atlético sem qualquer ponto. A equipa da Tapadinha é a única eliminada neste grupo, enquanto as restantes três equipas vão lutar pelas duas vagas na última ronda.
A Naval inaugurou o marcador na primeira vez que se abeirou da baliza adversária, com um autogolo de Pimenta, aos sete minutos. Tinoco cruzou, Jorge Batista falhou a interceção o esférico tabelou no extremo da formação serrana.
Os ''leões da serra'' reagiram bem ao golo, alcançaram alguma superioridade no meio-campo, contudo, a melhor oportunidade de chegar novamente ao golo pertenceu aos da casa, ao minuto 27, com Tozé Marreco a desperdiçar na cara de Jorge Batista.
Passados três minutos, Fabrício, assistido por João Rodrigues, estabeleceu a igualdade, resultado com que viriam a terminar os primeiros 45 minutos.
Na segunda metade o Sporting da Covilhã continuou a mandar no jogo fruto da pressão exercida no meio-campo, contudo, os donos da casa não permitiram grandes veleidades.
Na entrada para o último quarto de hora, ambos os técnicos lançaram na partida dois avançados, Roberto (Naval) e Moreira (Covilhã), na tentativa de mudar o curso dos acontecimentos, sem sucesso.

Fonte: Futebol 365