Ulisses vai levar 18 para Luxemburgo

DOIS PARTICULARES NO FIM-DE-SEMANA


Ulisses Morais vai levar 18 jogadores ao Luxemburgo, onde, sábado e domingo, a equipa defronta, respetivamente, o FC Tricolore Gasperich e o FC RM Hamm Benfica, este último para disputa da Coupe BCP.

Igor, Gilmar e Baradji (lesionado), não farão parte do elenco escolhido e esta tarde não participaram no treino de preparação para esta deslocação.

Para além destes, também Paulão, que hoje viajou para o Brasil, e cuja situação ainda não está resolvida no que respeita à sua continuidade, aguardando a Naval uma resposta à proposta apresentada, e Tiago Freitas, Dudu e Fabrício Lopes, estes três cujos vínculos contratuais atingiram o seu termo, também estiveram ausentes do treino e não irão ao Luxemburgo.

Reunião adiada com Paulão

CENTRAL VIAJOU ONTEM PARA O BRASIL

Dificuldades na agenda do presidente Aprígio Santos impediram, ontem, a realização de uma reunião com vista à renovação do contrato com o capitão Paulão.

O jogador, de 26 anos, viaja hoje de manhã para o Brasil e poderá ouvir a proposta da Naval via telefone.

Naval pode contratar cinco a seis jogadores

Fonte: Jornal A Bola

Paulão decidido ao final da tarde


REUNIÃO ENTRE APRÍGIO DOS SANTOS E O DEFESA

Para o fim da tarde desta 3.ª feira está marcada uma reunião entre Aprígio Santos e Paulão, para ser decidida a continuação, ou não, do central brasileiro, que se encontra ao serviço da Naval desde 2006/2007, oriundo do Gama, do Brasil.

Por um lado, tanto o jogador, que tem em carteira vários convites de clubes nacionais e estrangeiros, como o presidente Aprígio Santos, que ainda não colocou Paulão fora do baralho, não puseram de parte a continuação na Naval, mas os valores a negociar, considerando o orçamento do emblema figueirense, podem afastar a hipótese de Ulisses Morais poder contar com o central para a próxima época.

Paulão, de 26 anos aguarda uma proposta da Naval para decidir o seu futuro.

Recorde-se que o jogador foi totalista da época ora finda, não escondendo o contentamento por ter alinhado nos 30 jogos, somando 2700 minutos: "Foi um recorde que recordarei para toda a minha vida. É motivo de grande satisfação ficar, deste modo, ligado à história do clube", confessou a Record.

O jogador, que em 29 jogos teve Diego Ângelo como parceiro no eixo da defesa, mostra-se satisfeito "por ter sido atingido o objectivo que era a manutenção", e atribui a "muito trabalho e descanso nas horas de folga", o facto de não ter falhado um único jogo, tendo marcado três golos e visto a cartolina amarela apenas por uma vez, na 3.ª jornada.

A equipa retoma os treinos esta 4.ª feira a partir das 16 horas, no Bento Pessoa, preparando-se para a deslocação ao Luxemburgo no fim-de-semana.

Três treinos antes do Luxemburgo

COM CONTINUIDADE DE ULISSES MORAIS CERTA

Com treinos de 4.ª a 6.ª feira e participação em dois jogos no Luxemburgo, a decorrerem sábado e domingo, o plantel prepara-se para entrar em férias.


Terminado o campeonato, em que Ulisses cumpriu o principal objetivo, a manutenção, ficando apenas por ser conseguido o desiderato de alcançar a melhor classificação de sempre, já que a Naval se quedou pelo 13.º lugar (a melhor ocorreu em 2007/2008, em que a equipa obteve o 11.º lugar), ultimam-se agora os últimos pormenores para a definição da próxima temporada.

Segundo Ulisses Morais, que vai continuar a orientar a equipa, "não vai haver alterações de fundo", devendo manter-se ao serviço do clube um núcleo de cerca de uma vintena de jogadores.

Para já, a única certeza é a de que João Ribeiro, que foi alvo dum processo disciplinar, e que, nos últimos meses, foi compelido a treinar à parte do restante plantel, vai abandonar após o termo do contrato.

Três folgas antes de viagem ao Luxemburgo

JOGOS COM FC TRICOLORE GASPERICH E FC RM HAMM BENFICA

Com o campeonato terminado e a manutenção garantida, Ulisses Morais concedeu três dias de folga ao plantel, que só regressa ao trabalho na quarta-feira, para dar início à preparação da última etapa da época de 2008/2009.


Por iniciativa da comissão de emigrantes do concelho da Figueira da Foz no Luxemburgo, a equipa principal da Naval desloca-se àquele país, onde sábado, pelas 20 horas, defronta, em jogo-treino, o FC Tricolore Gasperich. No domingo, a partir das 19 horas, será a vez do encontro com o FC RM Hamm Benfica.

O evento integra-se nas comemorações do 90.º aniversário do F.C. Tricolore Gasperich.

Fabrício, Dudu e Tiago Freitas de saída





Os brasileiros Fabrício Lopes, Dudu e Tiago Freitas vão deixar a Naval 1.º de Maio, disse à Lusa o director desportivo do clube figueirense, Nuno Cardoso.

Os contratos de Fabrício Lopes (defesa), Dudu (médio) e Tiago Freitas (avançado) terminam a 30 de Junho e foi-lhes comunicado que o emblema da Figueira da Foz não estava interessado em renovar os vínculos, liberando-os de imediato.

Os três jogadores já não integrarão a comitiva que a 30 e 31 de Maio realiza uma digressão ao Luxemburgo, onde defronta o FC Tricolore e o FC RM Hamm Benfica.

Fonte: O Jogo

Desporto é isto mesmo


O Navalista esteve na sardinhada com a claque da Naval, e realmente o companheirismo foi do melhor, sem duvida. Todos a festejarem esta manutenção.

Mas o nosso Marcha do Vapor registou o momento em que a claque de apoio ao Vitória de Setúbal começou a chegar à Figueira da Foz.

Os autocarros estacionaram a partir do Pavilhão Jorge Galamba Marques descendo em direcção às Abadias.

No meio estava o Campo de Treinos onde já decorria a Churrascada da Naval a comemorar a Manutenção.

A iniciativa partiu dos figueirenses que sem qualquer problema convidaram a falange sadina a integrar o grupo e a provar a sardinha da figueira e mesmo os suínos que desfeitos em febras fumegantes fizeram esquecer a dita gripe.

Desportivismo total e ficámos com a certeza que se um dia acontecer o inverso os figueirenses serão convidados de honra das gentes de Setúbal.

Desporto é isto mesmo…


Fonte: MarchadoVapor e ONavalistano texto inicial

Festa Verde No Municipal Bento Pessoa


Naval e Vitória de Setúbal festejaram no passado Domingo, cada qual á sua maneira e ao seu gosto afinal a I Liga deixou de ser miragem, pelo contrário, é uma realidade bem palpável.

Sabiam-se que as maiores dificuldades caberiam á turma da cidade do Sado, afinal jogavam não só na Figueira mas também na Luz e em Paços de Ferreira.

Dois golos para cada lado, mas nesta altura do campeonato para que é que isso serve, apenas para estatística já que importante mesmo foram o 13 lugar da naval com 29 pontos e o 14 do Setúbal com 26.

Teve de tudo a partida. Começando pelo árbitro que foi num verdadeiro desastre, penalti forçado a favor da Naval, golo limpo anulado (Naval) e golo duvidoso sancionado (Vitória), mas enfim festa é festa e está tudo dito.

No que respeita à Naval e será bom que isto se interiorize mais uma vez a equipa da cidade da Figueira da Foz se manteve na I liga o que acontece pelo 4º ano consecutivo.

Um facto que não é muito normal já que as equipas que têm subido da Liga de Honra há Liga principal não se têm aguentado mais que dois anos.

Aliás diga-se que neste país apenas quatro clubes nunca desceram de divisão, Benfica, Sporting, FCPorto e Naval

Apenas uma referência que nos parece de salientar o Vitória de Setúbal fez-se acompanhar de 15 autocarros e centenas de carros cerca de 2000 pessoas acompanharam a equipa.

Ulisses Morais salienta dignidade profissional


TREINADOR ANUNCIA MELHOR EQUIPA PARA DEFRONTAR SADINOS

O guarda-redes Bruno, o médio Kovacevic e os regressados Godeméche e Diego são os destaques na convocatória da Naval para a recepção ao Vitória de Setúbal, em duelo da 30.ª jornada da Liga.

Face á última convocatória (derrota 1-3 em Coimbra, com a Académica), Ulisses Morais adicionou mais duas unidades - os estreantes Kovacevic e Bruno -, enquanto Godeméche e Diego, que cumpriram um jogo de suspensão, substituem Fabrício e Bolívia.

De fora ficaram ainda, Baradji por impedimento físico, e Dudu, Tiago Rannown e Gilmar, todos por opção técnica.

"A dignidade e comportamento profissional da minha equipa jamais poderão ser postas em causa e isso só o poderemos fazer vencendo o nosso adversário", disse Ulisses Morais, na antevisão da partida com os sadinos. O técnico foi claro: "vencer o Vitória de Setúbal é o nosso objectivo.

Mais importante do que a exibição é a obrigatoriedade que sentimos de fecharmos a época com uma vitória.

Devemos isso ao clube e aos nossos adeptos". Ulisses Morais reconhece que esta partida vai ter uma carga emocional muito grande, embora os interesses das duas equipas sejam bem diferentes.

"Este será o jogo da vida de deles. Vão querer ganhá-lo, mas a Naval, por respeito a si própria, e á verdade desportiva, também vai querer vencer o jogo", assegurou Ulisses Morais, garantindo que a Naval vai apresentar a sua melhor equipa.

"Alinharão os jogadores que eu entendo que serão os melhores do momento e que melhores condições apresentam para vencer a partida. Independentemente de quem vier a ser escolhido, tenho a máxima confiança nas pessoas que comigo trabalham.

Abordaremos a partida com consciência, dignidade e orgulho de profissionais íntegros", finalizou.

Lista dos convocados:

- Guarda-Redes: Peiser, Jorge Batista e Bruno.

- Defesas: Paulão, Daniel Cruz, Carlitos, Igor, Zé Mário, Diego e Real.

- Médios: Lazaroni, Alex Hauw, Kovacevic, Godeméche e Camora.

- Avançados: Michel Simplício, Tiago Freitas, Marcelinho, Márinho e Davide.

Navalcnunca vencerau sadinos em casa


DUAS DERROTAS E UM EMPATE CONTRA O AGORA AFLITO V. SETÚBAL

As estatísticas dizem que a Naval nunca venceu o Vitória de Setúbal, no Bento Pessoa. Na época de estreia dos navalistas na Liga, os sadinos venceram por 3-0, na temporada seguinte voltou a registar-se uma derrota dos figueirenses por 1-2, e na época transacta verificou-se uma igualdade a zero.

O Vitória tem sido particularmente feliz na Figueira da Foz, mas a equipa de Ulisses Morais, apesar dos visitantes se encontrarem numa posição ingrata na tabela, não vai facilitar e tem treinado com grande entrega dos jogadores para o jogo do próximo sábado, que encerra o campeonato.

Bolívia já subiu ao relvado na manhá desta 5,ª feira, fazendo treino específico com o fisioterapeuta Luís Pinto.

Salários em atraso - Nove clubes arriscam exclusão das competições profissionais

Lisboa, 21 Mai (Lusa) - Nove clubes registam atraso no pagamento de salários aos jogadores, arriscando a exclusão das competições profissionais ou desclassificação, a três dias do final da Liga e da Liga de Honra.


A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) determinou, nos pressupostos financeiros de candidatura aos dois escalões profissionais, que os clubes têm de fazer prova da inexistência de dívidas aos seus jogadores na época em curso.

Nos processos de candidatura a apresentar até 1 de Junho na Liga os clubes ou SAD têm de fazer prova que no final dos campeonatos, domingo 24 de Maio, tinham honrado os compromissos salariais com todos os jogadores.

No topo dos incumpridores surge o Estrela da Amadora, quarta-feira punido com a subtracção de três pontos por incumprimento fiscal, que apenas pagou parte de um mês aos jogadores, que receberam ainda um valor referente a dois meses através do Fundo de Garantia Salarial, do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF).

Apesar de contar com uma nova Comissão de Gestão, o "aflito" Vitória de Setúbal ainda detém cerca de quatro meses de ordenados em atraso, mesmo depois de ter pago, a 14 de Maio, metade de um salário.

Belenenses, que ainda luta pela permanência na Liga, e o tranquilo Leixões pagaram o mês de Fevereiro, enquanto a Naval 1.º de Maio saldou recentemente metade dos vencimentos de Março.

No emblema figueirense, os jogadores com vínculo para a próxima época "acordaram" receber os vencimentos dos últimos meses de competição durante a interrupção do campeonato, enquanto a direcção assumiu a responsabilidade de saldar estes ordenados até domingo, a quem termina contrato.

Na Liga de Honra, além do Boavista, que deve seis meses, também o Varzim regista quatro meses de atraso, enquanto o Beira-Mar pagou pela última vez o mês de Janeiro e o Estoril-Praia saldou recentemente metade do mês de Fevereiro.

Caso os clubes não consigam provar a inexistência de dívidas aos jogadores, segundo a LPFP, incorrem em sanções que passam pela desclassificação à divisão inferior na temporada 2009/10, a perda do direito de promoção ou a exclusão das competições profissionais.

Os novos pressupostos financeiros determinam também que a massa salarial não pode exceder 70 por cento das receitas ordinárias, as quais têm de cobrir igualmente todas as outras despesas ordinárias.

Os clubes vão ser mais fiscalizados por parte da Liga e até a 01 de Março de 2010 estão obrigados a apresentar as suas contas no organismo, que as verificará através de uma comissão própria.

Clubes e SAD ficam também obrigados a apresentar garantias bancárias de 10 por cento do total dos seus orçamentos para época 2009/10, bem como certidões do Fisco e da Segurança Social a atestar a inexistência de dívidas.

Os processos de candidatura devem ser entregues até 01 de Junho de 2009 e a LPFP divulgará quais as equipas inscritas nas duas provas até 30 de Junho.

Primeira Liga

Clube Vencimentos em atraso
Estrela da Amadora Nove meses
Vitória de Setúbal Cerca de quatro meses
Belenenses Dois meses
Leixões Dois meses
Naval 1º de Maio Um mês e meio

Liga de Honra

Clube Vencimentos em atraso
Boavista Seis meses
Varzim Quatro meses
Beira-Mar Três meses
Estoril-Praia Dois meses e meio

Vamos aguardar que a Naval, resolva este problema até ao final de Domingo, para que não seja desqualificada. Força Aprígio e dirigentes da Naval.

Fonte: Lusa/fim

Bolívar deve falhar jogo de sábado

AVANÇADO, LESIONADO, ESTEVE AUSENTE DO TREINO

O avançado Bolívia, que no jogo com a Académica, na última jornada, sofreu um traumatismo nos gémeos da perna esquerda, esteve ontem ausente do treino e não deve defrontar o V. Setúbal.

Com 23 anos, o brasileiro fez a sua primeira época no futebol português, registando 25 jogos no campeonato, mas apenas 2 golos.

Tem sido, contudo, uma opção frequente para o treinador Ulisses Morais, que ontem voltou ao trabalho com o plantel, começando a preparar o jogo com o V. Setúbal, com a intenção de contrariar a tendência dos sadinos para serem bem sucedidos no José Bento Pessoa.

Guarda-redes

Os responsáveis do clube já vão, entretanto, começar a estruturar o plantel da próxima época, sendo provável que o guarda-redes Ricardo, da equipa de juniores, integre o grupo principal.

O brasileiro, de 18 anos e natural de Curitiba, contribuiu, com exibições de mérito, para a subida dos figueirenses ao principal escalão de juniores.

João Ribeiro confirma proposta...

João Ribeiro, avançado da Naval 1.º de Maio, confirmou hoje à Agência Lusa ter recebido uma proposta da Académica, bem como de outras equipas, para a próxima época.

“Recebi uma proposta da Académica, mas tenho também outros clubes interessados. Na Naval, não fico. Ainda não decidi para onde ir, mas para a semana conto fazê-lo”, disse o jogador, que termina contrato com os figueirenses.

A concretizar-se a transferência, o jogador poderá colmatar a eventual saída do avançado Lito, dado que o cabo-verdiano poderá abandonar Coimbra.

O melhor marcador dos “estudantes” disse à Agência Lusa que tem uma proposta de um clube árabe, mas ainda não encerrou as portas à Académica, esperando conversar com a direcção até ao final da semana para decidir sobre uma proposta apresentada pelo clube.

Se a Académica contratar João Ribeiro, ganhará com a sua juventude, uma vez que o jogador vai fazer 22 anos em Agosto, enquanto Lito conta já 34.

Fonte próxima da direcção informou também que até ao final da semana se saberá o nome do próximo treinador da “Briosa”, mas que o mesmo só deverá ser apresentado depois de Domingos

Paciência terminar funções, após 31 de Maio.

Fonte: Jornal O Jogo

Naval encerra temporada com digressão ao Luxemburgo


A equipa de futebol da Naval 1º de Maio vai em digressão ao Luxemburgo, onde competirá nos dias 30 e 31 de Maio, disse à Agência Lusa o director desportivo, Nuno Cardoso.

O convite ao clube da Figueira da Foz foi feito pela Comissão de Emigrantes do Concelho da Figueira da Foz no Luxemburgo, inserindo-se nas festividades do 90º Aniversário do FC Tricolore Gasperich.

Os figueirenses jogarão no dia 30 uma partida de 45 minutos frente ao FC Tricolore Gasperich e no dia seguinte defrontam o FC RM Hamm Benfica, estando em disputa a Taça BCP.

Entretanto, a Naval continua a preparar a derradeira jornada da Liga, na qual receberá o Vitória de Setúbal, numa partida em que os sadinos ainda discutem a permanência na Liga principal.

Baradji e Bolívia estão indisponíveis para defrontar a turma da cidade do Sado, de resto o encontro servirá provavelmente de despedida a vários dos profissionais navalistas que terminam com o clube da Figueira da Foz o seu contrato.

Paulão, Lazaroni e Carlitos, estes com propostas de renovação, Fabrício, Dudu, Tiago Freitas, Igor, João Ribeiro, Hugo Santos (emprestado ao Portimonense), Zé Mário e Camora terminam o seu vínculo contratual com o clube. Lazaroni, Igor, Hugo Santos, Zé Mário e Camora têm cláusula de opção.

O jogo entre Naval 1.º de Maio, 12.º com 28 pontos, e Vitória de Setúbal, 14.º com 25, realiza-se no sábado pela 19:45 na Figueira da Foz, sob a arbitragem de Carlos Xistra, Castelo Branco.

Juniores da Naval na luta pelo Titulo Nacional


A formação de Juniores da Naval venceu esta tarde o Alverca por 1-0, tento solitário apontado por Zé Ricardo da marca de grande penalidade.

Face a este triunfo a turma da Figueira da Foz sagrou-se vencedora da Zona 4 com 12 pontos, classificando-se em 2º lugar o Alverca com 8, (beneficiou da derrota do Loures no Algarve por 2-0) conquistando a subida à I Divisão

A próxima fase – disputa do titulo - tem inicio no próximo sábado, Naval desloca-se a Odivelas e conta com a participação das formações da Naval, Odivelas, Varzim e Feirense.

Quanto ao jogo com os ribatejanos, vitória justa dos figueirenses que foi a equipa que teve maior ascendente na partida e mais procurou o golo.

Golo que veio a surgir na segunda metade da partida através de uma grande penalidade indiscutível que foi cobrada com êxito por Zé Ricardo.

Em frente rapazes, não há memória, se é que alguma vez aconteceu a existência de um Título Nacional na modalidade do futebol na Naval.



Morreu Cândido Heleno

Mais um amigo que parte.

Cândido Heleno faleceu esta manhã.

A doença venceu-o.

A Naval perdeu um dos seus mais dedicados associados.

A seguir à família a Naval era a grande dedicação da sua vida.

Aquele clube foi tudo para ele. Desportista, director, seccionista, formador, treinador, foi talvez um dos desportistas que mais títulos nacionais entregaram ao património histórico navalista.

Depois de aposentado e após regressar da Alemanha, Cândido Heleno montou uma pequena oficina no estádio e era assim que passava o seu tempo a servir o clube a servir os seus atletas.

Morreu um homem bom… Paz à sua alma.

Carlos Xistra Árbitros para a 30ª e última jornada


O albicastrense Carlos Xistra vai ajuizar o Vitória de Setúbal (antepenúltimo), que defronta a Naval 1.º de Maio, na Figueira da Foz.
Ficam as estatísticas do Árbito que apita o jogo de Festa para a Naval 1º de Maio.

Bolívia em tratamento


Fonte: Jornal A bola Online.

Criação de SAD é prioritária


SEGUNDO O PRESIDENTE APRÍGIO SANTOS

A constituição de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD) é facto prioritário para manter o futebol da Naval 1.º de Maio ao actual nível, disse à Agência Lusa o presidente do clube da Figueira da Foz, Aprígio Santos.

"A constituição de uma SAD é assunto prioritário para a Naval. O futebol tem de ter subsistência própria e a criação de uma SAD é irreversível para o clube, mas não só, também a criação de infra-estruturas desportivas. Sem estes dois vectores não pode existir garantia de futuro", explicou.

Poucas horas após ter garantido a manutenção na Liga, apesar do desaire por 3-1 em Coimbra, frente à Académica, o presidente da Naval confessa viver sentimentos contraditórios, de alegria e amargura.

"Sinto alegria pelo clube, por uma vez mais ter alcançado a permanência, o que acontece pela quarta temporada consecutiva. Este tem sido o nosso campeonato", frisou.

Ainda assim, existem problemas: "Fizemos tudo sozinhos, sem o apoio de ninguém. Não posso esquecer a amargura que isso me provoca", lamentou.

Quanto à equipa de futebol para 2009/2010, Aprígio diz que a temporada vai ser preparada atempadamente e promete grandes alterações.

Oito jogadores terminam contrato com o clube da Figueira da Foz, nomeadamente Paulão, Carlitos, Lazaroni, Tiago Freitas, Fabrício, Igor, José Mário e João Ribeiro.

Paulão, Lazaroni e Carlitos receberam já propostas de renovação, uma vez que o clube considera prioritária a sua continuidade.

"Dentro de dias reunirei com Ulisses Morais (o treinador) para fazer o ponto da situação. Temos muitas observações feitas e muitos jogadores referenciados", finalizou Aprígio Santos.

Aprígio Santos: «Equipa está de parabéns»

LÍDER DA NAVAL PROMETE FESTA RIJA PELA MANUTENÇÃO

Aprígio Santos, presidente da Naval, promete festa rija no final do próximo jogo com o Vitória de Setúbal, para assinalar a manutenção da equipa na Liga Sagres, pela 5.ª época consecutiva.

O líder dos figueirenses disse a Record que "a equipa está de parabéns por mais este feito", acrescentando: "A Naval continua a dar o seu contributo para divulgação da Figueira da Foz, valorizando o desporto nacional."

Ulisses, para o confronto com os sadinos, já pode contar com Diego Ângelo e Godemèche, que regressam após ter cumprido um jogo de castigo.

Força Naval, vamos fazer uma festa de arromba. Vamos a isso..... NAVAL NAVAL

Fonte: Jornal Record, com alterações de "ONavalista"

Prenda para 116.º aniversário

MANUTENÇÃO FOI ALCANÇADA

O emblema figueirense, que este mês completou 116 anos de existência, recebeu, como prenda de aniversário, a sua continuação no principal escalão do futebol nacional, o que consegue pela quinta época consecutiva.

Mesmo perdendo com o seu eterno rival, a Académica, o que aconteceu pela primeira vez no Estádio Cidade de Coimbra, os navalistas alcançaram a manutenção, já que o Trofense foi batido pelos campeões nacionais.

Não foi uma segunda volta feliz, já que os pupilos de Ulisses Morais não conseguiram aliar a algumas exibições bem conseguidas, os resultados correspondentes, somando apenas nove pontos, correspondentes a duas vitórias, três empates e nove derrotas.

Como prémio pela permanência, Ulisses concedeu folga aos atletas, só recomeçando os trabalhos terça-feira, pelas 16 horas, no Bento Pessoa.

Paulão e Lazaroni abordados


ESTÃO EM FIM DE CONTRATO COM A NAVAL

Numa altura em que os objetivos traçados para esta época já foram alcançados há muito, a direção da Académica encontra-se já em campo a pensar na reformulação do plantel para a próxima época.

Paulão e Lazaroni, ambos brasileiros e em final de contrato com a Naval, foram recentemente abordados, sabe Record.

Ambos preenchiam atributos pretendidos pelos responsáveis da Briosa (até pelas posições que ocupam no campo), mas a Académica, numa primeira instância, rejeitou avançar com as negociações.

A intenção de ambos os atletas esbarrou na contenção orçamental dos estudantes, que não pretendem ultrapassar o teto de vencimentos atual.



É, por isso, muito pouco provável que nos próximos dias a direção liderada por José Eduardo Simões volte a abordar o assunto e que já tenha dado por encerrado os dois processos.

Sobre o assunto, Paulão confirmou, após o jogo, que tem "convites de alguns clubes", mas lembrou que "o campeonato ainda não acabou", dando a entender que só depois de terminada a Liga, falará sobre o futuro.

Fomos os Unicos

Muito engraçada a noticia do Infodesporto numa ficha completa da época que o FC Porto, realizou este ano na Liga Sagres.


Quase na ultima linha vêm lá este grande feito único - Único Só a Naval 1º de Maio pode gabar-se de ter derrotado o FC Porto em casa, esta época, na Liga Sagres. Mas, mais do que isso, este jogo marcou uma viragem na temporada dos azuis e brancos, que nunca mais perderam no campeonato.

Fica para a história este grande feito, em que mesmo o próprio Daniel Cruz, sabe como fez. Calhou bem... Mas é sempre bom recordar e nunca mais sairá da própria história da Naval e do futebol.

Está de Parabens o Daniel Cruz, por deixar um marca para toda a história.

Naval garante objectivo Liga mas ainda não a festa



No Ultimo Sábado, a Naval 1º de Maio garantiu a permanência na Liga Sagres, não pelo resultado do derbi da zona centro, mas sim, por resultado eficaz que o Porto, obteve com o Trofense.

A Naval, foi até coimbra, com falta de Diego como central, com a entrada de João Real para seu lugar.

A Naval, a não começar mal o jogo e logo aos 26 minutos a realizar um golo, onde foi canto contra a Académica. Pedro Roma ainda consegue deter um cabeceamento de Davide, mas na recarga surge Paulão a inaugurar o marcador.

Depois de marcar, a Naval recuou ainda mais as linhas e a Académica pressiona mas sem sucesso.
Chegamos ao intervalo e nem Naval nem Académica demonstravam grande oportunidades de golo.


Logo á entrada no jogo após intervalo a ACADÉMICA faz substituição Sai: William Tiero e Entra: Carlos Saleiro. Uma boa entrada da Académica que ganha dois cantos consecutivos. Defensiva da Naval chega para as encomendas e neutraliza o perigo.

Ainda aos 56 minutos Camora surge isolado na grande área na sequência de um livre e acerta no poste da baliza de Pedro Roma. Azar para os Figueirenses.

A partir dai o feitiço virou-se contra a Naval, que até ali controlava o jogo. Logo 2 golos com espaço de 2 minutos entre um e outro.
Primeiro antes dos golos aos 57 minutos a Académica faz nova substituição, Sai: Miguel Pedro Entra: Éder
Passou pouco tempo aos 62 minutos golo de Éder. Pouco tempo depois de entrar em campo, Éder aproveita um canto para reestabelecer o empate.

Logo a seguir aos 64 minutos Sougou marca. Éder desmarca Sougou que, perante a saída de Peiser, coloca a Académica em vantagem.

Aos 67 minutos Ulisses Morais, tenta colocar os seu Pupilos a trabalhar melhor com a saída de Davide e Entra: Marinho.

Mas viria mais um revés no resultado, aos 70 minutos a Académica por Carlos Saleiro marcou. Sougou ganha um ressalto, vai à linha e cruza para Carlos Saleiro, que remata de primeira à meia volta.

Ulisses a fazer contas á vida lança mais ataque mas sem sucesso, aos 71 minutos Sai: Camora Entra: Michel Simplício.

Ultima oportunidade para Ulisses tentar reorganizar as tropas, com a saída aos 83 minutos de
Bolívia Entrava Fabrício Lopes, mas sem qualquer resultado.

Naval a com grande desconcentração ao sofrer o primeiro golo, depois disso foi desaire total. Mas mesmo com o resultado negativo no derbi a Naval a conseguir o objectivo para este ano, a permanência na Liga.

Ainda não fez a festa mas vamos aguardar pelo Jornada 30, com o Vitória de Setúbal para fazer uma grande festa. Agradecimentos a todos que até aqui se esforçaram para que a Naval consegui-se mais um vez concretizar o objectivo.


Como diz o nosso amigo marchante Rogério - No próximo fim-de-semana termina o campeonato, aconteça o que acontecer, a Naval merece que se lhe dê os parabéns.

Afinal uma equipa órfã de apoios, deserdada e odiada por uma cidade que outra coisa não faz do que demonstrar-lhe desprezo, pelo 4º ano consecutivo consegue manter-se no principal patamar futebolístico nacional.Mas isto não invalida que se faça uma profunda reflexão, a Naval merece muito mais do que isto, é um clube de prestígio e não pode ser gato-sapato nas questiúnculas do trazer por casa e muito menos feira de vaidades para quem quer que seja.

Obrigado a todos vocês "Onavalista".

NAVAL VENCE TORNEIO DE ESCOLAS DA ARBL


Realizou-se, na em Coimbra a Final do Torneio de Escolas da Associação de Remo da Beira Litoral.

A Naval participou com 37 atletas, nesta prova e com 47 no total de todo o torneio constituído por 6 provas.

Os resultados dos atletas da Naval na Final foram os seguintes:

Escalão 0 Fem. – 2ª Catarina Silva.

Escalão 1 Fem. – 1ª Soraia Moreira; 2ª Bianca Mendes; 3ª Olga Vieira; 4ª Ana Stalberg; 5º Mafalda Maia; 6ª Eliana Lima e 7ª Diana Simões.

Escalão 1 Masc. – 4º Rodrigo Mota; 7º André Jesus; 8º Pedro Ivan Pereira; 9º Rafael Graça Carvalho; 10º Hugo Reis e 11º Francisco Baião.

Escalão 2 Fem. – 1º Carolina Almeida e 5ª Cristiana Lopes.

Escalão 2 Masc. – 2º Luis Lopes; 7º João Simões; 10º Nuno Gomes; 12º Francisco Oliveira; 13º Fábio Eva; 14º Manuel Silva; 15º Carlos Lourenço e 16º Francisco Azenha.

Escalão 3 Fem. – 4ª Rafaela Lemos; 6ª Joana Gomes e 7º Kelly Reguino.

Escalão 3 Masc. – 4º Karl Stahlberg; 7º Fábio Gomes; 10º João Fonseca; 11º Mário Simões; 14º Flávio Rentão e 16º Nicolau Costa.

Escalão 4 Fem. – 1ª Cristelle Reguino.


Escalão 4 Masc. – 4º Alexandre Bisignamo; 5º David Fiuza e 6º Rui Ferreira.

Na classificação geral a Naval classificou-se em 1º lugar com 1332 pontos seguido da Académica com 1234 e o Ginásio com 651.

A nível da classificação geral individual a Naval conseguiu 4 primeiros lugares, a Académica também 4 e o Ginásio 2.

Neste torneio que foi o mais competitivo de sempre a Naval conseguiu uma pontuação nunca antes atingida por nenhum clube.

Estão assim de parabéns todos os atletas e técnicos (Robert de Rooij, Sofia Monteiro e Valdemar Costa) que, conseguiram ao longo de todo o torneio gerir de uma forma eficiente a frota do clube que se tornou escassa, devido ao número de atletas inscritos.

Ponto a ter atenção: A Naval tem já abertas inscrições para as Escolas de Remo que irão disputar este torneio na próxima época.

Paulão ausente dos trabalhos


CENTRAL COM QUEIXAS NA PERNA DIREITA

Paulão, que ontem abandonara o treino com queixas na perna direita, não participou na sessão de hoje no Bento Pessoa, o que leva a colocar dúvidas sobre a sua convocatória para o jogo no "Cidade de Coimbra".

O departamento de futebol profissional do clube anunciou que, ao fim da tarde, será emitido um boletim clínico que poderá elucidar a situação.

Caso Paulão não participe no jogo com a Académica, será, pela primeira vez, esta época, desfeita a dupla de centrais, já que Diego Ângelo também não vai alinhar devido a castigo.

O Navalista deseja rápidas melhoras ao nosso grande defesa, Paulão e que jogue no Sábado.

Fonte: Jornal Record

Jornal Francês anuncia irmão de Cissokho próximo da Naval


Naval desmente interesse

“Que eu saiba não existe neste momento qualquer interesse da Naval ou mesmo qualquer contacto com o jogador Issa Cissokho ou alguém que o represente no sentido de o jogador poder vir representar a Naval” palavras de Nuno Cardoso proferidas ontem no decorrer do treino da Naval, desvalorizando as notícias vinculadas pelo diário francês “Au Jour D’Hui Sport” .

Refira-se que o clube figueirense sobre a próxima temporada tem mantido um manto de silêncio, o que não será facto novo na prática dos navalistas, todavia, entende-se, já que, de momento desconhece-se em que escalão competitivo competirão os figueirenses na temporada 2009/10.

PS: Uma coisa vos digo, a montagem da imagem de tirar a cabeça do Paulão e colocar a do irmão do Cissokho é que não muito própria, mas aceita-se razoavelmente. "Onavalista"

Juniores da Naval a um passo da I Divisão


Excelente e oportuna a vitória, 3 – 0, da equipa de juniores da Naval esta tarde frente ao Lusitano de Vila Real de Santo António que permitiu á turma da Figueira da Foz reforçar a sua posição na liderança da série.

Face ao empate no outro jogo da série (Alverca x Loures, 3-3) a turma navalista está numa excelente posição de conquistar o objectivo com que iniciou a temporada de voltar a competir novamente no Nacional da I Divisão de Juniores A.

Depois dos graves problemas porque passou a formação navalista parece que a equipa está bastante motivada em querer demonstrar a quem a quis penalizar de forma injusta expulsando-a da competição.

Quanto á partida dois golos de bola parada, César e André Sousa deram a vantagem de 2-0 com que terminou a etapa inicial. Ao quarto minuto da etapa complementar Gato sentenciou em definitivo o encontro.

Entretanto há pequenas grandes coisas que por vezes revelam o grande carácter das pessoas. Hoje tal como na passada terça-feira os jovens navalistas fizeram prova disso mesmo quando marcaram os seus golos.

Após concretizarem os tentos César e André Sousa correram até á linha lateral e abraçaram e dedicaram os golos marcados ao treinador que os liderou na primeira fase, Nuno Verdete, posteriormente afastado do comando da equipa depois do célebre caso dos dois minutos.

Na próxima jornada a Naval desloca-se a Loures no próximo sábado e na terça-feira recebe na Figueira da Foz o Alverca esperando-se que este jogo seja o da grande festa de regresso à I Divisão.

Paulão sai queixoso do treino

MÉDICO ASSEGURA QUE NÃO É PREOCUPANTE

O central Paulão assustou no treino matutino no Bento Pessoa, abandonando mais cedo a sessão, queixando-se de dores na perna direita, embora a situação não seja preocupante, como salientou o médico do clube Pedro Santos, que reservou para hoje um boletim clínico divulgando a situação.

Paulão é o único totalista da equipa, com 2.520 minutos na Liga Sagres, tendo marcado dois golos e apenas sendo admoestado com um cartão amarelo em 28 jornadas. Aconteceu na 3.ª ronda, na vitória sobre o Trofense.

A equipa voltou ao trabalho depois dum dia de folga, preparando-se para a deslocação ao "Cidade de Coimbra", no próximo sábado.

Trio de ausentes frente à Académica


FIGUEIRENSES A 1 PONTO DA MANUTENÇÃO

A duas jornadas do final do campeonato, os figueirenses voltam a ter a oportunidade de assegurarem a manutenção, já que lhes falta apenas um ponto para conseguirem esse desiderato.
Todavia, caso o Trofense não pontue frente ao FC Porto, a permanência fica garantida seja qual for a pontuação que os pupilos de Ulisses venham a obter até à derradeira jornada.

Para o clássico regional, no Estádio Cidade de Coimbra, a Naval não pode contar com Diego Ângelo e Godemèche, castigados com um jogo de suspensão, assim como com Baradji, a recuperar duma lesão.

Na última ronda, aumentaram os jogadores em risco de exclusão, casos de Dudu, Carlitos, Daniel Cruz e Davide.

Diego e Godemèche falham Académica


DUPLA VIU 5.º AMARELO FRENTE AO ESTRELA

A equipa de Ulisses Morais teve o pássaro na mão mas deixou fugir a oportunidade de arrumar, em definitivo, a questão da permanência. Se a questão da manutenção no principal escalão do futebol português não ficou hipotecada, ficou, para já, adiada, quando faltam duas jornadas para o termo do campeonato.

E se o jogo com o Estrela não deixou sequelas de ordem física, trouxe-as, contudo, de índole disciplinar, já que Diego Ângelo e Godemèche, por terem visto o quinto cartão amarelo, estão impedidos de defrontrar a Académica.

O Navalista de Regresso


Olá a todos os Navalistas...

Pedindo desde já as minhas sinceras desculpas pela demora da actualização do blog, mas como sabem a doença não permitiu. Mas cá estou eu de volta a tentar colocar tudo no lugar e adicionar todas as novidades deste grande clube que é a Naval 1º de Maio.

Sabemos que estamos a 1 ponto da Manutenção, mas vamos acreditar que vamos fazer história em Coimbra, frente à Académica. Vamos lá e levamos a vitória para a Figueira da Foz. Vai ser um jogo de arromba.

Só deixo um incentivo a todos os jogadores, a fim de demonstrarem que se for necessário comer relva para ganhar, para lutar e para conquistar, faça-no o que vos impede disso ???

Força Naval vamos a isso...

Matematicamente... Naval precisa de conquistar um ponto

A Naval pode eventualmente não fazer mais nenhum ponto e os 28 actuais serem suficientes para assegurar a manutenção, contudo, em termos matemáticos ou seja de forma mais exacta para não haver percalços os figueirenses precisam somar mais um ponto, pelo menos, até á conclusão da próxima jornada.

Encerrada a 28ª jornada da Liga com o Belenenses a ser goleado em casa pelo Sporting de Braga já se podem fazer contas certas em relação ao futuro ou seja ás 29ª e 30ª Jornada no que diz respeito ás contas da manutenção no que respeita á Naval.

Em termos matemáticos, o Belenenses o máximo de pontos que poderá fazer são 27, logo as equipas que terão de se acautelar são o V Setúbal e o Rio Ave que ainda não os atingiram, logo a Naval só terá de se acautelar (neste momento) perante o Trofense.

No que diz resposta á turma da Trofa actualmente com 23 pontos e a possibilidade de somar mais seis pontos – 29 - para isso tem de vencer o F C Porto (casa) e Paços Ferreira (fora) pode ultrapassar a Naval que tem de momento 28.

Assim a turma da Figueira da Foz na pior das hipóteses necessita apenas de conquistar 1 ponto nos dois jogos que lhe faltam, Académica (fora) e V Setúbal (casa) pois em caso de empate com o Trofense a Naval terá vantagem.Entretanto outros cenários se poderão colocar, nomeadamente a luta que certamente vai haver entre Belenenses, Trofense, Vitória de Setúbal e Rio Ave, contudo luta que de forma alguma não beliscará a Naval.

Blog Suspenso Até dia 11-05-2009

Boa Tarde a todos os Navalistas que visitam onavalista diariamente e que desde já algum tempo não obtêm novidades da nossa Naval.

Desde já o meu pedido de desculpas mas como me encontro doente com alguma gravidade o blog vai estar á deriva até dia 11 deste mês. Espero quando voltar estar muito melhor e ai posso continuar com este projecto.

Obrigado

O Navalista