Calendário Liga Orangina 2011-2012

Fonte: LPFP

Calendário Bwin Cup - 1ª fase

Fonte: LPFP

Jogos de Pré- Época

Jogos de Preparação

Jogo
Data
Hora
Local
Naval vs Oliveirense
09/07/2011
10:00
Figueira da Foz
Naval vs Tourizense
13/07/2011
17:00
Nelas
Naval vs Sp. Covilhã
16/07/2011
17:00
Nelas
Canas de Senhorim vs Naval
17/07/2011
?
Canas de Senhorim
União de Leiria vs Naval
20/07/2011
?
Gouveia
Naval vs Beira Mar
23/07/2011
?
Figueira da Foz
(Apresentação)

Nota: Estágio em Nelas a partir de 10 de Julho.

Daniel Ramos: «Queremos lutar pela subida de divisão»

APRESENTADO NA FIGUEIRA DA FOZ



Daniel Ramos foi apresentado esta quarta-feira como novo treinador da equipa figueirense. Pouco tempo antes do 1.º treino, o ex-técnico do U. Madeira procurou traçar os objetivos para a nova temporada.
“Queremos jogar para os primeiros lugares, ser competitivos e dignificar sempre a instituição”, referiu o treinador, de 40 anos, ciente das dificuldades que vai encontrar neste projeto. “Saíram muitos jogadores o que, obviamente, é um problemas. Mas penso que com um bom recrutamento e trabalho de equipa podemos ter sucesso. A minha motivação é elevadíssima. Se podermos, vamos lutar pela subida de divisão”, sublinhou.
No primeiro dia de trabalho a sério do plantel, depois dos exames médicos, os médios William (ex-Brasov) e Hugo Santos (ex-U. Madeira) foram as principais novidades, assinando contratos válidos por uma época, aguardando-se pelo início do treino para saber se haverá ainda mais surpresas reservadas pelos dirigentes navalistas.
Fonte: Record

Hugo Santos foi a novidade do primeiro treino

Médio ex-U. Madeira regressa à Figueira, onde esteve entre 2007 e 2009, com um empréstimo ao Portimonense pelo meio


A Naval cumpriu esta quarta-feira o primeiro treino da pré-época depois de dois dias de testes médicos e apresentou-se com uma novidade: o médio Hugo Santos, que, tal como Daniel Ramos, chega do U. Madeira. O jogador, de 28 anos, já esteve na Figueira entre 2007 e 2009, com um empréstimo ao Portimonense pelo meio. Está agora de volta para o ataque à subida de divisão.

Com seis reforços confirmados, Júnior Pereira (ex-América de Minas Gerais), Zé Rui (ex-Gloria Bistrita, Roménia), Carlos Fernandes(ex-Olhanense), Leomar (ex-Mogi Mirim) e Williams (ex-Brasov, Roménia), para fazer face à razia em relação à última época (15 saídas), os figueirenses não assumem para a candidatura de regresso à Liga, mas querem andar nos lugares da frente, para poderem agarrar a oportunidade quando o momento das decisões chegar.

Aos 16 jogadores, confirmados para já no plantel, juntaram-se nos trabalhos quatro juniores, enquanto Edivaldo está na Copa América e Williams ainda não se treinou, para poder ultimar pormenores contratuais.
Daniel Ramos pretende trabalhar com 24 atletas e, por isso, falta contratar muita gente mas a casa deverá estar arrumada até 11 de Julho, altura da partida para o estágio, em Nelas. Encontrar dois guarda-redes é a prioridade e um deles, também num regresso, poderá ser Taborda, ex-Politecnica Timisoara (Roménia).

Entretanto, o clube acertou mais três «particulares», a 16 de Julho com o Sp. Covilhã, em Nelas, no dia seguinte frente ao Canas de Senhorim, e, dia 20, diante da U. Leiria, em Gouveia.


Willams para a esquerda

O esquerdino Willams assina hoje por uma época com a Naval. Lateral ou extremo esquerdo, jogou no Brasov na época transacta, depois de cinco anos em Portugal, nos quais passou por Gil Vicente, Paços de Ferreira, Vizela e Trofense. Na Trofa foi treinado por Daniel Ramos, que agora reencontrará na Figueira da Foz.

Noutro plano, Taborda rescindiu contrato com o Timisoara, equipa romena que representou nas últimas três épocas, e pode estar de regresso à Naval. O guarda-redes de 33 anos, que em três épocas participou em 25 jogos pelo clube romeno, tendo inclusive jogado na Liga Europa, é forte possibilidade para ocupar uma das vagas na baliza navalista, que, por enquanto, não tem qualquer elemento. Caso se concretize o regresso, volta a integrar um plantel cujo objectivo passa pela subida ao escalão principal. Daniel Ramos orienta hoje o primeiro treino da época.

Fonte: O Jogo

Edivaldo casou-se...mas não foi fácil

Verão louco com naturalização e Copa América quase impediu que o avançado da Naval desse o nó. No final, ainda apareceu o vulcão do Chile a atrapalhar...

 Este será, sem dúvida, um dos Verões mais loucos da vida de Edivaldo Bolívia, avançado da Naval. O jogador consegui a naturalidade boliviana e convencer o seleccionador, Gustavo Quinteros, a chamá-lo para a pré-convocatória da Copa América. Daí a ficar nas opções finais para o torneio foi um pequeno passo, mas, antes disso, Edivaldo quis dar um passo de gigante na vida pessoal: casar-se. Não esteve fácil...

«Foi uma correria. Ele quase não embarcou por causa das cinzas do vulcão do Chile¿Já estava a imaginar-me sem noivo. Quase fiquei maluca! Mas, no fim, deu tudo certo», afirmou, aliviada, Cibele, a mulher do jogador da Naval.

No final do casamento, Edivaldo agradeceu...ao seleccionador. «Tenho de agradecer ao técnico que entendeu a situação, porque afinal o meu casamento já estava marcado mesmo antes de eu conseguir a naturalização, e liberou-me da concentração», explicou o jogador dos figueirenses.

Agora, será de aliança no dedo que Edivaldo vai encarar a Copa América. «A lua-de-mel ficará para depois. Por agora, vou ficar com o Marcelo Moreno», atirou, em jeito de brincadeira, referindo-se a um companheiro de equipa. 

 Fonte: Mais Futebol 

DIOGO PINHEIRO BI-CAMPEÃO NACIONAL DE SKIFF

O remador da Naval, Diogo Pinheiro concluiu um ciclo de competições de forma brilhante ao sagrar-se Campeão Nacional de Verão em Skiff Peso Ligeiros Masculinos.

Após as vitórias nas Regatas Internacionais Queima das Fitas e de Gondomar em representação da Naval e do 10º lugar na Taça do Mundo de Munique (a mais competitiva desta época) em representação da Selecção Nacional foi agora a vez de ser campeão nacional pelo segundo ano consecutivo.


REGATA MESTRE DE AVIS

A Naval participou no passado fim-de-semana na V Regata Mestre de Avis, tendo alcançado 3 medalhas
de bronze, em Skiff Juvenil com o remador Luis Lopes; em Double Juvenil com os remadores Manuel
Silva / Francisco Oliveira e em Skiff Iniciado com a atleta Raquel Pimentel.

As restantes classificações da Naval foram as seguintes:

• Skiff Benjamin – 9º e 10º lugares – Leonardo Gil e Fábio Branco, respectivamente;
• Skiff Juvenil – 3º e 8 lugares – Luis Lopes e Carlos Lourenço, respectivamente;
• Double Juvenil – 3º lugares – Manuel Silva / Francisco Oliveira;
• Double Infantil – 6º lugar – André Ferreira / Daniel Jordão;
• Skiff Infantil – 4º lugar – Catarina Silva;
• Double Juvenil – 6º lugar – Nancy Cantante / Ana Monteiro;
• Skiff Iniciado – 3º lugar – Raquel Pimentel
• Skiff Iniciado – 12º e 22º lugar – Daniel Steiner e Fábio Alves, respectivamente;
• Double Iniciado – 7º lugar – Rodrigo Mota / Bruno Acúrcio.

A próxima regata destes atletas será em Montemor no Campeonato Nacional de Verão de Infantis, Iniciados e Juvenis nos próximos dias 9 e 10 de Julho.

Fonte: Departamento de Remo - Associação Naval 1º de Maio

Leomar, ex-atleta de Felipão, reforça a defesa


O plantel da Naval começa a tomar forma, e ontem, os navalistas asseguraram mais uma cara nova para atacar a nova época. O central brasileiro Leomar é o último reforço do emblema da Figueira da Foz. O defesa de 25 anos é proveniente dos brasileiros Mogi Mirim, equipa do Estado de São Paulo, por quem realizou 11 jogos, em 2011. Esta não será a primeira aventura de Leomar fora do Brasil, já em 2009, o central passou um ano no Uzbequistão, ao serviço do Bunyodkor, emblema que na altura era orientado pelo "sargentão", Luiz Felipe Scolari, com quem foi campeão da principal liga daquele país.
Entretanto, a pré-temporada da Naval arranca oficialmente hoje. Os próximos dois dias serão reservados a exames médicos, estando o primeiro treino previsto para quarta-feira. Daniel Ramos, actualmente, gere um grupo de trabalho composto por 14 elementos, sendo a situação mais preocupante a ausência, até ao momento, de qualquer guarda-redes no plantel.

Fonte: O Jogo

Serginho chega para a baliza

O guarda-redes Serginho, que pertence aos quadros do Vitória de Guimarães, chegará à Figueira da Foz por empréstimo, reforçando assim as opções para a baliza, na época que se avizinha. 

O guardião representou o Covilhã na segunda metade da temporada passada, e estava convocado para os trabalhos de início de época do Guimarães, para colmatar a vaga deixada por Nilson. No entanto, a recente renúncia do brasileiro à Selecção Do Burquina Faso voltou a tapar o espaço do português, que rodará assim na Naval.


Fonte: A Bola

José Rui assina por dois anos

José Rui é o mais recente reforço da Naval, que disputará na próxima temporada a Liga Orangina, tendo assinado um contrato que o une ao clube nas próximas duas temporadas.

O médio serviu este ano o Glória Bistrina, depois de passagens pelo CSKA de Sófia e Lokomotiv de Mezdra , da Bulgária, e é a terceira contratação da equipa da Figueira da Foz, juntando-se a Júnior Pereira e Carlos Fernandes. A Naval inicia os trabalhos de pré-época no próximo dia 27, sendo os dois primeiros dias reservados para a realização de exames médicos.

Fonte: A Bola

Carlos Fernandes é reforço

Lateral-esquerdo ex-Olhanense, de 33 anos, vai prosseguir a carreira na Liga de Honra depois de não ter chegado a acordo para renovar com os algarvios. 

 A Naval contratou o lateral-esquerdo Carlos Fernandes (ex-Olhanense) por uma época, com mais uma de oção, revelou o director-desportivo do clube, Nuno Cardoso.

Depois da contratação do central Júnior Pereira e da renovação de Carlitos, os figueirenses continuam a «desenhar» o plantel que irá lutar pelo regresso à Liga principal.

Fonte:Mais Futebol


Carlitos renova por duas épocas

Chegaram ao fim as negociações entre o clube figueirense e o lateral direito.
Depois de algumas semanas de indefinição, a Naval conseguiu chegar a acordo com Carlitos, de 29 anos, renovando o contrato do lateral por mais duas temporadas.
Recorde-se que Carlitos era a principal prioridade no dossiê das renovações, que agora pode conhecer novos desenvolvimentos em outros jogadores. Carlitos chegou à Figueira da Foz em 2001, preparando-se para cumprir a 11ª época consecutiva com a camisola da Naval.
Fonte: Record

Júnior Pereira assinou por três épocas

CENTRAL BRASILEIRO DE 23 ANOS


O defesa-central brasileiro Júnior Pereira assinou esta segunda-feira contrato com a Naval por três temporadas, confirmou à agência Lusa o presidente do clube, Aprígio Santos.
Proveniente do América de Teófilo Otoni, clube do estado brasileiro de Minas Gerais, Júnior Pereira tem 23 anos, 1,90 metros e 81 kg, tendo iniciado a sua carreira de futebolista nas equipas de base do Santos FC.
Júnior Pereira é a primeira contratação oficializada pela Naval para a temporada de 2011/12, colmatando em parte as saídas de Real (Académica), Gómis (França) e Orestes (Brasil).
Nas próximas horas, poderão ficar encerrados os processos do capitão Carlitos, que está a negociar a sua continuidade, e do médio Hugo Santos (ex-U. Madeira), que está em conversações para se vincular ao clube da Figueira da Foz.
O treinador Daniel Ramos e restantes elementos da equipa técnica, Renato Pontes (adjunto) e Ricardo Ribeiro (preparador físico) vão estar na Figueira da Foz na terça-feira para formularem e assinarem os seus contratos.
A equipa da Naval, que na temporada que terminou foi despromovida à Liga de Honra, vai iniciar os trabalhos no próximo dia 27, sendo os dois primeiros dias reservados a exames clínicos.
Fonte: Record

ACADÉMICA GANHA DIFERENDO

Naval sem razão no “caso João Ribeiro”, diz Comissão Arbitral da Liga

O caso remonta há quase dois anos, mas só no final de Maio ficou decidido. No final de Agosto de 2009, a Académica contratou João Ribeiro por empréstimo de um ano aos cipriotas do Frenaros 2000, que, por sua vez, tinham adquirido, pouco tempos antes, o jogador a “custo zero” depois de este ter terminado o vínculo com a Naval, que representara durante três épocas consecutivas.
Acontece que o negócio não agradou à turma figueirense, que entendia que dada a forma como o mesmo tinha sido feito - deveria ser ressarcida pelos direitos de formação, tendo entregue na Liga uma queixa, isto depois de ter apresentado ao agora jogador do V. Guimarães uma proposta de renovação válida por três anos e de o ter incluído nas listas de compensação organizadas pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
A Naval reclamava o pagamento de 300 mil euros por parte da Briosa, acusando a mesma de ter feito «um acordo simulatório» com o atleta de modo a evitar uma compensação ao “rival” da Figueira da Foz.
Para defender as suas ideias, o emblema da Figueira da Foz baseou-se no n.o 1 e 2 do artigo 218.º do Regulamento Geral da Liga, no qual se estabelece que «o direito à compensação do clube de procedência mantém-se se o jogador incluído na lista de compensação celebrar compromisso desportivo como amador ou contrato de trabalho desportivo com clube estrangeiro com o propósito de iludir esse direito» e que «presume-se a intenção fraudulenta referida no número anterior (...) se o contrato de trabalho desportivo celebrado com clube estrangeiro, cessar antes que haja decorrida uma época sobre a sua celebração, salvo no caso de rescisão com justa causa pelo jogador».
No entanto, de acordo com o documento a que o Diário de Coimbra teve acesso, os juízes da Comissão Arbitral (CA) da Liga – que no decorrer do processo ainda tentaram que os dois clubes chegassem a acordo, algo que não foi possível – julgaram a acção «totalmente improcedente», absolvendo a Académica do pagamento de qualquer indemnização.
Segundo o mesmo documento, a CA da Liga entende que a Naval «não conseguiu fazer prova de acordo simulatório» entre o emblema estudantil e o jogador, de modo a frustrar a tal compensação pela formação.

Fonte: Diário de Coimbra

Renovação de Carlitos em cima da mesa

Jogador mais antigo do plantel da Naval e promovido a capitão na última época, Carlitos é a principal prioridade e aposta pessoal do presidente Aprígio Santos para renovar. Conformado com a saída da esmagadora maioria dos jogadores em fim de contrato, o dirigente máximo do emblema figueirense tentará esta manhã convencer o lateral-direito a ficar na Naval, numa reunião que pode ser conclusiva.
Além da afinidade que tem pelo clube ao qual está ligado há 11 épocas, uma maior estabilidade na vida pessoal poderá levar o jogador a ficar na Figueira da Foz. Todavia, e aos 29 anos, Carlitos está a analisar algumas propostas desportiva e financeiramente mais vantajosas, ciente de que esta será a última oportunidade que tem de fazer um melhor contrato.

Fonte: O Jogo

Manuel Curto aguarda decisão alheia para decidir futuro

O médio português quer sair da Naval, alegando salários em atraso, mas espera ainda uma decisão da Comissão Arbitral Paritária.


Manuel Curto está ainda ligado à Naval 1º de Maio, mas quer deixar a equipa da Figueira da Foz.

O médio português pretende sair da Naval, alegando salários em atraso, mas espera ainda uma decisão da Comissão Arbitral Paritária."A minha situação ainda não está completamente resolvida, falta saber a decisão da Comissão Arbitral Paritária, mas espero que seja positiva", disse o jogador à Rádio Renascença.Manuel Curto tem sido apontado como reforço do Vitória de Setúbal para a próxima temporada, mas afirma que tem várias propostas de clubes portugueses e estrangeiros, sem referir o nome dos emblemas interessados.O atleta de 24 anos, formado no Benfica, sublinhou no entanto que gostava de jogar em Portugal "mais uns anos", apesar de ter "o sonho de jogar lá fora. Jogar na I Liga portuguesa seria importante nesta altura e quero chegar a um grande de Portugal ou a um bom clube lá fora e, com o tempo, chegar à seleção nacional".

Fonte: Relvado

Naval rescinde com Orestes

O defesa Orestes rescindiu o vínculo contratual que o ligava à Naval 1.º de Maio.

«Orestes vai prosseguir a sua carreira no Brasil, contudo, não está colocada de parte a hipóteses de poder vir a representar um clube árabe», segundo revelou fonte próxima do central, sublinhando que «foi um acordo de cavalheiros em que não houve exigências de parte a parte».O central representou a Naval na temporada de 2006/2007, transferindo-se depois para o clube alemão Hansa Rostock, tendo regressado no início da temporada passada.Em 2010/2011, Orestes contabilizou 1174 minutos, mas quase não jogou desde a chegada ao comando técnico do seu compatriota Carlos Mozer.


Fonte: A Bola


Naval alivia folha salarial com saída de Orestes

Clube tenta reorganizar-se para «caber» nos padrões da Liga de Honra. Á saída do central brasileiro podem seguir-se outras por motivos económicos


O central Orestes, que tinha regressado à Figueira da Foz no início da última época, vai abandonar o plantel permitindo ao clube poupar na folha salarial por tratar-se de um dos jogadores mais caros para os cofres navalistas. 

A descida de divisão implica uma reestruturação financeira e, além do brasileiro, outros jogadores poderão seguir-lhe o exemplo, casos de Fábio Júnior, Giuliano, Edivaldo ou Simplício, todos eles com salários elevados para os padrões da Liga de Honra. Nalguns casos, o clube irá, ainda assim, tentar realizar algum dinheiro através de eventuais vendas. Dos 13 jogadores que terminaram contrato, apenas Tiago Rosa deverá continuar ao serviço da Naval e mesmo a renovação de Carlitos não está assegurada, pois o jogador, sabe oMaisfutebol, está referenciado por clubes da Liga, que poderão contratá-lo a custo zero.No campo dos reforços, a nomeação de Daniel Ramos como sucessor de Carlos Mozer, poderá levar à transferência de alguns jogadores do antigo clube do técnico, o U. Madeira, para a Naval. O guarda-redes Adriano, o lateral-esquerdo Alex e o médio Hugo Santos são os alvos já definidos.


Pacense Coelho a caminho


O guarda-redes Coelho deverá ser o primeiro reforço da Naval. Depois de sete épocas ao serviço do Paços de Ferreira, com uma passagem pelo Nelas, por empréstimo, Coelho será outra vez cedido para jogar com mais frequência. Na época passada, o guarda-redes, de 26 anos, apenas realizou um jogo na I Liga.



Fonte: O Jogo 

Nice junta-se à corrida por Gomis

Defesa está em final de contrato

O jornal francês “L’Équipe” avança esta terça-feira que o Nice se juntou ao Sochaux na lista de interessados pelo defesa navalista, Kevin Gomis.
Gomis está em final de contrato com a Naval e era apontado como possível reforço do Sochaux, mas agora o Nice também está na jogada.

Fonte: Record

«Naval é um grande passo em frente», diz Daniel Ramos

Daniel Ramos, treinador escolhido por Aprigio Santos para levar em diante o projecto de regresso da Naval à Liga, já está a trabalhar na preparação da temporada. 

Apesar de ainda não ter apresentação marcada, o treinador espera conhecer melhor a equipa nos próximos dias.«A construção da equipa é tarefa prioritária e difícil, catorze jogadores terminaram contrato e estão de saída, já estou a preparar a pré-temporada. Também trouxe alguns videos de jogos da Naval para ver alguns jogadores que não conheço tão bem» disse o treinador, mostrando confiança para o futuro:«A Naval foi um passo em frente na carreira. A exigência é maior mas estou disposto a correr o risco».


Fonte: A Bola

Daniel Ramos é o treinador

Contrato assinado amanhã ou depois. Objectivo passa pelo regresso à Liga.

Daniel Ramos, treinador que na passada sexta-feira se sagrou campeão da 2.ª Divisão pelo União da Madeira, é o nome que recolhe a preferência de Aprígio Santos para ser o novo treinador da Naval e coordenar um projecto que aponta para o regresso imediato à Liga. Aos 40 anos, Daniel Ramos conta com duas subidas no seu currículo, a primeira no Trofense (2006/2007) e agora com o União da Madeira. Além destes emblemas, conta com passagens por Vilanovense, Dragões Sandinenses, Chaves, Trofense, Gondomar e Vizela. 

Segundo A BOLA apurou, o acordo deverá ser oficializado e anunciado ainda esta semana. 


Fonte: A Bola

Aprígio Santos confirma saída de Carlos Mozer

PRESIDENTE DIZ TER TRÊS NOMES EM EQUAÇÃO


O treinador brasileiro Carlos Mozer, contratado pela Naval em dezembro do ano passado, vai deixar o clube da Figueira da Foz, confirmou à agência Lusa o presidente do clube, Aprígio Santos.
O ex-internacional brasileiro e antigo jogador do Benfica não vai continuar na liderança técnica da Naval,que desceu esta época à Liga de Honra, bem como os seus adjuntos Eduardo Oliveira e Fernando Mira.
"Foi mau de mais o que se passou na temporada passada", afirmou Aprígio Santos, justificando: "Vamos ter de fazer um corte radical com o passado, fechamos um ciclo e abrimos outro".
Quanto á sucessão de Mozer, o dirigente revelou que tem três nomes em equação, "técnicos que reúnem o perfil" delineado, adiantando pretender estar em condições de anunciar o novo técnico" na próxima semana
Em relação à próxima época, Aprigio Santos afirmou que "o processo de inscrição da equipa na Liga de Honra está concluído e entregue com os pressupostos exigidos".
"Espero que aqueles que não têm feito outra coisa do que denegrir o nome da Naval registem o facto e não deixem agora de vir anunciar quem são os incumpridores", sublinhou.
Aprígio Santos quis tranquilizar os adeptos da Naval, afirmando: "Estamos a trabalhar com calma. A passagem da Liga para a Liga de Honra foi complicada, obriga-nos a ter de elaborar um novo quadro financeiro sem cometer loucuras".
Fonte: Record

Possível ida de Marinho para a Académica



"Marinho e João Real, em final de contrato com a Naval 1º Maio terão assinado contrato com a turma estudantil."


Fonte: Futebol365

João Real confirma acordo com a Académica

Tal como A BOLA anunciou na sua edição de terça-feira, João Real é reforço da Académica para as próximas três temporadas. O defesa-central de 28 anos estava em final de contrato com a Naval, e aceitou a proposta da Briosa por entender que dá um passo na sua carreira.

«Sim, confirmo que já sou jogador da Académica, e assinei um contrato válido para as próximas três temporadas. Julgo que é um passo importante na minha carreira, pois estava em final de contrato com a Naval e assim posso continuar a jogar na Liga. A Académica é um clube com muita história, que proporciona excelentes condições de trabalho aos atletas, e estou muito feliz com este desfecho. Senti uma vontade muito grande dos dirigentes na minha contratação, e o que posso prometer é que vou dar tudo de mim para retribuir a confiança que em mim foi depositada.»

À imagem do que sucedeu na temporada passada com Peiser, também João Real fez a curta viagem da Figueira da Foz até Coimbra, e será agora mais um elemento à disposição do novo treinador dos estudantes que, muito provavelmente, será Pedro Emanuel.

Fonte: A Bola

Kévin Gomis em negociações para o estrangeiro



Em declarações ao site bloGolo, Kévin Gomis declarou que as negociações com o Sochaux sofreram um atraso, e que, se o negócio não se concretizar, tem proposta de um clube grego.

Fonte: bloGolo

Alex Hauw com propostas de clubes do Leste europeu

Alex Hauw, também em final de contrato com a Naval 1º de Maio, confirmou propostas de clubes do Leste europeu, mas ainda aguarda por uma oportunidade. O jogador françês afirma ainda que gostaria de continuar a jogar em Portugal, que é de sua preferência. Comentando a sua pouca utilização por parte de Carlos Mozer na segunda metade do campeonato, Hauw afirma que nem sempre compreendeu as decisões do seu ex-treinador, mas que eram dele e só tinha de respeitar. Quanto aos salários em atraso, Alex confirma a resolução desse problema.

Fonte: bloGolo

Diogo Pinheiro com mais uma vitória

O Diogo Pinheiro, venceu hoje o campeonato nacional de verão em Skiff Pesos Ligeiros Masculinos (1XPLM).

Direcção atenta ao mercado luso

Obrigatoriedade de ter no plantel oito jogadores portugueses muda prioridades.

Dos 13 atletas em fim de contrato, sete são portugueses (Bruno, Real, Camora, Tiago Rosa, Carlitos, Davide e Marinho), a quem se juntam Hugo Machado e Manuel Curto que accionaram processos de rescisão.

Assim, o plantel só tem três portugueses (João Pedro, Godinho e José Mário). Os regulamentos obrigam cada equipa a ter oito atletas de formação local (três inscrições na FPF entre os 15 e 21 anos), por isso, a Direcção está atenta ao mercado luso.

Fonte: A Bola