Seleção goleia Naval (10-6)

JOGO DE PREPARAÇÃO EM CARCAVELOS

Depois da goleada na segunda-feira por 10-0, frente ao Nacional, a Seleção Nacional repetiu a proeza esta quarta-feira, desta feita diante da formação da Naval 1º Maio, por 10-6. A formação portuguesa encontra-se a preparar, em Carcavelos, a participação na fase europeia de qualificação para o Mundial 2013.

Fonte: Record

Naval SAD impedida de inscrever jogadores


A Comissão Executiva da Liga Portugal revelou esta segunda-feira uma lista de 8 clubes que estão impedidos de inscrever jogadores, por não terem cumprido os requisitos estabelecidos no nº 5 do artigo 53.º do Regulamento das Competições: V. Guimarães, V. Setúbal, Olhanense, Leixões, Belenenses, Naval, Trofense, Atlético e D. Aves.
"Os clubes ficam impedidos de registar contratos de trabalho desportivo ou de formação, bem como de utilizar jogadores com contratos já registados em épocas anteriores, até que os fundamentos de impedimento sejam sanados. A fim de poderem participar em competições profissionais os referidos clubes devem dar cumprimento às normas estabelecidas no nº 3 do artigo 53 do Regulamento de Competições", pode-se ler no comunicado divulgado no site da Liga.
Contudo, a Liga informa ainda que admitiu a inscrição dos referidos emblemas, nos respetivos campeonatos.

Fonte: Record


Diogo Pinheiro campeão nacional pela 3ª vez


Diogo Pinheiro - Campeão Nacional em 1XPLM pelo 3º ano consecutivo.
Nas provas realizadas hoje as tripulações da Naval tiveram sortes diferentes, em 1XPLM o Israel Badia classificou-se em 14º lugar e o Diogo Pinheiro como foi anteriormente referido alcançou a vitória pelo 3º ano consecutivo.
No 2XSM o José Machado e o Bruno Freitas classificaram-se em 7º lugar a apenas 12 centésimos de segundo do lugar que os levaria à Final A.
A Naval mostrou a sua indignação ao Presidente do Júri destes campeonatos pelo facto da equipa de cronometragem não ter experiência, formação nem licença da Federação Portuguesa de Remo (FPR), conforme obriga o Regulamento de Cronometragem da própria Federação.
Este foi mais um caso em que a FPR não cumpre com os regulamentos que produziu e aprovou.

REMO - Taça do Mundo de Munique.


A Filomena Franco, remadora da Naval está a participar na Taça do Mundo de Munique em representação de Portugal.
Hoje, na eliminatória, a Filomena classificou-se em 4º lugar, classificação que manteve na repescagem, ficando assim classificada para a Final B que terá lugar amanhã às 16:15H (hora de Portugal).

REMO - Campeonato Nacional de Verão


Realiza-se amanhã em Montemor-o-Velho o Campeonato Nacional de Verão.
No sábado, a Naval participará em 1XPLM com duas tripulações (Diogo Pinheiro e Israel Badia) e em 2XSM (José Machado e Bruno Freitas), as eliminatórias são às 9:45H, 10:00H e 11:00H respetivamente e as finais às 12:15H (1XPLM) e 13:45H (2XSM).
No domingo, a participação da Naval será com 6 tripulações:
Um 2XJF (Ana Monteiro e Leonor Grilo), com a eliminatória às 9:00H e final às 11:50H;
Um 4XSM (Diogo Pinheiro, Israel Badia, José Machado e Bruno Freitas), eliminatória às 9:45H e final às 12:35H;
Um 2-JM (Fernando Cardoso e Luis Lopes) eliminatória às 1':05H e final às 13:00H;
Um 1XJM (Manuel Silva) eliminatória às 10:40H e final às 13:30H


Remo

Jovens remadores navalistas em 3º lugar da geral na VI Regata Mestre de Avis atrás da Académica e do Setubalense, 1º e 2º classificado respectivamente. Em termos individuias destacaam-se as duas vitórias em 4X Inic. Mas. e 2X Inic. Fem.

João Costa garante qualificação para Londres


João Costa, atirador da Naval 1º de Maio, garantiu a qualificação para Londres após ter sido sexto no campeonato do mundo em Munique, Alemanha, a 3 de agosto de 2010. É a quarta participação deste militar, de 47 anos, que tem como resultados nos Jogos Olímpicos: em Sidney, o melhor resultado, 7º em Pistola de Ar Comprimido a 10 metros e um 27º lugar em Pistola de Ar Comprimido a 50 metros; em Atenas, 17º em Pistola de Ar Comprimido a 10 metros e um 12º em Pistola de Ar Comprimido a 50 metros; e, por fim, em Pequim, 17º em Pistola de Ar Comprimido a 10 metros e 32º em Pistola de Ar Comprimido a 50 metros.

Assembleia Geral interrompida para evitar vazio diretivo


A Assembleia Geral da Naval foi suspensa “sine die” devido à falta de apresentação de listas para os Corpos Sociais, evitando-se desta forma a existência de um vazio diretivo.

Os associados presentes aprovaram a prorrogação do mandato dos Corpos Sociais por tempo indeterminado.

A AG elegeu ainda uma lista de cinco associados cuja função será a de encontrar no prazo de trinta dias uma Comissão para, caso não apareça qualquer lista, dirigir os destinos do clube.

Entretanto, foi aprovado, por maioria, o Relatório de Atividades e Contas de 2011, que apresentou um saldo negativo de 333.107,35 euros, aumentando o passivo do clube para 4.810.202,59 euros.

Fonte: A Bola

Assembleia Ordinária amanhã,dia 8, pelas 18h30


Nos termos do artigo 16º dos estatutos, convocam-se os associados da Associação Naval 1º de Maio, para um Assembleia Geral Ordinária a realizar no dia 8 de Junho de 2012 pelas 18:30h, na sua sede provisória, a funcionar junto das instalações do Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz, com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Apresentação do Relatório e Contas pela Direção relativas ao ano de 2011;
2. Outros Assuntos de interesse para a Associação;
3. Eleição dos Corpos Sociais para o biénio de 2012/2013 - 2014/2015

Nos termos do art.º 18 § único dos estatutos, se à hora designada não se encontrarem presentes a maioria absoluta dos associados, a Assembleia funcionará em segunda convocatória, uma hora depois, com qualquer números de sócios.

Figueira da Foz, 4 de Maio de 2012

O Presidente da Assembleia Geral

Delfim Jorge Lopes da Neves

Especial Benjamins B - Entrevista a Tiago Neves e Pedro Henriques

Estando o futebol de formação em rescaldo da época 2011-2012, O Navalista esteve à conversa com um dos nossos petizes, Tiago Neves, capitão dos Benjamins B da Associação Naval 1º de Maio e com o seu treinador Pedro Henriques. Aqui ficam as entrevistas. Esperamos que gostem.


Entrevista a Tiago Neves, capitão dos Benjamins B


O Navalista: Como te chamas? 


Tiago: Tiago Neves.

O Navalista: Idade?

Tiago: 10 anos.

O Navalista: Posição?

Tiago: Defesa Central.

O Navalista: Como surgiu a ideia de vires jogar futebol para a Associação?

Tiago: Desde os 5 anos que venho ver os jogos com o meu pai e apaixonei-me pela Naval. 


O Navalista: Há quantos anos jogas cá?

Tiago: 3 anos.


O Navalista: Como foram os primeiros tempos? 


Tiago: Um bocadinho complicados como qualquer chegada a um sítio mas com o tempo fui-me começando a safar e consegui ganhar amigos, muitos amigos mesmo. 


O Navalista: Como correu a presente época desportiva, em termos individuais e colectivos?

Tiago: Foi o primeiro ano de competição, gostei e estou feliz.


O Navalista: Que expectativas tens para a próxima época?

Tiago: Ter uma época sem lesões e o meu objectivo é ganhar o campeonato. 


O Navalista: O que significa para ti representar a Associação Naval 1º de Maio? 


Tiago: Um orgulho imenso. 


O Navalista: O que é ser capitão de uma equipa de futebol?

Tiago: Ser porta-voz da equipa, proteger os colegas e falar com os árbitros se alguma coisa não esta correcta.

O Navalista: Que conselhos podes deixar aos atletas que começam a dar as primeiras pisadas no futebol de formação?


Tiago: Que tenham amigos e que sejam felizes. Não devem entrar com receio porque senão pode correr mal.

O Navalista: Quais são as maiores dificuldades que enfrentas ao representar a nossa Associação?

Tiago: Falta de higiene dos balneários, do pelado.

O Navalista: Actualmente, quais são os teus jogadores de futebol preferidos?


Tiago: Neymar e Carlitos. 

O Navalista: Quais são os teus objectivos para o futuro? 


Tiago: Ser bom aluno. 

O Navalista: E em termos de futebol?

Tiago: Ser profissional. 


O Navalista: Como correram os estudos este ano? És bom aluno? 


Tiago: Correram bem. Tiro sempre Satisfaz Muito Bem.

O Navalista: Para além do futebol, que outras coisas gostas de fazer?


Tiago: Gosto de estar na internet, andar de bicicleta e jogar playstation.




Entrevista ao treinador dos Benjamins B, Pedro Henriques


O Navalista: Fala-nos um pouco de ti. Qual o teu percurso até chegares à Associação?

Pedro: Tenho mais ou menos 10 anos como treinador. Comecei com o ano de estágio no Abambres FC, isto é Vila Real e Trás-os-Montes, a Associação. Quando vim para cá estive no ACM (Atlético Clube Montemorense), onde estive 2 ou 3 anos. Estive em Alfarelos, nos pequeninos. Também entrei no futebol sénior, na Ereira , e tive em Vila Nova de Anços onde fui à fase final com os juniores …sem nenhuma derrota. Nos playoffs perdemos e não conseguimos subir ao nacional. A partir daí, tenho-me mantido aqui na Naval há 4/5 anos. Comecei com as equipas B de Iniciados e Juvenis. Após esse ano, passei pelos Kids e fui acumulando com os Juvenis B e agora acumulo Kids com Benjamins B. Os Benjamins B são a primeira fornalha dos Kids, misto com outra escola, portanto é a primeira fornalha dos Kids que está a dar os frutos que temos estado a ter.

O Navalista: Que balanço fazes até agora, da tua experiência aqui?

Pedro: Coisas boas e coisas más. As experiências são feitas de coisas boas e coisas más.

O Navalista: Mas o saldo é positivo?

Pedro: É. O recrutamento aqui não é mau. Os outros clubes não tinham estas condições, mesmo que as condições sejam más, aqui temos claramente melhores. Penso que nos últimos dois anos, todos os clubes têm melhorado as instalações e isso não é culpa do clube, é culpa das câmaras…as câmaras é que têm estado a financiar os clubes a nível de instalações e nós não temos essas hipóteses para já. Quando isto melhorar, temos de competir como a Académica, por exemplo, com quem competimos…Se o sintético vier, penso que poderemos lutar de igual para igual.

O Navalista: E qual é o balanço da época transata?

Pedro: A nível de classificação, penso que poderíamos ter tido mais um lugar. Nós ficamos em 5º, que é o normal das equipas B da Naval, mas o balanço é positivo.

O Navalista: Quais são os objectivos para a próxima época?

Pedro: Ser campeão sem dúvida. (risos)

O Navalista: Quais são as maiores dificuldades com que te deparas, no geral, e como é que as consegues ultrapassar?

Pedro: As maiores dificuldades são a nível de instalações para a prática. Por vezes, temos algumas coisas preparadas para certo tipo de exercício para o treino e temos de mudar porque o piso está muito rijo e a bola anda lá aos saltos. Por exemplo, quando trabalhamos o pressing, que é feito em espaços reduzidos, de repente temos de mudar e vamos fazer jogo ou manutenção, portanto uma coisa mais simples que não exige tanto tecnicamente, por causa do terreno.

O Navalista: Qual é a tua visão sobre o futebol de formação em Portugal?

Pedro: Podia ser melhor. E temos o exemplo do Ajax, da Holanda. Vemos que têm de abdicar de 5 ou 6 atacantes que nem sequer são convocados. Temos de ter um patamar maior que o da Holanda, no futebol de ataque. Temos de apostar no ataque. Quando nos vemos “à rasca” para arranjar um ou dois atacantes, vemos que não estamos melhor.

O Navalista: Decerto, deves viver muitas histórias engraçadas com os teus pupilos. Podes partilhar alguma(s) em particular?

Pedro: Tenho uma até com os seniores. Este ano aqui, até tem sido bastante pacífico, a nível de atletas. Houve um ano em que estava a treinar seniores e alguns não tinham costumes desportivos. Houve uma altura em que eles faltavam e não diziam nada. E eu comecei a pedir para me avisarem ou dizer alguma coisa. Então, eles faltavam porque, um ia às compras com a mãe, outro porque havia uma serie que era o Super Pai e ele ficava a vê-la e não lhe apetecia ir ao treino, isto tudo situações caricatas. Ao nível dos pequeninos, não há porque também estamos a formá-los e claro que há sempre a ajuda dos pais e de uma equipa técnica.

O Navalista: Que mensagem gostarias de deixar ao teu grupo de trabalho?

Pedro: Que continuem a trabalhar como estão, sempre a querer mais. Independentemente de ser eu para o ano ou daqui a dois anos, porque estamos sempre a mudar de situações. Continuem a trabalhar e sejam sérios. E queiram aprender e aproveitar sempre ao máximo quando estiverem em treino ou em jogo, porque é uma oportunidade que só passam por ela uma vez na vida e se não agarrarmos as oportunidades todas, nunca se sabe.

O Navalista agradece a disponibilidade de todos os intervenientes por este momento e para além de desejarmos sucesso e muitos êxitos para este grupo de trabalho, esperamos convictos de que as suas condições de trabalho melhorem o mais rápido possível, por forma a elevarmos o nome da Associação Naval 1º de Maio e da  Figueira da Foz bem mais alto.

As fotos foram gentilmente cedidas pelo administrador do perfil dos Benjamins B no Facebook, Humberto Neves.

Benjamins A vencem torneio da Moita do Boi


Participação no II torneio Infantil da Moita do Boi

A equipa de Benjamins A participou no torneio da Moita do Boi, alcançando o 1º lugar, após vitória nos três jogos realizados.
Equipas participantes : ADRC Moita do Boi; Associação Naval 1º de Maio ; AC Marinhense ; ACDR Vateca.

Convívio Naval Kids este sábado, 2