Atrás do primeiro triunfo fora

A Naval enfrenta o Estrela da Amadora, na Reboleira, para a jornada 13 com 13 pontos arrecadados e os três grandes defrontados.


No entanto, esta harmonia pontual esconde uma faceta camaleónica da equipa: forte em casa e fraca fora. Os números nos jogos fora da Figueira da Foz são negativos em todas as vertentes: ainda não venceu, empatou apenas duas vezes e somou quatro derrotas, marcando cinco golos e sofrendo 10. Ulisses Morais, treinador da Naval, pretende inverter esta tendência, ele que tanto valoriza "o equilíbrio".

Ontem, a preparação para a deslocação à Amadora decorreu no Complexo Rosa Náutica, em Quiaios, mas quem passou, a meio da manhã de ontem, pelo Estádio José Bento Pessoa, na Figueira da Foz, pôde ver ali estacionado o automóvel de João Ribeiro.

Apesar do véu de silêncio sobre o caso - o jogador continua suspenso devido a declarações a O JOGO em que sugeria que a sua escassa utilização poderia estar relacionada com o facto de ainda não ter renovado contrato - o assunto pode ter um desfecho ainda hoje.
Fonte: O Jogo

Ouça o Hino da Naval 1º de Maio


O Site Mais Futebol editou recentemente Hinos de muitos clubes do panorama desportivo nacional.

Na peça foi editado o Hino da Associação Naval 1º de Maio, ouvir aqui, interpretado por Luis Pinto um navalista convicto, oriundo de uma família de navalistas e seu ex-atleta. 

Fonte: Mais Futebol Foto: Marcha do Vapor

Diego Ângelo: «Iniciar ano com vitórias»

DEFESA ESTIPULA OBJECTIVO PARA 2009

Diego Ângelo, um dos mais jovens atletas da equipa (completa 23 anos em Fevereiro), tem sido uma das pedras fundamentais no eixo da defesa.

Contratado na época transacta, foi lançado na Liga por Fernando Mira a 3 de Setembro de 2007, sendo titular a tempo inteiro no jogo que os navalistas disputaram Choupana, frente ao Nacional.

Esta época, tem sido titular em todos os jogos, apenas tendo sido obrigado a abandonar o relvado na Luz, aos 66 minutos, por contracção muscular.

Diego, que tem contrato com os figueirenses até 2010, não esconde que sente "uma felicidade muito grande por estar à frente da lista dos melhores jogadores do Record, embora, de certo modo, isso possa estar em segundo plano já que o empenho principal é em servir o clube”.

Diego Ângelo acredita que a Naval vai atingir os objectivos. “Houve jogos que podíamos ter ganho, mas isto faz parte do futebol e o espírito do grupo continua em alta”, disse acrescentando: “Queremos iniciar o ano com vitórias para subirmos uns furos na tabela, sempre com o objectivo primeiro da manutenção.”

Amanhã, às 10:30, no Bento Pessoa, a equipa de Ulisses Morais recebe o Beira-Mar, em jogo de preparação.

Fonte: Jornal Record

João Ribeiro continua suspenso e será convocado para uma reunião em breve

Impedido de treinar com o plantel da Naval por, em declarações a O JOGO, ter admitido a hipótese de a escassa utilização, esta época, estar relacionada com o facto de terminar contrato e ainda não ter renovado, João Ribeiro, que admitiu mesmo sair em Janeiro, para poder continuar a jogar e a discutir um lugar na Selecção de Sub-21, reúne-se, em breve, com os responsáveis do clube, que entregou o caso ao departamento jurídico.

Na época passada, o extremo fez 27 jogos e dos 1881 minutos em campo resultaram três golos, que valeram nove pontos à Naval, frente ao Marítimo, Paços de Ferreira e Boavista. Nesta temporada, o internacional luso Sub-19 contabiliza apenas cinco minutos jogados para o campeonato.

Sem João Ribeiro, a Naval preparara o jogo com o Estrela da Amadora com apenas uma outra baixa: Lazaroni lesionado no joelho direito.
Fonte: O Jogo

Fabrício tomou o lugar de Paulão no jogo-treino em Leiria

Como já vem sendo habitual nos fins-de-semana sem competição oficial, a Naval voltou a realizar um jogo amigável para preencher o calendário.

Ontem de manhã, o adversário foi o Leiria, e, no Magalhães Pessoa, o resultado não passou de um empate a zero, numa partida sem grandes motivos de interesse.

Ambos os técnicos optaram por fazer alinhar equipas próximas das habitualmente titulares, mas, do lado navalista, o destaque acabou por ser a chamada de Fabrício Lopes ao onze, o que relegou Paulão para o banco, certamente numa tentativa de alargar as opções no eixo da defesa.
Numa partida repartida, o nulo acaba por se aceitar. 

Esta manhã segue a preparação dos figueirenses para a deslocação do próximo domingo à Amadora. Com Zé Mário e Kovacevic lesionados e Real ainda condicionado, a principal dúvida é Lazaroni, que continua a recuperar de um problema no joelho. Quarta-feira haverá novo amigável, desta vez com o Beira-Mar.

Fonte: O Jogo

João Ribeiro impedido de participar no treino

João Ribeiro, avançado do Naval 1º de Maio, foi impedido de treinar no sábado, por, alegadamente, ter violado o regulamento interno do clube, de acordo com o director desportivo. 

O atleta manifestou, recentemente, descontentamento por, esta época, não estar a ser uma opção para a equipa, insinuando à comunicação social que o motivo será a sua recusa em renovar o contrato, que termina esta temporada. 

«O processo de suspensão vai transitar para o gabinete jurídico do clube, a fim de serem feitas averiguações que determinem, ou não, a instauração de um processo disciplinar» ao jogador, explicou um dirigente.

Fonte: Diário Digital

Ausência...

Bons dias a todos os "navalistas".

Gostaria de comunicar a todos os Navalistas que o blog não será actualizado até dia 29 de Dezembro de 2008, devido ao falecimento de um familiar ontem num acidente de trabalho na Celbi.

Para dar o meu apoio total à família, não me será possível actualizar o Blog.

As minhas sinceras desculpas pelo sucessivo e espero que voltem depois desta ausência.

Felicidades a todos e obrigado pela vossa compreensão.

Contratos a expirar

Mais do que pensar em reforços, Ulisses Morais deverá estar interessado em manter algumas das "jóias" do seu plantel que terminam contrato no final desta época.

Os nomes mais sonantes são os de Paulão, Carlitos e ainda Lazaroni, embora este tenha mais um ano de opção.

O primeiro - central, capitão de equipa e único totalista na Liga Sagres -, termina contrato com a Naval no final da presente temporada. Carlitos, habitual defesa-direito, e o médio-ala Saulo completam o trio de jogadores que também ficam livres na mesma altura.

Em síntese, dois habituais titulares como são Paulão e Carlitos ficam livres em 2009.

O sexteto formado por Fabrício Lopes, Igor, Zé Mário, Lazaroni, Tiago Freitas e João Ribeiro completam a lista de atletas que terminam contrato no final desta temporada.

No entanto, a época opcional está presente nos seus contratos e pode ser accionada.

Noutro âmbito, o grupo de trabalho desfruta até dia 27 de cinco dias de férias correspondentes ao Natal.

O próximo compromisso está marcado para o dia 4 de Janeiro, na Reboleira, frente ao Estrela da Amadora.
Fonte: O Jogo

Alex Hauw: «Sinto que estou integrado»

FRANCÊS CONTENTE NA FIGUEIRA DA FOZ

O francês Alex Hauw, que completa 27 anos no próximo mês, tem sido uma das opções de Ulisses Morais, dando segurança ao meio-campo, e sempre com prestações equilibradas, sendo contributo importante para a estratégia da equipa.

Tem sido titular desde a primeira jornada, e já marcou dois golos: 1 para a Liga e outro para a Taça de Portugal.

“Sinto que estou integrado no grupo, depois dum início mais difícil, já que nunca tinha actuado no estrangeiro”, salienta o jogador, que no início da época veio para a Naval oriundo do modesto Gueugnon.

Em termos de balanço destas 12 jornadas, salienta que “a equipa teve um bom princípio de época, ultimamente as coisas não têm corrido tão bem, mas podemos e vamos fazer muito melhor”.

Depois dum treino matutino no Bento Pessoa, o plantel entrou de férias, e regressa no dia 27 ao trabalho, preparando a deslocação à Reboleira.

NAVAL CONSOLIDA 1º LUGAR NO TORNEIO DE ESCOLAS DA ARBL


Realizou-se no passado dia 20 de Dezembro, na Praia de Mira a 2ª Prova do Torneio de Escolas da Associação de Remo da Beira Litoral.

A Naval participou com 19 atletas divididos pelos vários escalões, tendo alcançado as seguintes classificações: sugestionou

Escalão 0 Fem. – 1ª Catarina Silva; 2ª Ana Carlota Moreira.
Escalão 1 Fem. – 1ª Soraia Moreira; 2ª Mafalda Maia; 4ª Eliana Lima.
Escalão 1 Masc. – 1º André Jesus; 3º Rodrigo Mota; 7º Luis Monteiro.
Escalão 2 Fem. – 1º Carolina Almeida; 3ª Maria Carolina Moura; 5º Maria Carlota Moura.
Escalão 2 Masc. – 3º João Simões; 4º Nuno Gomes; 7º Fábio Eva; 11º Francisco Oliveira.
Escalão 3 Fem. – 3ª Rafaela Lemos
Escalão 3 Masc. – 3º Karl Stahlberg; 5º Fábio Gomes; 8º Flávio Rentão.

Na classificação geral a Naval e após as 2 provas já realizadas classifica-se em 1º lugar com 414 pontos seguida da Académica com 392 e o Ginásio com 218.

Nas Provas Complementares ao Torneio de Escolas a Naval participou com um atleta em Skiff Juvenil Masculino, tendo-se classificado em 3º lugar com Cláudio Rocha.

A próxima prova em que a Naval estará presente será no próximo dia 11 de Janeiro.
Força Naval e que por muitos anos tragam boas vitórias à nossa NAVAL. Obrigado a todos os atletas que participaram neste prova e que irão participar no dia 11 de Janeiro.

Fonte: Naval 1º de Maio

Miniférias começam hoje

A equipa da Naval efectua esta manhã o derradeiro treino antes das miniférias de Natal.

Tendo em conta que o grupo terá de se apresentar apenas no dia 27, alguns dos atletas vão aproveitar para se deslocarem ao Brasil e a França, países de onde são provenientes.

Entretanto, ontem foi o dia da despedida para João de Almeida. O ex-secretário técnico navalista viaja em Janeiro para Benguela (Angola) onde irá treinar o 1.º de Maio.

O agora técnico (o contrato é válido por duas épocas) afiança, porém, que “este não é um abandono, apenas uma mudança”.


Fonte: Jornal Record

João Almeida de partida para Angola


João Almeida, Secretário Técnico da Naval, despediu-se hoje do Clube figueirense já que está de partida para Angola, onde vai dirigir um projecto de reorganização do clube 1º de Maio de Benguela.

O dirigente navalista que tem acompanhado o clube nos últimos vinte anos entrou para a Naval aos seis anos de idade pela mão de seu pai, António Almeida que foi dirigente do clube durante muitos anos.
Atleta nas modalidades de Futebol, Remo e Basquetebol no futebol João Almeida foi ainda “capitão” de equipa, seccionista, dirigente e treinador da Naval

Foi ainda dirigente da Associação Futebol de Coimbra, tendo feito parte do grupo de trabalho que impulsionou o Futsal como modalidade com Alberto Silveira e deu inicio aos cursos de treinador originários da AFCoimbra.

O seu capital de experiência vai agora ser colocado ao serviço de Angola, pelo que Marcha do Vapor deseja a João Almeida os maiores sucessos.

Na hora da despedida, Aprigio Santos presenteou João Almeida com o Emblema de Ouro e Diamantes da Naval 1º de Maio.

Fonte: Marcha do Vapor

Diário as Beira Edição de hoje 22-12-2008


Bons dias a todos os Navalistas, aqui segue noticias frescas do nosso amigo Rogério Neves, conforme edição do Diário as Beiras de 22-12-2008.

João Real e Kovacevic a sorrir

A antecipação do último jogo antes do Natal para sexta-feira permitiu que o plantel navalista assinalasse a quadra ao fim-de-semana.


Assim, ontem ao início da tarde, jogadores, equipa técnica e dirigentes, com Aprígio Santos à cabeça, reuniram-se para celebrar a quadra, sem que o repasto interferisse com a preparação de qualquer jogo.

Na ressaca do empate sem golos com o Guimarães, que abriu a 12ª jornada da Liga Sagres, Ulisses Morais teve boas notícias, já que ontem de manhã os onze titulares escolhidos pelo treinador não apresentavam qualquer mazela, tendo efectuado a habitual regeneração.

Mas as melhores notícias vieram de jogadores outrora mais azarados, casos de João Real e Kovacevic: é que ontem o central realizou os primeiros exercícios com bola e o sérvio apresentou-se pela primeira vez sem o apoio de canadianas.

Fonte: O Jogo

Honras repartidas no Bento Pessoa


A Naval 1º de Maio, empata frente ao Vitória de Guimarães, a contar para a 12ª jornada da Liga Sagres.

A Naval a carregar o adversário logo bem cedo na primeira parte, quase não deixando o Vitória respirar e recuperar sua defesa. Marinho a causar estragos na defesa Vitoriana, mas a não conseguir marcar golo.

A Naval continuou assim toda a primeira parte, onde só se jogava quase para um sentido. Chegando quase ao intervalo o Guimarães começou a ir para a frente e a causar alguns danos na defesa Navalista. Mas com Paulão e Diego Ângelo no domínio completo sobre os Vitorianos.

Chegando ao intervalo, visto bem o jogo a Naval poderia sublinhar a vantagem por 2 golos que era nítidos, mas que não os conseguiu concretizar.

Como dizia o Jornal Record: A Naval entrou muito forte, carregando sobre o meio-campo vimaranense. No entanto o conjunto de Ulisses Morais tem falhado no capítulo da finalização. Por seu lado, o Vitória está mais na expectativa, procurando explorar o adiantamento dos figueirenses.

Entrando na segunda parte a partida não estava tão entusiasmante quanto na primeira metade. Os lances de perigo surgiram com menos frequência. No entanto, as duas equipas continuaram a tentar chegar à rede contrária.

Aos 66 minutos SUBSTITUIÇÃO na NAVAL. Sai Marinho e entra SIMPLÍCIO, com Marinho completamente esgotado depois de vários arranques divinais da primeira metade.

Com o jogo muito divido e com bolas longas, cabeçadas para trás e para a frente, Uliesse fez outra substituição aos 83 minutos SUBSTITUIÇÃO na NAVAL. DAVIDE entra para o posto de Dudu.

O jogo continuava sem soluções e Ulisses para não perder tudo aos 90+2 SUBSTITUIÇÃO na NAVAL. Sai Alex Hauw e entra GILMAR, devido a lesão.

Chegou ao fim, com um jogo, muito taco a tacto e o resultador a ser merecido para ambas as equipes. Para “onavalista” o melhor jogador em campo foi, Marinho, com grande rapidez e inteligência.

Agradecimentos para as Calques do Colectivo Maravilhas e para a Squadra Verdi, que casa vez mais apoiam incondicionalmente a Naval 1º de Maio no seu objectivo na Liga este Ano. Força a todos vocês e um muito obrigado.

Ficam alguns momentos do jogo para relembrar.








Edição do Diário as Beiras de hoje...


Aqui fica para todos os navalista o texto do nosso amigo Rogério Neves, sobre a Naval no Diário as Beiras edição de hoje, dia de jogo.

Bilhetes......

Bom dia a todos os Navalistas.

Mais uma vez apresento os preços para o Jogo logo à noite às 20.30h, entre Naval-Guimarães. Os preços são vários entre sócios e não-sócios.

Fica referenciado abaixo os respectivos preços e também quem quiser ir com o Colectivo Maravilhas, também têm opção.

LIGA SAGRES
12ª Jornada
NAVAL - Guimarães
Sexta Feira, 19 Dez 20H30
Vem apoiar a NAVAL
Preços 2 Maravilhas Sócios do COLECTIVO
3 Não Sócios
Entrada Gratuita a menores de 12 anos
INFOLINE
96 292 59 88 - Pedro Taborda

Também aproveito para dizer que o site oficial da Naval 1º de Maio, começa a conter informação muito actualizada. Estes 3 dias anteriores, têm merecido uma atenção maior, e que realmente pode vir a ajudar a Naval. Obrigado Naval


Imagem do site oficial da Naval1ºdeMaio.

Ulisses Morais: «Desejamos acabar bem o ano»

FIGUEIRENSES ALINHAM FRENTE AO V. GUIMARÃES


A Naval quer acabar o ano em beleza, vencendo em casa o Vitória de Guimarães no regresso de Manuel Cajuda a um estádio que conhece bem.“Desejamos acabar o ano bem, ganhando, mas sabemos que temos pela frente um jogo difícil, que se vai apresentar, como é óbvio, também com esse objectivo”, reconhece Ulisses Morais.

Ulisses justifica algum favoritismo para a sua equipa até porque “jogamos em casa, temos sido cada vez mais fortes no nosso campo, e esse factor pode ser determinante”, acrescentando: “o grupo está com esse sentimento e vontade de conquista”.

O técnico passou a mensagem aos jogadores de que”tem que ser com muita competitividade, qualidade e muito empenho a procura dos três pontos”.

Ulisses conhece bem os vimaranenses, como se depreende do seu discurso: “Sabemos bem do valor do Vitória de Guimarães e a sua competência, com participação a nível de Taça e de campeonato muito semelhante à nossa.

Daí que espere um jogo muito equilibrado em que defrontamos um adversário difícil mas reconheço que temos condições de o ultrapassar”, afirma, confiante.E a concluir: “O grupo está com motivos fortes de conquista”.

Peiser e João Ribeiro de volta para o V. Guimarães


Depois do descanso da Taça de Portugal, o guarda-redes da Naval Romuald Peiser, habitual titular entre os postes, está de volta para o encontro desta sexta-feira, na Figueira, frente ao V. Guimarães, na abertura da 12ª jornada da Liga. 

Assim, o jovem Bruno, terceiro guardião, voltou a ficar de forma mas esta não é a única alteração nos convocados, já que João Ribeiro está de regresso aos eleitos, depois de várias semanas de ausência, entrando para o lugar de Saulo.
Destaque também para a ausência, pela terceira semana consecutiva, do médio Lazaroni, devido a lesão. 

De fora, por opção, ficam ainda Tiago Rannow, Igor e Tiago Freitas, enquanto Zé Mário, Kovacevic e Real continuam a recuperar das respectivas lesões. 

Lista de convocados: 

Guarda-Redes: Peiser e Jorge Batista. 

Defesas: Carlitos, Paulão, Fabrício Lopes, Diego Ängelo e Daniel Cruz. 

Médios: Gilmar, Baradji, Godemèche, Dudu e Alex Hauw. 

Avançados: Davide, Michel Simplício, Bolívia, Marcelinho, João Ribeiro e Marinho.

Depois do FC Porto a travessia do deserto

O Estádio José Bento Pessoa, na Figueira da Foz, é hoje palco do último ensaio da Naval antes do embate de amanhã com o Guimarães.

Os vitorianos têm um ponto de vantagem sobre os figueirenses, que depois da vitória sobre os tricampeões nacionais não mais venceram para a Liga Sagres.

A dúvida de Ulisses Morais prende-se com o tridente ofensivo. Marinho está firme na esquerda e o ponta-de-lança Marcelinho justifica o regresso à titularidade.

Depois há Bolívia e Davide, com o primeiro a parecer em vantagem nesta corrida.

Fonte: O jogo

Paulão pode defrontar V. Guimarães

CENTRAL ESTÁ TOTALMENTE RECUPERADO

O defesa-central Paulão está totalmente recuperado da lesão que o obrigou a ser substituído no jogo com o Portimonense e vai alinhar frente ao V. Guimarães, prosseguindo a parceria com Diego Ângelo no eixo da defesa.

O plantel da Naval, ao ter conhecimento do sorteio dos quartos-de-final da Taça de Portugal, que ditou como adversário o Paços de Ferreira, é de que esta vai ser a oportunidade de vingar a derrota na Liga Sagres.

Fonte: Jornal Record

Imagem: Marcha do Vapor

Hoje foi dia de sorteio!


Os quatro encontros da VI Eliminatória da Taça de Portugal Millennium ficaram definidos esta quarta-feira, no sorteio que se realizou no Auditório Manuel Quaresma, na sede da Federação Portuguesa de Futebol.

A Naval vai então jogar em casa do Paços de Ferreira, e desta esperemos melhor resultado ao anterior ao contar para a Liga Sagres. Vamos a isso Naval, contamos contigo no Jamor, estarei lá a apoiar-te.

Os jogos serão disputados no dia 28 do próximo mês de Janeiro.

Eis o resultado do sorteio:
1. FC Paços de Ferreira - Naval 1º Maio
2. FC Porto - Leixões SC
3. Vitória SC - Estrela da Amadora
4. Atlético de Valdevez - CD Nacional

História começou bem mas o saldo é negativo

Ulisses Morais continua a preparar hoje, em Quiaios, a estratégia para atenuar o histórico da época passada frente ao Guimarães, quando sofreu duas derrotas.

No entanto, a Naval criou sensação precisamente no dia do baptismo no escalão principal, na época 2005/06, quando foi ao "Berço" vencer os vitorianos por 2-0, com golos de Fajardo - que agora representa, precisamente, os vitorianos - e Lito.
O balanço dos jogos com o Guimarães é negativo para os figueirenses, que somam duas derrotas, uma vitória, um empate, três golos marcados e cinco sofridos.
O médio Lazaroni tem uma lesão no joelho direito e está fora de hipótese. Paulão, único totalista do plantel, mantém-se em dúvida.
Fonte: O Jogo

O Artista do Apito - Ui ui mas que artista...


Este Srº vai arbitrar o Naval x Vitória Guimarães, iremos ver a prestação que ele irá ter num jogo bem disputado entre duas grandes equipas.

Fonte: Em parte da Marcha do Vapor, com algum perfume de "onavalista"

Opinião… Em causa o www.naval1demaio.com


Nuno Oliveira é um navalista assumido. Estudante de Novas Tecnologias da Comunicação na Universidade de Aveiro, foi durante algum tempo responsável pela manutenção do site Oficial da Naval 1º de Maio. Entusiasmou-se quis ir mais longe, mas acabou por chocar numa barreira que ainda hoje não conseguiu perceber.

Opinião… Em causa o www.naval1demaio.com

Antes de começar a escrever o que me trás por cá importa fazer desde já um ponto prévio. E serve esse ponto prévio para dizer que se este texto surge apenas agora é pelo facto de não me sentir a pessoa mais indicada para o fazer. Mas tendo em conta que ninguém mais imparcial se aventurou a escrever sobre este tema, pelo menos que seja do meu conhecimento, avanço para a construção deste texto avisando desde logo para a parcialidade do meu ponto de vista.

E escrevo porque hoje, um ano e qualquer coisa depois de ter deixado o site à sua sorte, continuo sem perceber o que ganhou a Naval e os seus adeptos com a minha saída. Como estudante da área e, principalmente, como adepto da Naval, parece-me que o nosso clube não ganhou muito, para não dizer nada, com essa situação. Embora muita gente ignore tal facto a verdade é que durante o período em que o site foi da minha responsabilidade tudo o que se fez foi feito exclusivamente por mim e muito do que não se fez foi por não haver disponibilidade de quem de direito. Ideias, essas, não faltaram.

A questão, no entanto, parece-me efectivamente mais profunda. Se é certo que a Naval tem hoje uma página oficial muito ao nível do seu campo de treinos também é certo que um site, por mais espectacular que seja, de nada serve quando este é um elemento único numa estratégia de marketing, na Naval, inexistente.

E é exactamente por isso que me sinto obrigado a fazer uma questão: Valerá a pena a Naval ter uma página oficial? Valerá a pena a Naval gastar dinheiro para ter um espaço que, de todo, não serve para nada se não for acompanhado de outras estruturas como, a título de exemplo, uma loja de produtos oficiais? A minha opinião sobre este assunto é que não, não vale a pena no actual estado de coisas.

Só valerá a pena a Naval gastar dinheiro com uma página oficial decente quando vir nela um importante meio de comunicação com vista à divulgação do clube e ao fortalecimento duma relação adepto/clube. Parece-me absurdo que em pleno séc. XXI e com a expressão “Sociedade da Comunicação” a entrar-nos pela casa todos os dias haja ainda um clube de primeira liga do futebol nacional que não veja na comunicação e no marketing um importante nicho de mercado a conquistar, mas há, e é o nosso.

Pela minha experiência no site da Naval sei que havia público para justificar um investimento sério na página Web, os concursos de oferta de bilhetes provaram-no. Não sendo este o rumo prioritário da Naval, o que é respeitável, reconheço que não faz qualquer sentido investir nesta vertente, sendo que qualquer que seja o investimento real do clube na presente página é, a meu ver, um monumental desperdício de recursos.

Da minha parte posso dizer, apenas por mera curiosidade, que não recebi qualquer valor pelo serviço prestado uma vez que aceitei o convite apenas pelo desafio e pela certeza de que seria capaz de alterar um pouco o rumo da vida do site. Para a época seguinte fiz as exigências que me pareceram naturais para dar continuidade ao trabalho, exigências que passavam, em parte, por uma mudança de atitude do clube para com a sua página. Aparentemente, porque nunca ninguém mo disse pessoalmente, as exigências não foram aceites e eu segui o meu rumo de simples adepto da Naval que era, sou e serei e a consciência tranquila de não ser um pára-quedista.

Sem mais nada relevante a acrescentar, e com um esclarecimento que mais do que importante me parecia interessante, despeço-me. Se já nãos nos voltarmos a ver, um bom Natal a todos.

Para Recordar...

Para podermos recordar a vitória da Naval frente ao Portimonense, a contar para a Taça de Portugal, por uns confortáveis 3-0, fica aqui o resumo completo dos Golos e tambem alguns lançes perigosos de ambas as equipas.

Tambem vai ficar ficar na nossa memoria, o numero 20 que fez 20 golos esta epoca. O nosso Jogador Marcelinho, festejou assim essa vitória.

Lazaroni em dúvida

MÉDIO TREINA-SE CONDICIONADO

O médio Bruno Lazaroni continua a fazer treino condicionado, pelo que é a grande dúvida do técnico Ulisses Morais para o jogo com o V. Guimarães, marcado para sexta-feira à noite, o qual abre a jornada 12.

Enquanto o brasileiro trabalha limitado, os jogadores mais utilizados efectuaram ontem de manhã, em Quiaios, treino de gestão de esforço e recuperação.

Nesta partida, a Naval quer rectificar o resultado da última época, no qual perdeu por 1-4, em casa. O jogo realizou-se na transição de Francisco Chaló para Ulisses Morais, sendo a equipa figueirense dirigida pelo adjunto Fernando Mira.

Neste momento, o V. Guimarães parte em vantagem para este jogo, já que tem mais um ponto (13) do que a equipa liderada por Ulisses Morais, que tem aqui uma boa oportunidade para inverter a situação.

Refira-se que os minhotos estão motivados, mercê do triunfo para a Liga ante o Leixões e para a Taça de Portugal frente aos sadinos. 

Fonte: Jornal Record

Vintena de golos para o camisola 20

No passado sábado, em jogo da Taça de Portugal Millenium frente ao Portimonense, Marcelinho atingiu os 20 golos em jogos oficiais pela Naval, casando os remates certeiros com o número da camisola que usa.

Um feito relevante, se tivermos em conta que foi conseguido em 45 partidas, numa equipa que desde que está na Liga Sagres tem uma média inferior a um golo por jogo.

"Estou muito feliz, é um marco importante, mas o que me deixa feliz é mesmo ajudar a Naval", frisa. Mas não foi só pelo golo que marcou que a vitória (3-0) sobre o Portimonense fez deste um jogo especial, pois antes de facturar, Marcelinho já tinha assinado duas assistências, num jogo em que até tinha começado como suplente. 

Estatisticamente falando, Marcelinho distribuiu a sua vintena de golos por todas as competições: 12 na Liga Sagres, sete na Taça de Portugal e um na Carlsberg Cup.

E apesar de na época passada ter igualado um feito do antecessor Nei na Liga, é na Taça que Marcelinho tem um registo verdadeiramente de matador, com uma média de um golo por jogo.

Feitas as contas, o artilheiro navalista marca um golo a cada 74 minutos na competição a eliminar, o que o ajudou a ser o melhor da Taça de Portugal há um ano.

Fonte "O Jogo"

Paulão já recuperou

CENTRAL FOI SUBSTITUÍDO NO JOGO DA TAÇA

O defesa-central Paulão, que no jogo com o Portimonense, para a Taça de Portugal, foi substituído por Fabrício Lopes, devido a queixas na coxa direita, recuperou e esteve ontem no ginásio com os companheiros. 

De manhã, os utilizados no jogo da véspera fizeram treino de recuperação, não subindo ao relvado, ao contrário dos restantes elementos que fizeram a sua preparação habitual.

Para hoje está marcada nova sessão, em Quiaios, esta já com vista ao confronto com o V. Guimarães na próxima sexta-feira, partida referente à 12.ª jornada da Liga Sagres. Refira-se que será um embate entre o 8.º classificado (V. Guimarães) e o 9.º (Naval) separados apenas por 1 ponto.

A equipa figueirense apresenta-se moralizada com a passagem aos quartos-de-final da Taça: quatro anos depois, voltou a golear o Portimonense; no último jogo entre as duas equipas, disputado na Figueira da Foz, então para a Liga de Honra, os navalistas haviam derrotado os algarvios por 5-0.

Fonte: Jornal Record e Imagem de Marcha do Vapor

Quartos já cá estão, venha o próximo adversário…

Hoje, no jogo a contar para a Taça de Portugal, a Naval 1º de Maio venceu o Portimonense por 3 – 0.

Num dia muito chuvoso e ventoso, a Naval a iniciar com algumas dificuldades na adaptação ao relvado pesado do José Bento Pessoa, numa primeira parte onde o sentido era mais para a defesa navalista.

O Portimonense com algumas investidas, mas a não criar muito perigo. A Naval também tentou progredir no seu jogo mas não saia lances decisivos. O jogo não queria sair às equipas, e sem sabor chegando ao intervalo tudo a zero.

Chegando a segunda parte, Ulisses Morais, faz entrar Marcelinho por Davide, a Naval começou a jogar melhor ofensivamente com a entrada de Marcelinho, mas a chuva itensa tornava o sonho da Naval cada vez mais Difícil.

Chegou então o momento do Jogo, aos 57 Minutos, quando Marcelinho remata cruzado e a bola vai encontrar os pés de Marinho que fez um grande Golo para a Naval.

A Naval continuou o jogo, e o Portimonense quase, quase poderia fazer o empate ao criar grandes dificuldades à Defesa e Guarda-Redes, da Naval.

Aos 73 e 77 minutos, entraram Gilmar, por Marinho, e Paulão por Fabricío. (Paulão teria uma lesão e Ulisses decidiu substituir)

Jogados 78 minutos, a Naval, sai de uma arrancada do meio campo com quatro jogadores, dos quais Marcelinho lavava a bola, e depois de correr uns bons metros, fez um passe sublime para Dudu, para fazer o 2-0.

Marcelinho, em grande e novamente a causar estragos no Portimonense aos 85 minutos, ao isolar-se e a bater o guarda-redes Alê, e a fazer o resultado final 3-0.

A Naval qualificou-se para os quartos finais da Taça de Portugal, com um jogo de grande qualidade na 2ª parte do encontro. Nota máxima para Ulisses, por ter feito boas substituições. Nota máxima e melhor jogador para Marcelinho, o nosso Ponta de Lança, da Nossa NAVAL.

Agradecimentos ao Colectivo Marinhas e Squadra Verdi, que estiveram a apoiar a Naval, até ao fim, mas devido à chuva e vento muito forte, não foi fácil. Os Limonetes, não foram, devido ao tempo mau e agreste que se fazia sentir no estádio.

Vencer o Portimonense não é necessiadade é uma exigência


A Naval recebe amanhã pelas 15 horas no Estádio Municipal José Bento Pessoa a formação do Portimonense, equipa que compete na Liga Vitális (Liga de Honra) encontro a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal.

Favoritismo para a Naval, sem esquecer que a Taça de Portugal é uma competição onde as surpresas surgem com alguma frequência e esse favoritismo tem de ser provado dentro das quatro linhas.

Ulisses Morais adiantou "Resolvemos os problemas do jogo anterior. Queremos ultrapassar o Portimonense para estar na próxima eliminatória, pois ficar de fora (da Taça) é desagradável"Segundo o técnico navalista, a equipa espera um jogo "difícil" mas, notou, os jogadores estão "alertados e avisados" para o valor do adversário e "motivados" para vencer o jogo e alcançar os quartos-de-final da prova.Gilmar e Bruno são as novidades da convocatória substituindo Peiser e Igor.

De fora ficaram por lesão, Lazaroni, Zé Mário, Kovacevic e Real, enquanto Tiago Rannown, João Ribeiro e Tiago Freitas não entraram nas opções técnicas do treinador.

Lista de convocados- Guarda-Redes: Jorge Batista e Bruno-

Defesas: Paulão, Fabrício Lopes, Daniel Cruz, Carlitos e Diego-

Médios: Dudu, Baradji, Alex Hauw, Godeméche e Gilmar-

Avançados: Michel Simplício, Bolívia, Marcelinho, Saulo, Marinho e Davide
Fonte: Marcha do Vapor, com imagem tambem mas alterada por "onavalista"

Bilhetes para Taça de Portugal


Mil desculpas pela não actualização do Blog não ter sido tão eficiente, porque o trabalho chama primeiro e visto ter ultrapassado isso, para não haver erros, fonte da Associação da Naval 1º de Maio, transmitiu que os bilhetes para o encontro da Taça de Portugal, às 15.00, no Estádio José Bento Pessoa são os seguintes:

Coberta Não Sócios: 10€

Descoberta Não Sócios: 7.5€

Para Sócios de Ambos os Clubes: 5€

Lembro a todos que os preços que estão representados no site da Naval, não são os correctos. Devido a ser um jogo da Taça, não é a Naval a responsável pela fixação dos preços.

Também têm a opção de ir pelo Colectivo Maravilhas e que são os seguintes:

TAÇA DE PORTUGAL

5ª Eliminatória

NAVAL - Portimonense

Sábado, 13 Dez 2008 15H00

Vem apoiar a NAVAL

Preços 2,5 Maravilhas Sócios do COLECTIVO

INFOLINE

96 292 59 88 - Pedro Taborda

Lazaroni deve falhar jogo da Taça

O técnico Ulisses Morais não deverá contar com o médio Lazaroni pelo segundo jogo consecutivo, desta feita frente ao Portimonense, para a Taça de Portugal. Nesta quinta-feira, no penúltimo treino da Naval antes do encontro, o médio brasileiro voltou a fazer trabalho condicionado, ainda em consequência do traumatismo no joelho direito sofrido frente ao Leixões, e irá realizar uma ressonância magnética hoje à tarde, para aferir da sua disponibilidade para a partida de sábado.

Como a última sessão de trabalho dos navalistas terá lugar hoje pela manhã, seguindo-se a divulgação da convocatória, o mesmo quererá dizer que Lazaroni muito provavelmente voltará a não figurar na lista.

Quem também esteve condicionado no treino foi João Real, que retomou assim os trabalhos de campo já na fase final de recuperação de uma entorse no joelho direito. O central, ao que tudo indica, só recomeçará a jogar em 2009.

A Naval procura seguir em frente na Taça de Portugal e, ao mesmo tempo, acertar contas com a equipa que os afastou da Taça da Liga, na última época, logo na primeira eliminatória. Perspectivam-se mudanças na equipa, em relação ao último jogo, em Vila do Conde, nomeadamente o regresso à baliza de Jorge Batista, assim como os de Davide e Marinho.

Fonte: Mais Futebol e imagem de MarchadoVapor

As contas da Taça


A estatística da Naval na Taça de Portugal é, ainda assim, animadora: 61 vitórias, 13 empates e 42 derrotas, tendo marcado 205 golos e sofrido 144.

Frente ao Portimonense, há mais do que números para confirmar, visto que a equipa da Figueira da Foz não vence desde a histórica vitória arrancada frente ao FC Porto, a 1 de Novembro.

Hoje, às 10h00, em Quiaios, aconteceu o penúltimo treino antes do jogo de sábado.

Fonte: O Jogo

Jorge Baptista de volta à baliza

NO JOGO DA TAÇA DE PORTUGAL COM O PORTIMONENSE


Jorge Baptista pode regressar aos jogos diante do Portimonense, para a 5.ª eliminatória da Taça.

O guardião, lesionado após o encontro com o Belenenses, da 4.ª jornada, até à qual tinha sido titular, tem sido rendido pelo francês Peiser, que vem merecendo a confiança de Ulisses, com actuações determinantes.

O técnico deverá introduzir alterações no onze inicial, procurando rectificar a impressão menos positiva deixada pela equipa em Vila do Conde.

Naval: Simplício até na hora de comemorar o golo 100

A Naval continua a mostrar-se bem servida no último terço do terreno. Se todos já conheciam Marcelinho, Davide e Marinho, pelo que fizeram na última época, agora há mais nomes a acrescentar à boa lista de avançados dos figueirenses. Bolívia foi o primeiro a dar nas vistas mas, nos últimos jogos, é um dianteiro com nome curioso que tem sobressaído: Michel Simplício.

O camisola 9 navalista (um número auspicioso) agarrou um lugar no onze e tem sido decisivo em diversos jogos, com destaque para o golo apontado frente ao Leixões, que fez vacilar o então líder da Liga mas, mais do que isso, permitiu ao clube inscrever o centésimo tento em encontros do escalão principal.

Quando o jogo terminou, Simplício nem fazia ideia da importância do golo que acabara de marcar e não escondeu a surpresa. «É a primeira vez que o meu nome fica ligado desta forma à história de um clube. Nem sabia, na altura. Foram os meus companheiros que me falaram disso, no final do jogo. Fiquei muito feliz», confessa o jogador, que resolveu dedicar o golo, o primeiro em Portugal, à esposa.

A Naval procura reencontrar-se de novo com aquela equipa autoritária que disparou na classificação logo nas primeiras jornadas já que os jogos mais recentes têm revelado um conjunto hesitante e que já não ganha há mês e meio, desde o célebre triunfo sobre o F.C. Porto. «Estamos a conversar para resolver esta situação. Apanhámos os grandes e algumas equipas do fundo da tabela, ainda por cima fora, o que é sempre difícil. Mas acredito que vamos recuperar e fazer um bom campeonato», afiança.
Dar a volta da Taça

O próximo adversário dos navalistas é o Portimonense, da Liga de Honra, em encontro a contar para a Taça de Portugal e o avançado brasileiro acredita que este poderá ser o jogo ideal para o regresso aos bons resultados, ainda para mais frente a um conjunto com o qual têm contas a ajustar: «Acreditamos que podemos dar a volta por cima mas temos de ter cuidado porque foram eles que nos afastaram, no ano passado, da Taça da Liga. Uma vitória irá, seguramente, deixar-nos mais confiantes para o futuro.»

Agora só falta, a camisola do 100 golo, para os nossos Limonetes, será que isso vai acontecer? Esperemos para ver, mas cabe á direcção da Naval 1º de Maio decidir. Se não houver oportunidade ficará para uma próxima.


Fonte: Mais Futebol com pequenas alterações de "onavalista"

Edição do Diário as Beiras de 10-12-2008

Noticia de Rogério Neves da edição de hoje, com o dialogo com Saulo.

Ulisses quer Naval com profundidade

Com o Portimonense no pensamento, em jogo da Taça de Portugal que se realiza no sábado, Ulisses Morais agendou para hoje um treino matinal no relvado de Quiaios.


Fora da competição estão Zé Mário, João Real e Kovacevic.

O técnico lamentou a "falta de profundidade do jogo" da equipa na derrota com o Rio Ave e espera que essa lacuna não se repita no encontro de sábado.

Fonte: O Jogo

Observar Hugo Santos de perto

A Taça de Portugal Millenium proporcionará a Ulisses Morais, treinador da Naval, a oportunidade de observar Hugo Santos, médio de 25 anos que apesar de pertencer ao quadros do emblema figueirense está emprestado ao Portimonense.

O Naval-Portimonense, agendado para as 15h00 de sábado, colocará frente-a-frente duas equipas derrotadas no fim-de-semana de campeonato: os navalistas perderam em Vila do Conde, os algarvios foram derrotados em casa, pelo Feirense, na Liga Vitalis.
Fonte: O Jogo

Bruno Lazaroni reintegrado

AMBIENTE PESADO NO TREINO APÓS A DERROTA

O treino no Bento Pessoa depois da derrota (0-2) com o Rio Ave, no domingo, ficou marcado por um ambiente pesado – até porque a Naval já leva um ciclo de 4 jogos sem vencer no campeonato –, mas também pelo regresso de Bruno Lazaroni, que trabalhou praticamente sem limitações.

Ausente esteve o central Diego Ângelo, que ficou em casa a recuperar de uma amigdalite.

Ulisses Morais começou a preparar o embate de sábado com o Portimonense, para a Taça de Portugal, partida que antecede a recepção ao V. Guimarães.

Fonte: Jornal Record, com foto do Marcha do Vapor

Ulisses Morais resignado...

Ulisses Morais, treinador da Naval 1º de Maio, comentou desta forma a vitória da formação vila-condense (2-0), na 11ª jornada da Liga 2008/09:

Ulisses Morais: «Sabíamos que o jogo iria ser disputado com bastante intensidade, em virtude do relvado e da situação em que o Rio Ave se encontrava.

Preparámos a equipa para isso. Entrámos pior no jogo, mas depois equilibrámos. Sabíamos que era uma questão de atitude e persistência.

Não tivemos tanta profundidade como pretendíamos e surge um minuto fatal. O Rio Ave chega ao golo num lance precedido de uma falta não assinalada.

Depois, não sei se haverá fora-de-jogo do avançado. Em vantagem, o Rio Ave soube ser equilibrado, nós tivemos de desorganizar a nossa equipa.

Sentíamos que era necessário fazer mais qualquer coisa, lançámos dois avançados e o Rio Ave marcou num lance de bola parada.

Aí, o jogo não ficou perdido, mas ficou muito mais difícil.

Enganei-me no K.O. - Rio Ave 2-0 Naval

Ontem à tarde a Naval 1º de Maio, foi derrotada em Vila do Conde pelo Rio Ave, onde o mesmo deixou a equipe da Naval 1º de Maio em completo K.O.
Foi um Jogo em que nos primeiros doze minutos, foi muito musculado e disputado a meio campo, conforme já era previsto, pelos treinadores das equipes.

O Rio Ave, como era de esperar a pressionar a Naval e Peiser a fazer algumas intervenções cruciais no Jogo. A Naval também não baixou braços, tentou contrariar essa pressão mas sem sucesso.

Logo aos 40 minutos, golo de Semedo, quando Livramento serve Chidi, e fez um grande passe, enquanto os jogadores da naval reclamavam falta, mas Semedo isolou-se com grande velocidade, contorna Peiser e de pé direito faz o golo.

Chegando ao intervalo, a Naval foi a perder 1-0 para o Balneário.
A Naval, na segunda parte faz sair Baraji e entra Dudu para o seu lugar, e isso fez a Naval entrar melhor a pressionar para fazer o empate mas sem resultados práticos.

Aos 69 minutos sai Gondoméche e Carlitos e entra Marinho e Saulo, para fazer uma maior pressão no jogo com mais ataque, afinal não havia nada a perder.

Aos 72 minutos, novamente golo do Rio Ave, após cobrança de pontapé de canto por Delson, e a bola a sobrar para Sacramento, que de pé direito com um remate e entre muitas pernas e mesmo a bola a bater em Peiser entrou e assim ficou o 2-0.

A Naval continuou a acreditar que podia conseguir e pressionava, mas o Rio Ave a defender sem contemplações.

Chegando os 90 minutos a Naval não consegui fazer a reviravolta no resultado perdendo 3 pontos em Vila do Conde, deixando a equipe em completamente K.O.

Ainda assim Bolívia Formou o tridente ofensivo com mais dois avançados brasileiros, sentando Marinho e Davide no banco de suplentes. Conseguiu produzir algo mais que Marcelinho e Michel Simplício, num ataque com rotação constante entre as unidades, procurando evitar a subida em bloco do Rio Ave. Iniciativas interessantes pelo flanco direito, na etapa inicial.

Alex Hauw Contratação acertada desta Naval 1º de Maio. Chegou e pegou de estaca. Denota elevada cultura táctica e inteligência no momento do passe. Bom jogador, este médio francês.

Peiser Foi batido por Semedo e Livramento, em lances em que pouco ou nada poderia fazer, mas demonstrou qualidades em vários outros momentos, demonstrando segurança entre os postes e extrema coragem nas saídas da baliza. Pelo seguro, a soco, mas com grande eficácia.

Resta à Naval preparar novo jogo, para dia 13 para a Taça de Portugal, no estádio José Bento Pessoa, com o Portimonense.
"Onavalista", mais uma vez quer agradecer a todos os que estiveram em Vila do Conde, principalmente Colectivo Maravilhas e Squadra Verdi, a todos vocês um muito obrigado e mesmo com resultados não tão positivos possamos sempre apoiar a NOSSA NAVAL. Força Naval estamos contigo.

Rio Ave - Naval 1º de Maio


A Naval 1º de Maio chega a Vila do Conde com índices de confiança elevados. A nossa formação nunca perdeu nas deslocações ao reduto do Rio Ave.

A Naval 1º de Maio parece atravessar um período de maior confiança, desejando conquistar o primeiro triunfo fora de portas, na presente edição da competição. A Naval conseguiu apenas dois empates, entre três desaires, valendo o registo caseiro para garantir uma posição confortável: três vitórias, uma delas frente ao F.C. Porto.

O jogo entre Rio Ave, último da tabela e Naval 8º com 12 pontos, disputa-se no Estádio do Rio Ave Futebol Clube em Vila do Conde, domingo, pelas 16 horas partida que será dirigida pelo arbitro André Gralha.

Mais uma vez, força à Nossa Naval, e que traga a primeira vitória fora de casa. Força Colectivo Maravilhas, Squadra Verdi e Limonetes, vamos todos apoiar a Nossa Naval.

Bruno Lazaroni falha convocatória

OS ELEITOS DE ULISSES MORAIS


O técnico navalista volta a debater-se com algumas contrariedades, já que não pode, desta feita, contar com o médio Bruno Lazaroni, que não recuperou a tempo de pode ser convocado.

Bolívia, segundo referiu, também só à hora do jogo poderá dar garantias de estar a cem por cento.

No entanto, Ulisses Morais quer fechar o ano com a primeira vitória na Liga fora de casa, apesar de considerar que vai ser um jogo complicado, pese embora o facto do adversário ser o lanterna vermelha: “Estamos acautelados para o valor colectivo de toda as equipas independentemente do lugar que ocupam”, acrescentando: “Temos a consciência de que vamos defrontar um adversário que estando nessas condições faz com que o jogo seja duma grande intensidade emocional, além da intensidade competitiva”, disse.

Considerando que o encontro vai ser disputado num clima de inverno, Ulisses prevê “um jogo mais musculado, com mais choques, talvez não muito bem jogado devido a esses factores, mas queremos estar preparados para essas condições climatéricas de forma a ser um jogo muito disputado entre duas equipas que também estão fortes ao nível físico”, garante.

E a concluir, a confiança do técnico: “Estamos empenhados em conseguir, no último jogo antes do fim do ano, para a Liga, a primeira vitória fora de casa”.

Lista de convocados:

Guarda Redes: Peiser, Jorge Baptista.

Defesas: Carlitos, Paulão, Diego Ângelo, Daniel Cruz, Fabrício Lopes, Igor.
Médios: Godemèche, Baradji, Alex Hauw, Davide, Marinho, Dudu.

Avançados: Marcelinho, Michel Simplício, Bolívia e Saulo.
Fonte: Jornal Record com pequenas alterações de "onavalista"

Sábado dia 13 Dezembro oitavos-de-final da Taça de Portugal


No sábado, dia 13, realiza-se o Naval-Portimonense, às 15:00, a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal. O Jogo realiza-se no Estádio José Bento Pessoa, onde a Naval pode seguir em frente com vitória sobre o Portimonense.

Espera-se jogo de grande qualidade das duas equipes e muita concentração. No ultimo jogo a contar para a Taça, a Naval, esteve quase com o jogo na mão com um Golo antes do intervalo de Bolívia e um outro ao reatamento da 2ª parte apontado por Marinho.

Mas o adversário Belenenses, não baixou braços e logo pouco depois empatou o jogo. Iria ser a Naval a ganhar, com um livre apontado por Alex no prolongamento.

Mais uma vez, força para esta grande equipe que é a Nossa Grande Naval.

Peiser feliz com críticas positivas

GUARDA-REDES PEGOU DE ESTACA NA FIGUEIRA DA FOZ


O guarda-redes Peiser, de 29 anos, no clube desde o início da época, oriundo do Guegnon, é titular na baliza da equipa de Ulisses Morais desde a 5.ª jornada.

O jogador confessou a Record que se sente “feliz por merecer a confiança" do treinador. "No plantel, todo o jogador aspira a ser titular e eu não fujo à regra, procurando fazer o meu melhor em favor da equipa”.

Peiser tem merecido os favores da crítica, mas garante que “o importante é sentir-me bem entre os companheiros de equipa”, acrescentando: “leio pouco jornais porque ainda não assimilei totalmente, como desejaria, o idioma português, mas estou grato pelas críticas positivas que me são transmitidas”, afirmou.

Quanto ao próximo confronto com o Rio Ave, considera que “o facto do adversário estar no fundo da tabela não é relevante, porque as diferenças entre as várias equipas não são significativas”, e entende que “a receita é jogarmos com muita concentração e atitude para conseguirmos os três pontos”, concluindo: “Não vai ser um jogo fácil”.

Colectivo Maravilhas, Informa...


Para este Domingo dia 7 de Dezembro de 2008, o Colectivo Maravilhas, têm o prazer de anunciar a todos os Navalistas que irá apoiar a Nossa Naval ao Rio Ave. Para quem quiser acompanhar o Colectivo as informações são as seguintes:

Domingo
07 DEZ 2008
16Hoo

Vem apoiar a NAVAL a Vila do Conde

Partida às 09H30 da Sede do Colectivo

Preços desde 12.5 Maravilhas

Viagem com Bilhete para o Jogo

Informaçoes para o nº. :96 292 59 88


Paulão, lesionado e em dúvida para Rio Ave

Segundo fonte do Marcha do Vapor o “capitão” navalista Paulão lesionou-se no decorrer do treino de hoje.

As próximas 24 horas serão decisivas no processo de recuperação do jogador de forma a poder entrar no rol de opções de Ulisses Morais para o encontro de Vila do Conde.

Á parte disso Bolívia já integrou o treino sem quaisquer condicionalismos o que deixa antever a integração no rol de opções de Ulisses Morais para a partida com vila-condenses.

Em situação diferente está Lazaroni, que apenas evoluiu em trabalho de corrida sem ainda participar no trabalho com bola.

Espera-se que o capitão recupere a tempo. Força Paulão, mas não se sabe ao certo qual a lesão.

Fonte: Marcha do Vapor, e imagem também, com alterações do "onavalista"

Bolívia em condições

O avançado Bolívia deve continuar a ser opção para o treinador Ulisses Morais, já que tudo indica ter recuperado da lesão contraída ante o Leixões.

Ontem, o atacante dos figueirenses participou no treino matutino, realizado no Bento Pessoa sob chuva intensa, e no final da sessão fez uma série de exercícios de recuperação, sob o olhar de Ulisses Morais e dos seus adjuntos, dominando a bola e rematando, e deu indícios de estar em condições de defrontar o Rio Ave, no próximo domingo.

Entretanto, o guarda-redes Peiser sofreu um ligeiro traumatismo no pé esquerdo, saindo mais cedo por precaução.