Frechaut pode estrear-se frente ao Atlético

Jogador convocado pela primeira vez



O médio Frechaut poderá finalmente estrear-se oficialmente pela Naval, figurando entre os convocados do treinador Daniel Ramos para a partida deste sábado com o Atlético, que abre a sexta jornada da Liga de Honra. 


Com 34 anos, Frechaut foi contratado no último dia do mercado, depois de ter passado duas épocas nos franceses do Metz. A partida com o Atlético poderá assim marcar o regresso do antigo internacional português aos relvados nacionais.


Lista de convocados:


Guarda-redes: Taborda e Ricardo Neves
Defesas: Carlitos, Leomar, Willams e Rogério Conceição.
Médios: Edivaldo Bolívia, Frechaut, Sandro, Leandrinho, Giuliano e Godinho
Avançados: Michel Simplício, Previtali, João Pedro, Roberto, Hugo Santos, Zé Rui e Fabiano


Fonte: A Bola

Defesa da Naval sujeita a mexidas

O lateral-esquerdo Carlos Fernandes treina condicionado na Naval. Daniel Ramos irá mudar novamente o onze, isto a juntar à expulsão do central Ricardo Ehle com o Penafiel. A estreia de Frechaut a central e Williams como lateral são hipóteses fortes.

Fonte: O Jogo

Frechaut de olho no onze

A expulsão de Ricardo Ehle, diante do Penafiel, pode proporcionar a estreia de Frechaut com a camisola da Naval. Apesar de ser um médio de raiz, o internacional está habituado a jogar no centro da defesa, posição que ocupou no Metz, de França, durante vários jogos. Leomar e Júnior Pereira são as outras opções de Daniel Ramos.

Fonte: O Jogo

Viagem à Amadora

Atlético - Naval 1º de Maio

Sábado, 1 de Outubro
17H00

Viagem à Amadora
Saída às 10H00 do Estádio
(Tempo para um passeio por Lisboa)

Preço de Viagem + Bilhete

20 Maravilhas para Sócios da Claque
25 Maravilhas para Não Sócios

Informações
96 292 59 88

Vem apoiar a Naval
Rumo à Liga Principal

Naval 1 Penafiel 0

Foto por Carina Monteiro
BOLÍVIA MARCOU DE PENÁLTI



Um golo de penálti, apontado por Bolívia, deu este domingo à Naval uma vitória, por 1-0, sobre um Penafiel incapaz de aproveitar a superioridade numérica da segunda parte para evitar a primeira derrota na Liga Orangina, à quinta jornada.
Com maior sentido coletivo e mais consistente na etapa inicial, a Naval justificava a vantagem alcançada ao minuto 13, mas a expulsão Ricardo Ehle mesmo antes do intervalo dificultou a tarefa no segundo tempo, valendo aos locais a ineficácia da equipa duriense.
Boa entrada dos figueirenses, que logo ao terceiro minuto viram Vítor Golas negar-lhes o golo com boa defesa, em sequência de lance de bola parada cobrado por Hugo Santos.
O golo surgiria passados 10 minutos, da marca de grande penalidade. Michel Simplício evitou Alysson na área de rigor penafidelense e este derrubou o avançado figueirense, cometendo falta para penálti que Bolívia cobrou com competência.
Ainda assim, o Penafiel poderia ter empatado ao minuto 21, contudo, Paulo Oliveira foi displicente.
Em período de compensação da etapa inicial a Naval ficou reduzida a dez unidades por expulsão de Ricardo Ehle, que foi admoestado com cartão vermelho direto por agressão a um adversário.
No reatar da partida Daniel Ramos prescindiu do avançado Roberto lançando Leomar para colmatar a expulsão do Ricardo Ehle, por sua vez Francisco Chaló trocou um avançado, Jesus, por outro, Guedes.
Na etapa complementar inverteram-se os papéis. Os visitantes dominaram em todos os capítulos, fizeram valer a superioridade numérica, todavia falharam totalmente na finalização.
O Penafiel pegou no jogo e submeteu os donos da casa a enorme sufoco, mas sem conseguirem arte e oportunidades para pelo menos chegar ao empate.
Jogo disputado no Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz
Marcador: 1-0, Edivaldo Bolívia, 13’ (gp)
Naval: Taborda, Carlitos, Ricardo Ehle, Rogério Conceição, Carlos Fernandes (Willams, 44’), Sandro, Godinho, Edivaldo Bolívia, Hugo Santos, Roberto (Leomar, 45’) e Michel Simplício (João Pedro, 68’)
Penafiel: Vítor Golas, Dias, Paulo Oliveira, Alysson, Élizio, Pedrinha, Rafa (Aldair, 80’), Ruben, Diogo Viana (Luís Carlos, 59’), Jesus (Guedes, 45’) e Manoel
Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa)
Ação Disciplinar: Cartão Amarelo para Alysson (14’), Sandro (29’), Taborda (37’), Roberto (40’), Hugo Santos (52’), Rafa (70’), Dias (83’), Luís Carlos (90+3’). Cartão Vermelho para Ricardo Ehle (45+1’)
Assistência: 400 espectadores
Fonte: Record

Fabiano de regresso

O regresso de Fabiano constitui o destaque da convocatória da Naval para a recepção ao Penafiel no domingo, para jogo da quinta jornada da Liga Honra futebol

Face ao jogo com o Desportivo das Aves igualdade a um golo, Daniel Ramos chamou à lista dos 19 o avançado brasileiro Fabiano por permuta com Zé Rui.
De fora ficaram ainda Delson por impedimento físico, Tiago Mesquita, Frechaut, Ricardo Neves e Júnior Pereira por opção técnica

19 Jogadores convocados:

Guarda-redes: Taborda e Guilherme;
Defesas: Ricardo Ehle, Carlitos, Leomar, Carlos Fernandes, Willams e Rogério Conceição
Médios: Edivaldo Bolívia, Sandro, Leandrinho, Giuliano e Godinho;
Avançados: Michel Simplício, Previtali, João Pedro, Roberto, Hugo Santos e Fabiano.

Fonte: A Bola

Totalistas jogam atrás

Os três totalistas da equipa de Daniel Ramos jogam na retaguarda. Com 360 minutos jogados, os reforços Taborda, guarda-redes, e o defesa-central Ricardo Ehle são acompanhados por Carlitos, que cumpre a 11ª época consecutiva no clube figueirense. Para a recepção ao Penafiel só o médio Delson está indisponível.

Fonte: O Jogo

Amanhã, 5ª Jornada da Liga Orangina na Figueira da Foz


NAVAL 1º DE MAIO - FC PENAFIEL

5ª Jornada Liga Orangina

25 de Setembro 2011 (Amanhã)

Local: Estádio Municipal José Bento Pessoa

Hora: 17H

Vem apoiar a Naval 1º de Maio

Daniel Ramos tira trinco e muda miolo

Daniel Ramos, treinador da Naval, deve abdicar de um trinco frente ao Penafiel, para dar mais poder ofensivo à equipa. Se promover esta alteração, será a quinta vez que o faz no campeonato. A Naval apostou nas Aves (1-1) em dois trincos, tal como frente ao Leixões (derrota por 1-0).


Fonte: O Jogo

Sorteios da Taça de Portugal e Taça da Liga

Boas hipóteses de continuar em frente

Os sorteios para a Taça de Portugal e Taça da Liga ditaram adversários de escalões bem diferentes para a Naval 1º de Maio.
Assim, para a Taça de Portugal, a Naval desloca-se a Macedo de Cavaleiros, eliminatória que terá lugar no dia 16 de Outubro (Domingo). Já para a Taça da Liga, a Naval defronta o Vitória de Setúbal, numa eliminatória que será realizada em duas mãos, respectivamente com os navalistas a jogarem em casa no dia 26 de Outubro (1ª Mão) e visitarem o campo dos sadinos no dia 9 de Novembro (2ª Mão).

D. Aves-Naval, 1-1: Empate lisonjeiro para os da casa

FIGUEIRENSES FIZERAM MAIS PELA VITÓRIA



O D. Aves e a Naval , equipas que somam apenas um triunfo, empataram este domingo 1-1, em encontro da quarta jornada da Liga Orangina.
Os forasteiros, comandados por Daniel Ramos, começaram a ameaçar as redes avenses mais cedo e, depois de uma ameaça de Rogério Conceição, o golo "anunciado" chegou aos 12 minutos, por Hugo Santos, servido por Roberto.
A equipa orientada por Paulo Fonseca despertou e começou a procurar o empate com mais determinação. Geraldes teve tudo para repor a igualdade, aos 21 minutos, mas encontrou pela frente um guarda-redes muito atento.
Seguiu-se a tentativa de Nelson, de livre, mas a bola raspou o poste da Naval e saiu. Fonseca (31 minutos) e Pedro Cervantes (37) também se mostraram inconformados com a desvantagem, mas Taborda travou os remates, mostrando segurança entre os postes.
O D. Aves começou a segunda parte a criar muito perigo. Logo aos 46 minutos, João Paulo fez tudo bem até estar sozinho perante o guarda-redes e decidir rematar de forma fraca e ao lado.
A partida começou a ficar mais equilibrada e o marcador também, quando Vasco Matos saltou do banco para fazer o empate, com um remate forte. A bola ainda bateu na trave, depois no chão, iludindo o guardião forasteiro (70 minutos).
A partida terminou com a Naval perto de voltar à liderança do marcador, mas o árbitro setubalense Olegário Benquerença considerou que Michel estava em fora de jogo (90+4' minutos).
Jogo no Estádio do Desportivo das Aves, na Vila das Aves.
D. Aves-Naval, 1-1.
Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria).
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores: 0-1, Hugo Santos, 12 minutos; 1-1, Vasco Matos, 70.
D. Aves: Marafona, Geraldes, Tiago Valente, João Pedro, Nelson Pedroso, Tito, Ricardo Chaves (Bischoff, 46), Pedro Cervantes, Quinaz (Pedro Pereira, 76), Renato (Vasco Matos, 61) e Fonseca.
Naval: Taborda, Carlitos, Ricardo Ehle, Rogério Conceição, Carlos Fernandes, Sandro, Godinho, Giuliano (Edivaldo, 51), João Pedro (Williams, 68), Roberto e Hugo Santos (Michel, 82).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Valente (25), Rogério (61), Hugo Santos (67), Bischoff (73), João Pedro (73) e Ricardo Ehle (90+2).
Assistência: Cerca de 800 espectadores.
Fonte: Record

“A Naval está num patamar bastante bom da Liga Orangina”

Daniel Ramos – treinador da Naval 1.º de Maio 


Daniel Ramos é um treinador habituado às vitórias. Foi pela sua liderança que o Vilanovense subiu da terceira para a segunda divisão, treinou os colectivos dos Dragões Sandinenses e do Desportivo de Chaves e, em 2007, projectou o Trofense para a Divisão de Honra. Moreirense, Gondomar, Vizela e um regresso ao Trofense foram os passos seguintes da sua carreira. 
Na última época rumou à Ilha da Madeira e conseguiu o feito há muito perseguido pelo União da Madeira, o da subida à Liga Orangina (antiga Divisão de Honra). 
Sempre procurando novos desafios, declinou convites – para o Médio Oriente e clubes da Liga de Honra – para aceitar substituir nas funções de treinador da Naval 1.º de Maio o brasileiro Carlos Mozer. 
Acredita que a Naval 1.º de Maio irá regressar à principal liga do futebol nacional. Trabalho árduo e sério, planeamento e respeito pelas regras do jogo e pelo adversário são os ingredientes. 



O que pesou da decisão de aceitar o convite de Aprígio Santos para treinar a Naval? 
A possibilidade de ter em mãos um projecto exigente, difícil e ao mesmo tempo apetecível. Precisamente por ser um projecto que ambiciona a subida de Divisão. 
Eu vinha habituado a diversas vitórias e esta foi uma decisão ponderada, acredito que tenho condições e posso dar o meu contributo a este clube para que possa regressar ao campeonato principal. 



Três jogos, apenas uma vitória… 
O resultado não é o que eu desejaria. Não temos os pontos que consideramos que deveríamos ter, atendendo ao que produzimos. Mas estamos cientes de que existe qualidade no plantel. 
As muitas entradas, uma nova equipa técnica, um conjunto de passos de reestruturação e o «pesadelo» da descida presente nalguns jogadores de continuidade tornaram ainda mais difícil o arranque, se bem que não estamos desagradados totalmente. Para além das exibições terem sido agradáveis, continuamos na Taça de Portugal, e continuamos na Taça da Liga, ou seja, estamos a lutar em três frentes, o que nos dá boas expectativas para o campeonato. 
Reconheço que temos ainda algumas «brancas» no jogo para resolver. 



A que nível? 
Fruto precisamente desse «pesadelo», de alguma falta de conhecimento do grupo, de algum entrosamento colectivo e da procura do melhor momento de forma por parte de alguns jogadores. 
Temos momentos em que não somos tão consistentes quanto poderemos ser. Mas numa análise do arranque deste campeonato, não nos podemos queixar. Isto porque existem outras equipas que têm um núcleo de jogadores de continuidade e acredito que a Naval está num patamar bastante bom atendendo ao global da Liga Orangina. 
Precisamos agora é de crescer e temos plantel para isso. Temos de evoluir bastante porque a exigência do campeonato é grande, a valia das equipas é aproximada e teremos de estar preparados para pontuar sempre que possível. Só quem ganha é que consegue estar no topo e atingir objectivos, neste caso o campeonato principal. 


Defesa da Naval pode ter Leomar como novidade

Ricardo Ehle, central titular nas três primeiras jornadas, mantém-se a treinar condicionado e é dúvida para a deslocação à Vila das Aves. Caso não recupere, Leomar deve voltar ao onze no campeonato, depois de o ter feito em Portimão, ao segundo jogo. Frechaut está também limitado e à procura da estreia. Já Delson prossegue o plano de recuperação.

Fonte: O Jogo

Roberto é o destaque da semana na imprensa desportiva

Roberto deseja crescer com golos


O avançado Roberto não tem dúvidas ao mencionar o momento mais feliz da sua ainda curta carreira: "Foi quando assinei o contrato de profissional com a Naval", apontando a grande penalidade desperdiçada em Portimão, na segunda jornada, como um dos piores.
Roberto despertou para os golos com apenas 10 anos, no clube do bairro onde vivia, o Bairro do Falcão, no Porto, que também viu nascer João Vieira Pinto para o futebol. O avançado não conhece pessoalmente o antigo capitão do Benfica e actual comentador de O JOGO, mas sabe quando está de visita. "Vejo o carro dele lá no bairro, quando vai ver a avó". Em 2005 foi descoberto por olheiros do FC Porto e dois anos depois sagrou-se campeão nacional de juniores. "Fui campeão com o mister Ilídio Vale e com colegas como Ukra, Candeias, Ventura, Castro e Rui Pedro", lembra, recordando também os 13 golos que marcou nessa época. Domingo passado, estreou-se a marcar pela Naval, bisou e o Freamunde foi afastado da Taça. "Foi bom e os golos foram dedicados à minha namorada e família". Agora, Roberto quer aproveitar o bom momento e ajudar a equipa a vencer o Aves. "Encaramos todos os jogos para vencer e eu aprendo todos os dias para crescer."

Daniel Ramos
"Tem enorme crença"


O treinador Daniel Ramos foi o responsável pela contratação de Roberto, que jogava no Tirsense. "É competitivo, determinado, rápido e disponível", refere o técnico, acrescentando que o avançado tem "faro de golo, algum talento e uma enorme crença". "Nunca dá uma bola por perdida e o exemplo disso foi o primeiro golo que marcou", analisou.

Fonte: O Jogo

Viagem à Vila das Aves


Desportivo das Aves - Naval 1º de Maio


2ª LIGA
Nova Vida

Acção de Apoio à Nossa NAVAL

Domingo 18 SET 2011
16H00

Saída às 11H30 do Estádio

Preços de Viagem + Bilhete para o jogo

15 Maravilhas Sócios da Claque
20 Maravilhas Não Sócios

Informações

Do Bairro do Falcão ao sonho de menino

ROBERTO E JOÃO VIEIRA PINTO COMEÇARAM NO MESMO CLUBE



Roberto está em destaque na Figueira da Foz. Depois dos bons indícios dados nos primeiros jogos, os 2 golos marcados no último fim-de-semana – vitória (3-1) frente ao Freamunde, na Taça de Portugal – colocaram o jogador, de 22 anos, a viver um “sonho de menino”.
“A sensação foi ótima. Estava à procura do golo desde o primeiro jogo e, admito, já havia um pouco de ansiedade e muita vontade que ele aparecesse”, revelou o avançado. Depois do mau arranque na Liga Orangina, Roberto acredita que a equipa está agora no bom caminho. “Temos um plantel com muita qualidade. Perdemos 2 jogos devido a pormenores e a prova da nossa qualidade está nas últimas duas vitórias”, defende, acrescentando que “o grande objetivo é ajudar a Naval a subir de divisão”.
Fonte: Record

Naval na 3ª eliminatória da Taça de Portugal

Foto por Carina Monteiro
Vitória incontestável dos navalistas

A Naval 1º de Maio venceu a equipa do Freamunde, também da Liga Orangina, por 3-1, com golos apontados por Roberto (2) e Michel Simplicio(1 g.p.). 
Na primeira parte a Naval entrou mais segura e a controlar o jogo, mas o Freamunde foi equilibrando a partida. No entanto, não se pode assinalar nenhum lance de real perigo para ambas as balizas. Com o apito final para o intervalo e com Simplicio a aquecer, prevendo a sua entrada em campo para o segundo tempo, em detrimento de João Pedro, a aposta de Daniel Ramos viria a dar frutos, dando mais mobilidade ao ataque figueirense. Roberto marca aos 59 e 82 minutos, com duas arrancadas que o colocaram frente a frente com o guarda-redes adversário, tendo apenas de se desviar para concretizar duas vezes. Aos 85 minutos, Luciano reduz para o Freamunde, fazendo tremer um pouco as hostes navalistas, mas o tiro certeiro chegou pelos pés de Michel Simplicio, na cobrança de uma grande penalidade, após derrube de Hugo Santos na grande área da equipa visitante, mesmo no último minuto de jogo, sentenciando assim a partida.

Destaques:

Simplicio 4/5

Entrou, fez o que quis do seu adversário e foi o principal impulsionador da vitória navalista.

Giuliano 4/5

Mais um excelente jogo do médio navalista, que jogo após jogo, vai crescendo de forma e performance.

Roberto (4/5)

Excelente jogador, com capacidades acima da média, finalmente matou a seca de golos que persistia na Figueira da Foz. Acaba por ser, em conjunto com Simplicio, um dos melhores em campo, pela forma como marcou os dois golos iniciais da Naval 1º de Maio.


Hugo Santos (3/5)

Sempre inconformado na frente, Hugo Santos correu quilómetros e quilómetros e interveio em vários lances de perigo. 

Crónica: Carina Monteiro

Tiago Mesquita estreia-se nos convocados

PARA DEFRONTAR FREAMUNDE


A estreia de Tiago Mesquita e os regressos de Sandro e Edivaldo Bolívia destacam-se na convocatória da Naval para a partida de domingo, às 16 horas, com o Freamunde, da segunda eliminatória da Taça de Portugal.
Face ao encontro anterior, uma vitória por 2-1 sobre o Sp. Covilhã para a Liga Orangina, saíram Fabiano e Leandrinho (castigado), tendo ficado ainda de fora, Delson por impedimento físico, e Guilherme, Júnior Pereira e Frechaut, por opção técnica.
"Não escondemos que o nosso principal objetivo está no campeonato, contudo nas outras provas em que participamos queremos chegar o mais longe possível", sublinhou o técnico figueirense Daniel Ramos [na foto] ao antecipar o duelo de Freamunde entre duas equipas da Liga Orangina.
Lista de convocados:
Guarda-redes: Taborda e Ricardo Neves.
Defesas: Tiago Mesquita, Ricardo Ehle, Carlitos, Leomar, Carlos Fernandes, Willams e Rogério Conceição.
Médios: Edivaldo Bolívia, Sandro, Giuliano e Godinho.
Avançados: Michel Simplício, Previtali, João Pedro, Roberto, Hugo Santos e Zé Rui.

Fonte: Record

Frechaut deve estrear-se

Frechaut deverá estrear-se amanhã com a camisola da Naval. Face ao impedimento de Leandrinho, que foi expulso no jogo com o Covilhã, a entrada daquele que foi um dos mais sonantes reforços da equipa de Daniel Ramos é quase uma certeza frente ao Freamunde. Recorde-se que o lateral-direito tem pouco mais de uma semana de trabalho. 

Fonte: O Jogo

Naval - Freamunde (Taça de Portugal)

Naval - Freamunde

Taça de Portugal

Dia 11 de Setembro, pelas 16H
Estádio Municipal José Bento Pessoa

Preço dos bilhetes:
 Sócios - 7,00€
Cartão Jovem - 4,50€
Geral - 7,00€
Descoberta - 9,00
Coberta - 14,00€



Campeonato da Europa de Remo

Este campeonato vai ter lugar em Plovdiv na Bulgaria de 16 a 18 de Setembro.
O remador da Naval, Diogo Pinheiro irá integrar o Shell de 4 s/timoneiro pesos ligeiros (4-LM)português. Força Diogo!

Fonte: Facebook oficial da Naval 1º de Maio

Leandrinho critica vermelho de Paixão

Leandrinho, punido com cartão vermelho directo frente ao Covilhã, vai cumprir um jogo de castigo, pelo que falhará a recepção ao Freamunde, para a Taça de Portugal. O médio criticou a decisão do árbitro Bruno Paixão, garantindo que o mesmo se equivocou. "Foi um lance normal, o adversário chegou primeiro à bola e houve uma batida de canela em canela. O árbitro estava de costas e apitou pelo barulho". Entretanto, e depois de ter estado ao serviço da Bolívia, Edivaldo já voltou aos treinos na Figueira da Foz.


 Fonte: O Jogo

Naval-Sp. Covilhã, 2-1: Figueirenses estreiam-se a pontuar

Foto por Carina Monteiro
VITÓRIA IMPORTANTE EM CASA



A Naval conquistou este domingo os primeiros pontos na Segunda Liga, ao vencer em casa o Sp. Covilhã, por 2-1. Hugo Santos e Godinho marcaram os golos da formação da Figueira da Foz, aos 7' e 25', enquanto Gabi, aos 54', reduziu para os "Leões da Serra".
A vantagem no marcador traduzia o domínio da Naval, que ficou em inferioridade numérica a partir dos 35 minutos, devido à expulsão de Leandrinho.
Na segunda parte, o Covilhã reduziu cedo e submeteu os anfitriões a enorme sufoco, obrigando-os a abdicar do ataque e a defender a magra vantagem.
Face à última jornada, Daniel Ramos, técnico da Naval, fez quatro alterações, promovendo à titularidade, Carlos Fernandes, Godinho, Rogério Conceição e Leandrinho, enquanto o treinador serrano, Manuel Tulipa, chamou ao onze Joel, Ricardo Rocha, Idris e Dominic.
Aos sete minutos, Hugo Santos inaugurou o marcador, proveitando um cruzamento de Roberto, após lançamento de Godinho do meio campo. Giuliano e Hugo Santos podiam ter dilatado a vantagem, aos 20 e 22 minutos, mas o segundo golo da Naval só chegou por Godinho, aos 23, após assistência de Hugo Santos.
Antes do intervalo, Leandrinho foi expulso, na sequência de um lance dividido com Filipe Fernandes.
Aos 54 minutos, o Sp. Covilhã reduziu a diferença, com um golo de Gabi, na marcação de uma grande penalidade, que castigou um pretenso derrube de Carlos Fernandes a Wang Gang.
Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz
Naval-Sp. Covilhã, 2-1
Intervalo: 2-0
Equipas:
Naval: Taborda, Carlitos, Ricardo Ehle, Rogério Conceição, Carlos Fernandes, Godinho, Giuliano (Zé Rui 83'), Leandrinho, Hugo Santos, Roberto (Michel Simplício 90') e João Pedro (Willams 69')
Suplentes: Ricardo Neves, Leomar, Previtali e Fabiano
Sp. Covilhã: Nuno Santos, Dani Coelho (Dani Matos 54'), Ricardo Rocha (Wang Gang 35'), Aníbal, Joel, Zézinho, Idris Filipe Fernandes, Gabi, Dominic (Pedro Ribeiro 64') e Fofana
Suplentes: Igor Araújo, Amian, Milton e André Sousa
Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)
Ação disciplinar: Cartão amarelo para: Godinho (10'), Fofana (42'), João Pedro (42'), Carlos Fernandes (53'), Pedro Ribeiro (70') e Ricardo Ehle (72'). Cartão vermelho direto para Leandrinho (40')
Assistência: 400 espetadores
Fonte: Record

Dois regressos e uma estreia para a recepção ao Sp. Covilhã

Os regressos de Carlos Fernandes e Michel Simplício e a estreia de Ricardo Neves são as principais novidades nos convocados da Naval para a recepção ao Sp. Covilhã, no domingos, às 17 horas.

Em relação ao último jogo, saíram Sandro, Bolívia, Guilherme e Júnior Pereira. Delson, por lesão, Tiago Mesquita, por opção técnica, também não entram nas contas do treinador Daniel Ramos, enquanto Frechaut continua à espera de certificado internacional.

Eis a lista de 18 convocados:

Guarda-redes: Taborda e Ricardo Neves.

Defesas: Ricardo Ehle, Carlitos, Leomar, Carlos Fernandes, Williams e Rogério Conceição.

Médios: Giuliano, Godinho, Leandrinho.

Avançados: Michel Simplício, Previtali, João Pedro, Roberto, Hugo Santos, Zé Rui e Fabiano.

Fonte: A Bola

Cinco baixas para a Covilhã

Além do estigma de ser última classificada, a Naval e o treinador Daniel Ramos têm outros problemas para resolver, nomeadamente as cinco baixas para o jogo de amanhã, na Covilhã. Fabiano e Delson estão lesionados; Sandro castigado; Edivaldo na selecção da Bolívia; e Frechaut ainda não tem certificado para poder jogar.

Fonte: O Jogo

Diogo Pinheiro vencedor no Campeonato do Mundo de Remo



Campeonato do Mundo de Remo


Diogo Pinheiro venceu a Final C em 1XLM como tempo de 7:31,37.

Fonte: Facebook Oficial da Associação Naval 1º de Maio

Naval - Freamunde na 2ª Eliminatória da Taça de Portugal

O sorteio da segunda eliminatória da Taça de Portugal em futebol, realizado hoje, ditou apenas dois jogos entre equipas da Liga de Honra, com o Arouca a receber o Leixões e a Naval 1º de Maio o Freamunde.


Fonte: Sic Noticias