Roberto é o destaque da semana na imprensa desportiva

Roberto deseja crescer com golos


O avançado Roberto não tem dúvidas ao mencionar o momento mais feliz da sua ainda curta carreira: "Foi quando assinei o contrato de profissional com a Naval", apontando a grande penalidade desperdiçada em Portimão, na segunda jornada, como um dos piores.
Roberto despertou para os golos com apenas 10 anos, no clube do bairro onde vivia, o Bairro do Falcão, no Porto, que também viu nascer João Vieira Pinto para o futebol. O avançado não conhece pessoalmente o antigo capitão do Benfica e actual comentador de O JOGO, mas sabe quando está de visita. "Vejo o carro dele lá no bairro, quando vai ver a avó". Em 2005 foi descoberto por olheiros do FC Porto e dois anos depois sagrou-se campeão nacional de juniores. "Fui campeão com o mister Ilídio Vale e com colegas como Ukra, Candeias, Ventura, Castro e Rui Pedro", lembra, recordando também os 13 golos que marcou nessa época. Domingo passado, estreou-se a marcar pela Naval, bisou e o Freamunde foi afastado da Taça. "Foi bom e os golos foram dedicados à minha namorada e família". Agora, Roberto quer aproveitar o bom momento e ajudar a equipa a vencer o Aves. "Encaramos todos os jogos para vencer e eu aprendo todos os dias para crescer."

Daniel Ramos
"Tem enorme crença"


O treinador Daniel Ramos foi o responsável pela contratação de Roberto, que jogava no Tirsense. "É competitivo, determinado, rápido e disponível", refere o técnico, acrescentando que o avançado tem "faro de golo, algum talento e uma enorme crença". "Nunca dá uma bola por perdida e o exemplo disso foi o primeiro golo que marcou", analisou.

Fonte: O Jogo

0 comentários: