D. Aves-Naval, 1-1: Empate lisonjeiro para os da casa

FIGUEIRENSES FIZERAM MAIS PELA VITÓRIA



O D. Aves e a Naval , equipas que somam apenas um triunfo, empataram este domingo 1-1, em encontro da quarta jornada da Liga Orangina.
Os forasteiros, comandados por Daniel Ramos, começaram a ameaçar as redes avenses mais cedo e, depois de uma ameaça de Rogério Conceição, o golo "anunciado" chegou aos 12 minutos, por Hugo Santos, servido por Roberto.
A equipa orientada por Paulo Fonseca despertou e começou a procurar o empate com mais determinação. Geraldes teve tudo para repor a igualdade, aos 21 minutos, mas encontrou pela frente um guarda-redes muito atento.
Seguiu-se a tentativa de Nelson, de livre, mas a bola raspou o poste da Naval e saiu. Fonseca (31 minutos) e Pedro Cervantes (37) também se mostraram inconformados com a desvantagem, mas Taborda travou os remates, mostrando segurança entre os postes.
O D. Aves começou a segunda parte a criar muito perigo. Logo aos 46 minutos, João Paulo fez tudo bem até estar sozinho perante o guarda-redes e decidir rematar de forma fraca e ao lado.
A partida começou a ficar mais equilibrada e o marcador também, quando Vasco Matos saltou do banco para fazer o empate, com um remate forte. A bola ainda bateu na trave, depois no chão, iludindo o guardião forasteiro (70 minutos).
A partida terminou com a Naval perto de voltar à liderança do marcador, mas o árbitro setubalense Olegário Benquerença considerou que Michel estava em fora de jogo (90+4' minutos).
Jogo no Estádio do Desportivo das Aves, na Vila das Aves.
D. Aves-Naval, 1-1.
Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria).
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores: 0-1, Hugo Santos, 12 minutos; 1-1, Vasco Matos, 70.
D. Aves: Marafona, Geraldes, Tiago Valente, João Pedro, Nelson Pedroso, Tito, Ricardo Chaves (Bischoff, 46), Pedro Cervantes, Quinaz (Pedro Pereira, 76), Renato (Vasco Matos, 61) e Fonseca.
Naval: Taborda, Carlitos, Ricardo Ehle, Rogério Conceição, Carlos Fernandes, Sandro, Godinho, Giuliano (Edivaldo, 51), João Pedro (Williams, 68), Roberto e Hugo Santos (Michel, 82).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Valente (25), Rogério (61), Hugo Santos (67), Bischoff (73), João Pedro (73) e Ricardo Ehle (90+2).
Assistência: Cerca de 800 espectadores.
Fonte: Record

0 comentários: