Naval-Nacional | 0-0

A Naval já a pensar na meia-final da Taça de Portugal, arrancou esta sexta-feita um para a 26º Jornada, frente ao Nacional, um resultado que nada beneficia as duas equipas. 

A Naval, como esperado, entrou em regime de poupança a pensar na meia-final da Taça de Portugal, na terça-feira. Alguns titulares como Gomis, Hauw, Fábio Júnior e Camora ficaram no banco - Carlitos nem fora convocado - dando lugar às segundas escolhas como Real, Davide, Ouattara e Kerrouche.

Era de esperar que o jogo não começasse com grande intensidade e assim foi. A Naval assumiu o comando das operações, sob a batuta de Marinho que conseguiu visar a baliza de Bracalli, por duas vezes, sempre com algum perigo à mistura. Mas o momento alto da partida foi mesmo o remate à trave de Diego Ângelo, num livre, que só por muito pouco não deu golo.

Ficou, claramente, a sensação de que ambas as equipas não estavam muito interessadas em ganhar o encontro, apesar de a Naval até ter beneficiado das melhores oportunidades. O Nacional parecia estar a guardar-se para a segunda parte. O mote chegou pelo pé direito de Pecnik, num remate cruzado que passou a centímetros da baliza do guardião francês da Naval.

Augusto Inácio não perdeu muito mais tempo e chamou três «pesos-pesados» de uma assentada, acreditando que, com um pouco mais de esforço, era possível ganhar o jogo. Manuel Machado respondeu com uma troca de avançados, colocando Edgar Silva no lugar de Oldoni, e mais tarde com a aposta no outro Edgar, para o lugar de Juliano, que imitou Diego Ângelo e também acertou na trave.
Resultado que não beneficia a Naval, mas vamos acreditar que frente ao Chaves para a Taça, as coisas nos possam correr melhor. Certamente que não vai ser fácil, mas se todos pensarem em conquitar esse objectivo, podemos chegar onde nunca chegamos. Força Naval, estamos contigo..

Fonte:  Mais Futebol com edição de - O Navalista

1 comentários:

tiago SCP disse...

A Naval esta a realizar um excelente campeonato este ano, principalmente depois da chegada de Augusto Inácio já que antes dele chegar se nao me engano estavam em zona de descida e agora estao confortaveis na classificação já com a manutençao assegurada à semelhança de anos anteriores, a Naval voltou a ter um campeonato tranquilo e a cumprir os seus objectivos.

Comentem também no blog Jornaleiro Desportivo a análise ao jogo.

cumprimentos