Naval-Benfica, 2-1 (destaques)

Marinho mostrou a Luís Filipe como se decide um jogo


Decisivo. Extremo com reputado andamento, deixou Carole à beira de um ataque de nervos. Forma um belo corredor direito com Carlitos e consegue manter a velocidade ao longo de noventa minutos de bom futebol. O lateral francês do Benfica, jovem com potencial, adaptou-se progressivamente ao complexo adversário, mas Marinho viria a mudar de flanco para decidir a partida. Insistência da esquerda para o centro, remate frontal e cruzado, fora do alcance de Júlio César. Três pontos que conservam a esperança da Naval 1º de Maio. Segundo golo da época. Marcara apenas em Guimarães, na estreia vitoriosa de Mozer (1-2). Ainda acertou na trave, em período de descontos!



 Salin
Providencial a evitar os golos de Weldon e sobretudo Luís Filipe, este já em tempo de descontos. Segurança a toda a prova ao longo do encontro, para além de um jogo de pés de qualidade. Bom guarda-redes.

 
 




Michel Simplício
Uma verdadeira seca no flanco esquerdo do ataque da Naval. Aproveitou a recorrente fragilidade de Luís Filipe para carrilar o jogo da sua equipa, utilizando uma velocidade por vezes estonteante. O lateral do Benfica, raramente utilizado por Jorge Jesus, perdeu grande parte dos duelos defensivos, procurando rectificar a imagem com interessantes descidas pelo seu corredor.


Fonte: Mais Futebol

0 comentários: