Debandada geral pode levar Mozer

Clube tem 13 jogadores em final de contrato e mesmo o treinador, que assinou por época e meia no final de Dezembro, não tem a continuidade assegurada.


A descida de divisão irá provocar uma reestruturação do futebol profissional da Naval, que irá passar por tempos difíceis face à previsão de receitas bem mais exíguas e outras perdas. 

Além disso, é preciso regularizar os salários, actualmente com dois meses de atraso, e só fazendo prova de não ter dívidas será possível à SAD ser aceite pela Liga para disputar a Liga de Honra. 

Do ponto de vista desportivo, com 13 jogadores em final de contrato, adivinha-se uma autêntica debandada da Figueira. De saída pode estar também Carlos Mozer, a despeito de ter mais uma época de contrato. 

A dúvida deverá ficar desfeita esta quarta-feira, quando a equipa retomar os treinos. Há muitas questões por resolver, numa altura em que os jogadores ainda não foram informados, sequer, do calendário de férias.

Dos atletas com vínculo a expirar, apenas dois ou três (Carlitos, Tiago Rosa, Daniel Cruz e Davide estarão no lote) deverão aceitar renovar. Gomis, é certo, está de saída, assim como Diego Silva (regressa após empréstimo do Sp. Braga), João Real, Camora (tem propostas da Roménia), Godeméche, Alex Hauw, Marinho e Bruno Moraes, todos com mercado. 

Depois, há aqueles que, com contrato, auferem ordenados incomportáveis para a divisão onde a equipa passará a estar enquadrada, havendo necessidade de renegociar condições ou acertar rescisões.


1 comentários:

David J. Pereira disse...

Gosto deste blogue!

Podes adicionar o meu aos links sff?

http://davidjosepereira.blogspot.com/