Entrevista de André Carvalhas ao Vive O Futebol


André Carvalhas foi um dos mais talentosos jogadores que passou pela formação do SL Benfica, mas não conseguiu ter sucesso na sua passagem para o futebol sénior. Hoje na Naval e já depois de ter rescindido com o Benfica, está a fazer uma época que começa a dar indícios que o talento está lá, sendo um dos destaques da equipa.

Foto por Carina Monteiro
Vive-O-futebol - Fez toda a sua formação no Benfica e era considerado uma das maiores promessas da formação do Benfica. Foi difícil lidar com a pressão?

André Carvalhas - Penso que o facto de não ter singrado no Benfica nada teve a ver com a pressão que tinha sobre mim, mas sim porque se desligaram um pouco dos jogadores emprestados e não deram o devido valor a todos eles, eu inclusive. Sei que fizeram de mim algo que conquistei com os tempos da minha formação, algo merecido penso eu pelo trajeto que fiz tanto no Benfica como na seleção

VOF- O que faltou para ter sucesso no Benfica? 

AC- Acima de tudo, oportunidade. Acho que não tive nenhuma, apesar de ter estado próximo de a ter e sei que não iria desiludir ninguém. Fiz a pré época no meu primeiro ano como sénior e que por sinal me correr muito bem mas o Benfica decidiu emprestar me ao rio ave que estava na 1liga.

VOF- Acha que se na altura o Benfica B tivesse equipa B teria sido diferente?

AC- Já pensei várias vezes nisso e acho que sim, se na altura houvesse equipa B ainda estaria no Benfica.

VOF- Depois de na época passada ter representado o Trofense, reforçou esta época a Naval.
Está a correr como esperava?

AC- A época esta me a correr muito bem a nível pessoal, já marquei 7 golos e sinto me bem comigo mesmo. Sinto me importante para a equipa e isso da me alento para melhorar todos os dias e dar o máximo a cada jogo que faço. A equipa é boa e esta num bom caminho apesar de algumas dificuldades que temos vindo a atravessar como é do conhecimento de todos e apesar de tudo temos feito um bom trajeto porque a qualidade e o espirito de entre ajuda entre todos é de enaltecer.

VOF- Pensa que ainda vai a tempo de brilhar ao mais alto nível e mostrar que não era apenas uma promessa?

AC- Jogo futebol porque amo jogar, adoro competição e a adrenalina que o jogo transmite e há uma frase que sempre me caracterizou que é " não quero ser apenas mais um". É para isso e por isso que jogo futebol, sei do que sou capaz, sei as minhas qualidades e capacidades, sei que há muita gente que também sabe e já o provei variadíssimas vezes.

VOF- Quem são os seus ídolos?

AC- Simão Sabrosa e Miccoli.

VOF- Quais são os seus objetivos para o seu futuro? Pensa em regressar ao Benfica?

AC- Não sou futurologista mas gostava como é óbvio de voltar a representar um grande de Portugal e o Benfica é um deles, quem não gostaria. Tenho objetivos diários e a cada dia tento supera los porque só assim conseguirei atingir um nível altíssimo que quero atingir.

Fonte: ViveOFutebol

0 comentários: