Santa Clara-Naval, 2-2





JOÃO PEDRO MARCOU AOS 90'+3


O Santa Clara empatou este sábado em casa com a Naval (2-2), em encontro da 15.ª jornada da Liga Orangina, em que esteve a vencer até ao tempo de compensação.
O Santa Clara entrou bem no jogo e, logo aos cinco minutos, Sandro inaugurou o marcador com um remate forte para o lado esquerdo da baliza de Taborda, que ficou sem qualquer hipótese de defesa.
Aos 16 minutos, André Gralha marcou uma grande penalidade a punir uma alegada carga de André Simões a Carlitos, que Roberto converteu, estabelecendo a igualdade no marcador.
Aos 25 minutos, Edivaldo desperdiçou uma grande oportunidade para colocar a Naval em vantagem, depois de uma falha coletiva da defesa encarnada, mas acabou por fazer um passe para o guarda-redes sérvio Stefanovic.
Logo nos primeiros minutos do segundo tempo, o Santa Clara ficou reduzido a dez elementos, com Nélson a ver o segundo cartão amarelo por mão na bola.
Apesar de estar em desvantagem numérica, o Santa Clara voltou a adiantar-se no marcador, aos 62 minutos, por Minhoca, que fez um grande golo, depois de uma excelente jogada individual.
Quatro minutos depois, Williams teve a possibilidade de restabelecer a igualdade, mas, lançado em velocidade pela esquerda, rematou forte, mas por cima.
O cronómetro já passava dos três minutos do tempo de compensação, quando, na sequência de um livre, João Pedro restabeleceu a igualdade, no último lance da partida.
Jogo disputado no Estádio São Miguel, em Ponta Delgada.
Santa Clara-Naval, 2-2
Marcadores:
1-0, Sandro, 05 minutos.
1-1, Roberto, 16.
2-1, Minhoca, 62.
2-2, João Pedro, 90+4.
Santa Clara: Stefanovic, Sandro, Nélson, André Simões, Pacheco, Moreira, Platini (Djurdjevic,89), Edgar (Minhoca, 46), Ilic, Paulo Grilo e Sylvestre (Lourenço, 65).
(Suplentes: Brice Niclos, Gulherme, Minhoca, Alex, Djurdjevic, Dincic e Lourenço).
Naval: Taborda, Ricardo Ehle (Godinho, 61), Carlitos, Leomar, Edvaldo, Sandro (Zé Rui, 81), João Pedro, Roberto, Williams, Giuliano (Fabiano, 61) e Hugo Santos.
(Suplentes: Guilherme, Tiago Mesquita, J.R. Pereira, Leandrinho, Godinho, Zé Rui e Fabiano).
Árbitro: André Gralha (Santarém).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nelson (11 e 48), André Simões (16), Platini (19), Ricardo Ehle (52), Godinho (72) e Pacheco (74). Cartão vermelho por acumulação para Nelson (48).
Assistência: Cerca de 100 espectadores.


Fonte: Record

0 comentários: