Roberto rescindiu por salários em atraso


O avançado Roberto rescindiu contrato, de forma unilateral, com a Naval 1.º de Maio, devido a salários em atraso. No processo, o atacante de 24 anos teve o apoio do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol.
«Foi com orgulho e profissionalismo que vesti a camisola da Naval e é com tristeza que sou obrigado a tomar esta decisão. Neste momento, quero deixar uma nota de agradecimento aos meus colegas, profissionais inexcedíveis, funcionários e aos adeptos da Naval. A todos desejo a melhor sorte do mundo», afirmou Roberto, em comunicado. 
Recorde-se que o também avançado Tozé Marreco e o médio Leandro Alves rescindiram contrato com a Naval, recentemente, pelos mesmos motivos. 

Fonte: A Bola

0 comentários: