Hoje, Naval - Aves, pelas 17h


Guerra pelo segundo lugar

A classificação e a carreira recente das duas equipas tornam o Naval-Aves um jogo de enorme expectativa. A formação da Figueira da Foz, assumida candidata à subida, atingiu a forma que dela se esperava, ao ponto de reduzir para um ponto a distância para o segundo classificado, precisamente o Aves, em igualdade com o Moreirense. São já sete as jornadas sem que Daniel Ramos saiba o que é perder, sendo que saiu vitorioso dos três últimos jogos. Desejando "união e competência" para hoje, o treinador navalista está consciente de que, pela frente, terá um adversário "difícil". Os números são elucidativos quanto a dificuldade: o Aves está há oito rondas invicto, o que alimenta a ideia de que a equipa de Paulo Fonseca, estreante nos campeonatos profissionais como treinador, é uma séria candidata à subida. Bischoff, Romaric e Romeu são baixas, mas do outro lado o titularíssimo Taborda, até aqui totalista, estará ausente. Assim, Guilherme fará a estreia a titular na baliza da equipa da casa.

Equipas prováveis

Estádio José Bento Pessoa
Árbitro João Capela [AF Lisboa]

Naval

Guilherme; Carlitos, Júnior Pereira, Leomar e Williams; Leandrinho, Sandro e Edivaldo; Hugo Santos, Roberto e João Pedro
Outros convocados: Ricardo Neves, Ricardo Ehle, Frechaut, Godinho, Previtali, Zé Rui e Paulinho Guará
Treinador Daniel Ramos

Aves

Marafona; Tiago Valente, Geraldes, João Pedro e Nélson Pedroso; Ricardo Chaves, Tito e Pedro Cervantes; Pedro Pereira, Pires e Vasco Santos Outros convocados: Rui Faria; Rafael, Mamadu, Ricardo Martins, Renato, Quinaz e Diogo Fonseca
Treinador Paulo Fonseca




Fonte: O Jogo (texto)

0 comentários: