Camora e Marinho falam em injustiça

FIGUEIRENSES queriam os três pontos


No final da partida, os jogadores da Naval evidenciavam alguma tristeza pelo ponto conquistado em Alvalade. Camora e Marinho acabaram por ser os porta-vozes da desilusão navalista e defenderam que mereciam o triunfo.
“Saímos daqui com sabor a pouco. Temos consciência do trabalho que fizemos e acreditamos que a vitória era o resultado mais justo. Fomos a equipa que esteve melhor em campo”, defendeu Camora, de 24 anos.
O companheiro de equipa, que fez a formação no emblema de Alvalade, também ficou insatisfeito com igualdade. “Temos crescido desde a última vez que cá viemos”, referiu o jogador, de 27 anos, reconhecendo que sabiam que iam encontrar os leões a passar por um mau momento. “Este resultado é extremamente injusto. O Sporting teve a felicidade que trabalhámos para ter mas não conseguimos. Infelizmente, cometemos erros no último minuto.”

Fonte: Record

0 comentários: