Oliveirense 3 Naval 2


Foto por Carina Monteiro. Mais fotos em Facebook oficial d´O Navalista


Navalistas permitem deslize em Oliveira de Azemeís
A Oliveirense foi surpreendida pela Naval que entrou com um ritmo forte de jogo e a criar perigo, tendo mesmo chegado ao golo logo aos 12'. Antes, Júnior Pereira e Paulinho Guará estiveram muito perto de abrir o ativo. O golo teve o dom de adormecer os visitantes e acordar a equipa da casa que cresceu deu a 'cambalhota' no marcador. Guima fez o empate ao saltar mais alto, após cruzamento de Clemente, e pouco depois, num canto de Oliveira, Rui Lima ao segundo poste deu vantagem à equipa da casa. A Naval empatou na marcação de um canto de João Pedro com Sandro a aproveitar uma desatenção defensiva. Aos 65', a Naval ficou reduzida por expulsão de Taborda com vermelho direto após travar Guima quando este se isolou. Na marcação do livre, Xico Silva fez anichar a bola no fundo das redes de Ricardo Neves sem que este ainda tivesse tocado na bola. A Oliveirense segurou os três pontos, apesar de a Naval ter criado situações para empatar.

Declarações

"Entrámos apáticos, mas depois a equipa reagiu lentamente. Soubemos sofrer e somámos três pontos muito importantes. Não nos peçam para jogar bem enquanto não garantirmos a permanência
Pedro Miguel, treinador da Oliveirense

Na Naval ninguém prestou declarações


Fonte: O Jogo

1 comentários:

Anónimo disse...

E a burrice do blackout continua... ganham o quê com isso? se já ninguem liga à Naval, não é assim que se vai lá...