Naval-Oliveirense, 1-1

Foto por Carina Monteiro
EMPATE JUSTO NA FIGUEIRA DA FOZ, mas que soube a pouco para os da casa




Naval e Oliveirense empataram a um golo, este sábado, na Figueira da Foz, em jogo da 9.ª jornada da Liga Orangina. O resultado acaba por ser justo, face à inoperância atacante das duas equipas.
O internacional boliviano Edivaldo Bolívia [foto]marcou para a Naval, aos 13 minutos, mas a Oliveirense chegou ao empate por José Pedro no período de compensação da primeira parte.
A formação da Figueira da Foz iniciou a partida deliberadamente ao ataque e inaugurou o marcador graças ao cabeceamento certeiro de Bolívia, na sequência de um cruzamento de João Pedro. Quatro minutos volvidos, os donos da casa tiveram ensejo de dilatar a vantagem, mas o cabeceamento de Ricardo Ehle foi devolvido pelo travessão.
A Oliveirense reagiu à desvantagem, subiu no terreno e passou a equilibrar as operações, vindo a empatar a partida já em cima do intervalo, através de José Pedro. Oliveira cobrou um pontapé de canto, a defesa navalista aliviou para a entrada da área e José Pedro apareceu para rematar à meia volta.
Na segunda parte, a incerteza do marcador fez aumentar a intensidade de jogo com as duas equipas a procurarem o golo com alguma acuidade.
Aos 48 minutos, Adriano quase surpreendeu Taborda e, 58', Leandrinho, isolado no interior da área, rematou para as nuvens. Ao minuto 75, na sequência do mesmo lance, Taborda executou a defesa da tarde, negando claramente o golo a Adriano, e de seguida, com grande estirada, evitou um autogolo de Frechaut.
Nos últimos 10 minutos, a Naval ganhou algum ascendente ofensivo, sem contudo construir oportunidades de golo, mérito da defensiva forasteira, que soube tapar todos os caminhos para a sua baliza.
Ficha do jogo:
Estádio: José Bento Pessoa, na Figueira da Foz
Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal)
Ao intervalo: 1-1.
Marcadores: 1-0, Edivaldo Bolívia (13'); 1-1, José Pedro (45'+1)
Naval: Taborda, Carlitos, Ricardo Ehle, Frechaut, Willams, Sandro, Leandrinho (Giuliano, aos 70'), Edivaldo Bolívia, João Pedro (Previtali, aos 78'), Fabiano e Hugo Santos (Zé Rui, aos 58')
Oliveirense: Bruno Vale, Barge, Banjai, Diego, Vítor, José Pedro, Oliveira, Rui Lima, Clemente (Guima, aos 89'), Adriano e Sassá (Ivan Santos, aos 45').
Ação Disciplinar: cartões amarelos para Hugo Santos (23'), Sassá (25'), José Pedro (18'), Ricardo Ehle (55'), Frechaut (74'), Fabiano (81'), Sandro (84').
Assistência: 150 espetadores
Fonte: Record

0 comentários: