Naval 1 - Freamunde 1 - Empate castiga figueirenses

JOGO MUITO MORNO NA FIGUEIRA


A Naval e o Freamunde empataram este sábado a um golo, em partida da sétima jornada da Liga Orangina, resultado que se ajusta ao futebol praticado pelas duas equipas, inócuo, inoperante e de fraca qualidade.
Um golo de Hugo Santos, aos 21 minutos, e outro de Serginho, aos 47’, foram o sinal positivo de uma partida muito mal jogada, na qual Naval e Freamunde pouco fizeram durante os 90 minutos regulamentares para justificar outro resultado.
Os dedos de uma só mão são mais que suficientes para contar as oportunidades de golo construídas pelas duas formações ao longo da partida.
Com este empate, o Freamunde sobre ao grupo dos quartos, com 9 pontos, enquanto a Naval desce uma posição, colocando-se no 14.º lugar.
Na primeira vez que se aproximaram com perigo da baliza dos "capões", os figueirenses inauguraram o marcador por Hugo Santos, ao minuto 22.
Leandrinho ganhou a bola nas imediações da área dos visitantes, evitou um adversário e assistiu Hugo Santos que rematou de primeira batendo o guardião Tó Figueira.
Esperava-se que o golo pudesse espevitar as equipas, mas puro engano, uma vez que até ao intervalo ambos os guarda-redes não passaram de meros espectadores e o futebol jogado pelos dois conjuntos foi fraco.
O intervalo foi bom para os visitantes, que, dois minutos após o recomeço da etapa complementar, chegaram ao empate na sequência de um lance de bola parada cobrado por Serginho.
Esperava-se reação dos donos da casa, contudo, estes acabaram por responder com lentidão e pouca objetividade, pelo que, o empate de certa forma castiga inoperância dos locais, que foram a equipa que mais atacou.
O Freamunde, depois de conseguir o empate, fez o jogo que mais lhe convinha, abdicou totalmente do ataque e procurou fechar todos os caminhos para a sua baliza, saindo premiado com 1 ponto.
Naval-Freamunde, 1-1
Marcadores: 1-0, Hugo Santos, 22 minutos; 1-1, Serginho, 47’
Naval: Taborda, Carlitos, Frechaut (Fabiano, 71’), Rogério Conceição (Ricardo Ehle, 13’), Willams, Giuliano (Edivaldo Bolívia, 58’), Sandro, Leandrinho, João Pedro, Previtali e Hugo Santos
Freamunde: Tó Figueira, Amorim, Luís Pedro, Sérgio Nunes, Serginho, Babo (João, 41’), Bruno Magalhães, Brandão, Luciano (Machado, 56’), Pedro Moita e Horácio (Nana K, 72’)
Árbitro: Hélder Malheiro (Lisboa)
Ação disciplinar: Cartão amarelo para: Luís Pedro (75’), Brandão (80’), Leandrinho (83’)
Assistência: 150 espectadores
Fonte: Record

0 comentários: